conecte-se conosco


Tecnologia

SP: Governo e Enel instalam iluminação inteligente na Ciclovia do Rio Pinheiros

Publicado


source
Ciclovia ao lado da Marginal Pinheiros
Wikipedia

Ciclovia ao lado da Marginal Pinheiros


O governador João Doria (PSDB) entregou, nesta sexta-feira (7), o primeiro sistema de iluminação da Ciclovia Novo Rio Pinheiros , em uma parceria entre o Governo de São Paulo e a Enel . Foram colocados 130 pontos de lâmpadas inteligentes no trecho da região da Vila Olímpia, com investimento de R$ 1 milhão da Enel, em recursos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) da Aneel. A iniciativa faz parte de um plano mais amplo para transformar o local na primeira ciclovia inteligente do país por meio de tecnologias inovadoras.

“São Paulo já é a capital do Brasil e da América Latina em termos de uso de bicicletas e também de ciclovias. E uma belíssima ciclovia de 13 quilômetros, dos quais os primeiros quilômetros, hoje, com a iluminação da Enel”, disse Doria.

A primeira etapa do projeto contempla três quilômetros de vias cobertas com a tecnologia SmartLighting, que permite o gerenciamento do sistema de forma remota. A iluminação será ampliada gradualmente. Até julho, a ciclovia receberá ainda 40 câmeras de segurança instaladas pela concessionária Farah Service, cujas imagens serão monitoradas em um Centro de Controle Operacional. Este conjunto de medidas propiciará mais segurança aos ciclistas e pedestres que frequentam o local.


“O projeto de iluminação da ciclovia da Marginal Pinheiros reforça o compromisso do grupo Enel em trazer para a cidade de São Paulo o que há de mais inovador no setor elétrico global, oferecendo novos produtos e um serviço de melhor qualidade para os seus consumidores”, afirmou o Presidente da Enel Distribuição São Paulo, Max Xavier.

Você viu?

Para o Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, a participação da iniciativa privada no eixo de revitalização do programa Novo Rio Pinheiros implica em diversos benefícios à população. “Sem onerar o Estado, nós estamos implementando novas áreas de lazer e esportes ao longo das margens do Pinheiros para que as pessoas ocupem estes espaços e tenham uma nova relação com este rio tão importante para a cidade de São Paulo. A nova iluminação aumentará a segurança dos frequentadores”, disse Penido.

Com 21,5 km de extensão numa área pertencente à CPTM, ao longo da Linha 9-Esmeralda e às margens do Rio Pinheiros, a ciclovia tem atraído cerca de 70 mil ciclistas por mês. Por meio de um chamamento público, o Governo transferiu a gestão da área para a iniciativa privada em 2020 e a Farah Service assumiu os trabalhos de recuperação com direito de explorar comercialmente o espaço.

Desde então, já foram feitos recapeamento e pintura da pista, sinalização, limpeza e jardinagem. Os ciclistas ganharam pontos de apoio com banheiro e bebedouro, além de novos cafés, vending machines e chuveiros distribuídos ao longo do percurso. Em dezembro de 2020, a pista foi rebatizada como “Ciclovia Novo Rio Pinheiros”

“A ciclovia é um espaço importante na cidade para quem gosta de pedalar por lazer, por esporte ou para se locomover. As melhorias feitas no último ano já ajudaram a criar novos hábitos, aumentou o número de ciclistas no local. Agora, com o projeto de iluminação, acreditamos que mais gente poderá usufruir da Ciclovia Novo Rio Pinheiros”, afirmou o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

Serviço

A pista está aberta diariamente, entre 5h30 e 18h30, e pode ser acessada pelos usuários por seis pontos diferentes, localizados na Rua Miguel Yunes, entre as estações Jurubatuba e Autódromo, Estação Jurubatuba, Passarela da EMAE, junto à estação Vila Olímpia, Estação Santo Amaro, Passarela Parque do Povo e Ponte Cidade Universitária.

O programa Novo Rio Pinheiros

O programa Novo Rio Pinheiros tem o objetivo de revitalizar este importante símbolo da cidade de São Paulo por meio da ação de diversos órgãos públicos em parceria com a sociedade. A meta até o fim de 2022 é reduzir o esgoto lançado em seus afluentes, melhorar a qualidade das águas e integrá-lo completamente à cidade. Por ser um rio urbano, a água não será potável, no entanto, com o projeto de despoluição concluído, haverá a melhora do odor existente, abrigo de vida aquática e, principalmente, a volta da população às suas margens com a recuperação ambiental e paisagística do seu entorno.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Robôs ajudam a desafogar sistema de saúde na pandemia; saiba como

Publicado


source
Robôs ajudam durante a pandemia
Unsplash/Franck V

Robôs ajudam durante a pandemia

O uso de inteligência artificial por meio de robôs pode ajudar a fazer a triagem de pacientes para aliviar o sistema de saúde sobrecarregado durante a pandemia da Covid-19. Pesquisadores desenvolveram a Laura, uma assistente virtual capaz de identificar e interpretar informações de quem busca atendimento hospitalar.

O projeto é da Escola de Medicina da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Fundação Getulio Vargas (FGV) e Instituto Laura Fressatto. O algoritmo é capaz de descrever a gravidade da doença de um paciente a partir dos sintomas informados. Isso ajuda no direcionamento dessa pessoa para um profissional adequado, evitando tempo de triagem e encaminhamento.

Caso a pessoa seja identificada com sintomas leves, ela continua sendo monitorada pelo robô, sendo coletadas informações a cada três dias de seu estado de saúde. Caso haja uma piora, um enfermeiro entra em contato por meio de chamada de vídeo, para entender o quadro.

“O paciente entra em contato com a plataforma do robô Laura e digita algumas informações que o robô identifica e interpreta. O paciente tanto pode receber informações, como prevenção, vacinas e orientações sobre Covid-19, mas também pode descrever os sintomas [que está sentindo] para o algorítimo”, disse o médico Murilo Guedes, líder do estudo, à Agência Brasil.

Você viu?

Robô capaz de ajudar na saúde

A pesquisa compilou atendimentos realizados na plataforma da Laura com 24,1 mil pessoas entre julho e outubro de 2020. As tiragens foram feitas em três cidades brasileiras: Curitiba (PR), São Bernardo do Campo (SP) e Catanduva (SP).

44,8% dos pacientes analisados foram classificados com sintomas leves de Covid-19, 33,6% dos casos foram considerados moderados e apenas 14,2% foram diagnosticados como casos graves da doença. Os resultados preliminares de viabilidade dessa tecnologia foram publicados no jornal Frontiers in Digital Health.

O estudo segue em andamento e os próximos passos envolvem analisar a segurança do robô para fazer diagnósticos de saúde. Isso é feito medindo a precisão das avaliações médicas fornecidas pela inteligência artificial. Outros testes com a tecnologia já estão sendo aplicados.

“O que a gente ainda precisa fazer, daqui para a frente, é mostrar que a ferramenta tem eficácia na avaliação dela e que ela é segura. O grande objetivo aqui é otimização de recursos em saúde para desafogar as instituições de saúde”, finalizou Murilo.

Continue lendo

Tecnologia

Como transformar uma TV normal em Smart? Confira 4 opções com preço atrativo

Publicado


source
Veja como transformar uma TV em Smart
Unsplash/ Jens Kreuter

Veja como transformar uma TV em Smart

Com a ascensão das plataformas de streaming, todos querem ter uma Smart TV para aproveitar os filmes e séries na telona. Trocar de televisor, porém, pode ser bastante caro, além do fato de que dispensar um eletrônico em funcionamento não é bom para o meio ambiente .

Para a sorte de quem quer gastar menos, existem ótimas opções de dispositivos que transformam uma televisão normal em uma Smart TV. Os recursos são bastante completos e não ficam atrás daqueles presentes nas TVs mais modernas. Por isso, se sua televisão normal ainda está “inteirona”, confira 4 opções para atualizá-la com menos de R$ 400.

1. Chromecast

Chromecast
Divulgação

Chromecast

A primeira opção é o Chromecast, do Google. O aparelho é pequeno e se encaixa na entrada HDMI da televisão. Ele não tem controle nem interface própria e, por isso, precisa ser comandado pelo celular ou pelo computador.

Quando o Chromecast e o smartphone estão conectados na mesma rede Wi-Fi, é possível transmitir conteúdos da telinha para a telona. Por exemplo, dá para entrar no aplicativo da Netflix no celular (que pode ser Android ou iOS) e clicar em um botão para que o conteúdo seja exibido na televisão.

Todos os controles, como pausar, mexer no volume e voltar alguns segundos do vídeo, são feitos pelo smartphone. O Chromecast 3, que exibe imagens em Full HD, está disponível no Brasil por cerca de R$ 230.

Você viu?

2. Roku Express

Roku Express
Divulgação

Roku Express

O aparelho da Roku é mais completo que o Chromecast, já que vem com controle e tem sistema operacional próprio. Ele também é pequeno e pode ser conectado à entrada HDMI da televisão.

Uma vez conectado, é possível baixar os aplicativos das plataformas de streaming e realizar todas as ações pelo controle – menos alterar o volume, que precisa ser ajustado na própria TV. O Roku Express também transmite imagens em Full HD e tem um aplicativo para smartphones que traz controles extras, como a possibilidade de ouvir o conteúdo da televisão em um fone de ouvido no celular. O dispositivo é vendido no Brasil por cerca de R$ 230.

3. Mi TV Stick

Mi TV Stick
Divulgação

Mi TV Stick

O Mi TV Stick, da Xiaomi, é um dispositivo que possui o sistema operacional Android TV. Assim como a opção da Roku, ele vem com controle remoto, e o aparelho que fica acoplado à TV tem o formato parecido com o de um pen-drive, que pode ser conectado à entrada HDMI.

Também com resolução Full HD, ele permite o download de aplicativos e o comando de ações pelo controle remoto. Assim como no Chromecast, também é possível enviar parear um celular e enviar conteúdos dele para a televisão. No Brasil, o Mi TV Stick sai por cerca de R$ 400.

4. Fire TV Stick

Fire TV Stick
Divulgação

Fire TV Stick

O Fire TV Stick, da Amazon, funciona de forma bastante similar ao Mi TV Stick e ao Roku Express, transformando a TV em Smart com controle remoto próprio. O grande diferencial é que o dispositivo tem suporte à Alexa, a assistente de voz da marca.

Isso significa que é possível controlar o conteúdo que passa na televisão através de comandos de voz, o que torna a experiência mais tecnológica do que a oferecida por muitas Smart TVs, mas por um preço bem mais atrativo. No Brasil, o produto é vendido por cerca de R$ 380.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana