conecte-se conosco


Nacional

SP: Motoristas de ônibus entram em greve na capital quarta-feira (25)

Publicado

source
Ponto de ônibus na Avenida Paulista após liberação do uso da máscara em ambientes abertos.
Rovena Rosa/Agência Brasil – 10.03.2022

Ponto de ônibus na Avenida Paulista após liberação do uso da máscara em ambientes abertos.


Motoristas de ônibus de São Paulo devem paralisar o serviço nesta quarta-feira na capital paulista. O “Estado de Greve” foi aprovado ontem em uma assembleia geral organizada pelo sidicato da categoria. Os servidores também aprovaram por unanimidade a realização de protestos em todos os terminais de ônibus da cidade a partir das 14 horas. 

Os trabalhadores ouviram o relato do presidente do Sindmotoristas, Valdevan Noventa, a respeito da proposta salarial indecente apresentada pelo SPUrbanuss que, aliás, foi rejeitada pela diretoria e comissão de negociação dos trabalhadores na reunião da última quinta-feira (19).


Conforme foram divulgados nos meios de comunicação oficiais do sindicato, os empresários querem usar a categoria como massa de manobra, ou seja, sem propostas que atendam a pauta de reivindicações, o impasse certamente levará os trabalhadores a fazerem protestos e paralisações na cidade.

Noventa lamentou a terrível situação do setor. “Gananciosos e insensíveis, os concessionários do sistema do transporte público urbano de São Paulo não estão preocupados com as consequências do seu jogo sujo, o quanto isso pode afetar os condutores, usuários de ônibus e a população em geral”.

MOBILIZAÇÃO TOTAL

A diretoria do sindicato reforça os trabalhadores para continuarem mobilizados 100%. Dependendo dos próximos encaminhamentos, ainda está semana a categoria pode ser convocada para mais uma assembleia geral para avaliar uma nova proposta salarial ou até mesmo a deflagração da greve.

Entre as reivindicações estão um reajuste Salarial de 12,47%, mais aumento real, benefíciod de Vale Refeição de 33 reais, equiparação de todos os benefícios para os trabalhadores e trabalhadoras das empresas do sistema complementar com empresas novas, participação nos Lucros ou Resultados (PLR) 2.500,00 reais, fim das escalas com uma hora para refeição sem remuneração, reajustes nos valores dos benefícios: Auxílio Funeral, Seguro de Vida, Convênio Médico e Odontológico, além de adequação das nomenclaturas do Plano de Carreira do Setor de Manutenção, equiparação salarial e promoção para funcionários e funcionárias Fora de Função.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nacional

4 de 10 pessoas creem que Bolsonaro incentiva ilegalidade na Amazônia

Publicado

source
4 de 10 pessoas creem que Bolsonaro incentiva ilegalidade na Amazônia
Reprodução

4 de 10 pessoas creem que Bolsonaro incentiva ilegalidade na Amazônia

Um levantamento do Datafolha apontou que aproximadamente 4 em cada 10 brasileiros avaliam que o presidente de Jair Bolsonaro (PL) mais incentiva do que combate ilegalidades na Amazônia como pesca irregular, invasão de terras indígenas, desmatamento e garimpo ilegal.

A pesquisa mostrou entre 39% e 43% dos entrevistados acredita que o atual governo age mais para estimular do que de enfrentar os problemas da região. Já para um percentual entre 31% a 35% a atual gestão atua mais no combate do que incentivo a criminalidade no território amazônico.

Entre 8% e 10% afirmam que Bolsonaro não fomenta nem reprime os crimes. Já 13% a 18% dos entrevistados não souberam opinar.

O Datafolha entrevistou, na quarta e quinta-feira, 2.556 eleitores em 181 municípios de todas as regiões do país. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-09088/2022. A margem de erro é de dois pontos percentuais, e o índice de confiança é de 95%.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Continue lendo

Nacional

Corpo de Dom Phillips é velado neste domingo em Niterói

Publicado

source
Corpo de Dom Phillips é velado neste domingo em Niterói
Reprodução Twitter/@domphillips 6.6.2022

Corpo de Dom Phillips é velado neste domingo em Niterói

O velório de Dom Phillips acontece na manhã deste domingo no Cemitério Parque da Colina, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A cerimônia de despedida é restrita a familiares e amigos do jornalista britânico assassinado no Vale do Javari neste mês. A cremação do corpo está marcada para 12h.

Do lado de fora do cemitério, integrantes de movimentos sociais cobram a continuidade da apuração do assassinato. Com uma faixa estendida, eles perguntam “Quem mandou matar Dom e Bruno?”.

Os corpos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips foram entregues às famílias pela Polícia Federal somente nesta quinta-feira, mais de duas semanas após seus desaparecimentos. Na manhã de sexta, Bruno foi enterrado no cemitério Morada da Paz, em Paulista, região metropolitana do Recife (PE).

O caixão foi coberto com bandeiras do estado de Pernambuco, do Sport – time de coração dele – e com uma camisa da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari. O velório contou com a presença de indígenas, como os xukurus, que realizaram rituais pela passagem de Bruno. Também houve pedidos de Justiça, e críticas à gestão do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo as investigações do caso, que já prenderam quatro suspeitos pelo crime, Dom e Bruno foram assassinados no Vale do Javari (AM), quando se dirigiam à cidade de Atalaia do Norte. A suspeita é de que as mortes foram cometidas por pescadores que se queixavam da atuação de Bruno Pereira em repressão à pesca ilegal na região, que sofre influência do narcotráfico.

Segundo laudo feito nos corpos, encontrados no dia 15 de junho, 10 dias após o desaparecimento de Dom e Bruno, os dois foram mortos a tiros, com munição de caça.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana