conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil resgata homem que seria assassinado por organização criminosa após assediar mulher

Publicado

A vítima era mantida em cárcere privado em um buraco com pés e mãos amarrados e coberto por um pano

Um homem, de 29 anos, que era mantido em cárcere privado e torturado por uma associação criminosa foi resgatado pela Polícia Civil, na segunda-feira (1), em diligências realizadas pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Primavera do Leste (231 km ao Sul de Cuiabá), Núcleo de Inteligência e Delegacia Municipal. A vítima era mantida em um buraco com os pés e as mãos amarrados e seria jogada no Rio das Mortes para se afogar.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, sete pessoas participaram da tentativa de homicídio. Durante os trabalhos, dois dos envolvidos foram presos e um menor foi apreendido por participação na ação criminosa, além de ser realizada a apreensão de drogas, aparelhos eletrônicos e dinheiro.

As diligências, coordenadas pela delegada Anamaria Machado, iniciaram após as equipes da Polícia Civil receberem denúncias anônimas sobre o local em que a vítima estava. Segundo as informações, a vítima era torturada por membros da organização criminosa desde a noite de domingo (31) e seria morta afogada no Rio das Mortes.

Segundo as investigações, a vítima estava em uma casa ingerindo bebida alcoólica com uma mulher que começou a acusá-lo de assédio, fato que teria motivado o crime, uma vez que filho da mulher é integrante da facção criminosa e foi identificado com um dos envolvidos na tortura. A Polícia ainda investiga se a mulher teve participação na tentativa de homicídio e se também tem envolvimento com o grupo criminoso.

Quando os policiais chegaram ao local do cativeiro, a vítima estava em um buraco com os pés e as mãos amarradas, sem nenhuma condição de mobilidade, totalmente a mercê dos criminosos. Segundo a delegada, Anamaria Machado, o buraco foi tampado com uma manta utilizada para a cachorra da casa dormir. “Ele estava coberto como se tivesse enterrado”, disse a delegada.

O delegado regional de Primavera do Leste, Carlos Roberto Moreira de Oliveira, disse que a vítima não tem envolvimento com o mundo do crime. “Fizemos o levantamento da vida pregressa dele e não encontramos, pelo menos, até o momento, nenhum envolvimento da vítima em ações criminosas”, destacou.

Ainda segundo o regional, a Polícia Civil de Primavera do leste tem trabalhado fortemente para impedir ações da organização criminosa no município, com destaque para a atuação voltada ao tráfico de drogas.

Exemplo deste combate aconteceu no mês de maio, quando a Polícia Civil fechou quatro bocas de fumo em Primavera do Leste. O trabalho coordenado pelo delegado regional Carlos Roberto Moreira de Oliveira, junto a delegada titular da Derf, Anamaria Machado resultou ainda em oito pessoas presas, além de apreensões de quantias significativas de drogas como cocaína e maconha, carros e motocicletas utilizadas para tráfico.

 

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Mais de meia tonelada de droga é apreendida em duas investigações de tráfico interestadual

Publicado

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), trabalha em dois focos principais na repressão ao tráfico de drogas, cuja atuação tem circunscrição estadual: o combate ao tráfico interestadual realizados por organizações criminosas especializadas no fornecimento e distribuição de drogas para todo Estado; e o tráfico doméstico, conhecido como “formiguinha”, que tem como característica o comércio de entorpecentes em pequenas quantidades, realizado em bairros de Cuiabá.

No primeiro semestre de 2020, uma das investigações da delegacia especializada resultou na desarticulação de um grupo de traficantes que traria de Mato Grosso do Sul mais de meia tonelada de maconha destinada à distribuição em Mato Grosso e Goiás.

As investigações deflagraram a Operação “Porteira Fechada”, realizada em abril, quando a equipe da DRE apurou denúncias e chegou a uma casa em Ponta Porã, cidade na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. No local, os policiais civis apreenderam 600 quilos do entorpecente que estavam escondidos na residência. A Operação prendeu em flagrante seis pessoas ligadas ao grupo criminoso responsável pelo comércio da droga.

Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de condenado por homicídio com passagens por vários crimes

Publicado

 

.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Em mais uma ação da Polícia Civil, realizada pela equipe da Gerência Estadual de Polinter (Gepol), um homem com ordem de prisão definitiva decretada pela Justiça foi preso, na tarde de sexta-feira (03.07), em Cuiabá. O suspeito, de 42 anos, é condenado por crime de homicídio e além de responder a processos por diferentes crimes.

O mandado de prisão definitiva foi expedido pelo Poder Judiciário no último dia 04 de junho, em grau de recurso de apelação nos autos do processo pela prática de homicídio qualificado, em que o suspeito foi condenado a mais de sete anos de prisão.

Além da condenação pelo crime, o suspeito também responde a diversos processos por roubo qualificado na forma tentada, receptação qualificada, furto qualificado (tentado e consumado), e porte ilegal de arma de fogo.

Em 2014, ele foi preso pela Polícia Militar no bairro Jardim Vitória, região norte da capital, durante uma abordagem de rotina, sendo constatado na época um mandado de prisão em aberto em seu desfavor.

A ordem de prisão contra o condenado foi cumprido pelos policiais da Polinter na sexta-feira (03), quando ele chegava a sua residência no bairro CPA, região da Grande Morada da Serra em Cuiabá. Ao ser abordado, o suspeito não resistiu a prisão e foi Conduzido a delegacia de para as providências cabíveis.

 

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana