conecte-se conosco


Internacional

Suécia e Finlândia apresentarão candidaturas à Otan na quarta-feira

Publicado

source
Presidente da Finlândia, Sauli Niinisto e a primeira-ministra, Sanna Marin
Reprodução/Flickr FinnishGovernment – 24.02.2022

Presidente da Finlândia, Sauli Niinisto e a primeira-ministra, Sanna Marin

Lideranças da Suécia e da Finlândia apresentarão, nesta quarta-feira, suas candidaturas formais a uma cadeira na Otan , em um dos principais impactos políticos da invasão russa da Ucrãnia. A decisão, que muda uma postura histórica das duas nações sobre suas neutralidades militares, já possui o apoio de praticamente todas as nações da aliança, mas a objeção da Turquia pode atrasar ou mesmo, em último caso, inviabilizar o processo.

No caso finlandês, a oficialização veio após uma já esperada vitória do governo no Parlamento, que passou a medida por 188 votos a favor, oito contra e nenhuma abstenção.

“É um resultado excepcional, não esperava que fosse tão claro. A votação é clara, não há mais discussões, hoje à noite [terça-feira] vamos assinar nossa carta de candidatura à Otan”, disse o ministro das Relações Exteriores da Finlândia, Pekka Haavisto.

A decisão ocorreu um dia depois do Parlamento sueco também dar sinal verde à adesão, cujo formulário foi assinado nesta terça-feira pela chanceler Ann Linde, em cerimônia em Estocolmo. A expectativa é de que os dois governos apresentem suas candidaturas nesta quarta-feira, em Bruxelas, onde fica a sede da Otan.

“Estou feliz que tenhamos tomado o mesmo caminho e que possamos fazê-lo juntos”, disse a repórteres o presidente finlandês, Sauli Niinsto, em entrevista coletiva ao lado da premier sueca, Magdalena Andersson.”Se você tem um processo rápido aqui, isso ajuda a todo o processo e os prazos desse processo.Isso é muito importante neste contexto.”

Contudo, os dois países devem enfrentar oposição da Turquia, que acusa os governos de abrigarem integrantes de organizações consideradas terroristas por Ancara, como o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e apoiadores de Muhammed Fethullah Gülen, líder do chamado Movimento Gulenista e apontado pelos turcos como responsável pela tentativa de golpe de 2016.

Na entrevista coletiva, a premier sueca afirmou que pretende resolver qualquer problema que impeça o apoio de Ancara às candidaturas: no caso específco da Suécia, os turcos reclamam de um embargo imposto por Estocolmo à venda de determinados itens de defesa, uma medida relacionada à ofensiva militar do país no Norte da Síria, em 2019.

“Estamos buscando contato com a Turquia e estamos preparados para viajar à Turquia para discutir e acertar questões em aberto que possam existir”, afirmou.

Na segunda-feira, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que os diplomatas suecos não precisam se incomodar em ir até a Turquia, e reiterou que não apoiará a entrada dos países na Otan.

“Nós não diremos sim a um país que impõe sanções à Turquia para que se junte à Otan”, disse o presidente, em Ancara. “Eles [diplomatas suecos] virão à Turquia na segunda-feira. Eles virão nos convencer? Me perdoem, mas eles não deveriam nem se cansar.”

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

*(com informações de agências internacionais)

Fonte: IG Mundo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Internacional

Papa pede que povo ucraniano não seja esquecido

Publicado

source
Fiéis carregando bandeiras ucraniana na Praça São Pedro, no Vaticano
Ansa

Fiéis carregando bandeiras ucraniana na Praça São Pedro, no Vaticano

O papa Francisco fez neste domingo (26) um novo apelo para que o mundo não se esqueça do povo da Ucrânia, alvo de uma invasão militar promovida pela Rússia desde o dia 24 de fevereiro.

Após a oração do Angelus, o líder da Igreja Católica afirmou que “os bombardeios na Ucrânia continuam causando mortes, destruição e sofrimento à população”.


“Por favor, não nos esqueçamos deste povo atingido pela guerra, não o esqueçamos no coração e nas nossas orações”, declarou o Pontífice.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou mais de 4 mil civis, segundo a ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

Embora sem jamais criticar a Rússia diretamente, o Papa vem se posicionando claramente a favor da Ucrânia desde o início da guerra e já condenou em diversas ocasiões os massacres promovidos contra a população civil.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Xangai não registra casos de covid pela 1ª vez desde o novo surto

Publicado

source
Testagem de covid-19
Redação – BBC News Mundo

Testagem de covid-19

A cidade chinesa de Xangai não registou no último sábado (25) nenhuma nova infeção por covid-19 pela primeira vez desde março, quando eclodiu um forte surto ligado à variante Ômicron que levou a um longo e severo confinamento da sua população.

“Não houve novos casos domésticos confirmados de covid-19 e nenhuma nova infecção assintomática em Xangai em 24 de junho de 2022”, disse o governo da cidade de 25 milhões de pessoas em um comunicado.


Em março, as infecções começaram a se multiplicar na capital econômica do país, que acabou decretando um confinamento severo por dois meses. O bloqueio, criticado pela população que luta para obter alimentos e cuidados médicos, foi suspenso praticamente no início de junho, embora o retorno à normalidade tenha sido dificultado pelo restabelecimento das restrições em alguns distritos.

Há duas semanas, milhões de pessoas foram novamente confinadas temporariamente quando o governo municipal lançou uma campanha de testes em massa em algumas áreas. Enquanto isso, a capital Pequim fechou escolas e escritórios por semanas devido a outro surto que as autoridades dizem ter sido contido na semana passada.

A secretaria municipal de educação indicou no sábado que todos os alunos do ensino fundamental e médio poderão voltar às aulas a partir de segunda-feira, embora professores, alunos e pais devam primeiro passar por um teste de PCR. A capital registrou apenas duas novas infecções no sábado.

Por seu lado, Shenzhen, uma grande cidade industrial do sul do país, anunciou neste sábado que vai encerrar durante três dias os mercados, cinemas e ginásios de um distrito que faz fronteira com Hong Kong, depois de detectar nessa localidade casos de covid -19.

A China é uma das maiores economias do mundo que continua a aplicar a chamada estratégia de “Covid zero” para erradicar o vírus com base em restrições a viagens internacionais, quarentenas, testes em massa e confinamentos severos.

As autoridades insistem que essa política é necessária para evitar um colapso do sistema de saúde devido à distribuição desigual de recursos médicos e as baixas taxas de vacinação dos idosos.


Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana