conecte-se conosco


Esportes

Sorriso ausente nos últimos dias precisa vencer as polêmicas de Neymar

Publicado

“Preciso escrever alguma coisa”. Essa frase está me perseguindo por dias . É como se alguém já me acordasse dizendo: Guilherme, seu vagabundo, você precisa escrever. E até por isso quero pedir desculpas pelo tempo ausente. É que gostaria de evitar justamente isso: escrever por escrever, sem ter nada para acrescentar. Tivemos a Copa do Mundo feminina, a Copa América, Neymar e tantos outros pratos saborosos para explorar. Mas o assunto de hoje é felicidade . É sobre o único tema que consigo tratar.

Eu tenho me sentido feliz nos últimos dias . E é aquela alegria sem razão ou circunstância, sem obrigação ou devoção, causa ou aparência. Nos últimos dias tenho lembrado de coisas engraçadas que aconteceram comigo, como quando joguei uma bituca de cigarro na bolsa de uma mulher, num bar. Eu ainda fumava. Fui me livrar daquele troço fedorento e, como Michael Jordan, acertei precisamente o zíper aberto . Na mosca.

Leia também: Tite monta Seleção para duelo contra o Paraguai

Imaginei um incêndio de grandes proporções. De repente a bolsa pegando fogo. E depois a mesa. E o bar. E a rua. E depois o quarteirão. E o Pacaembu, que fica lá por perto, ficaria cheio de chamas e fumaça. Tive sorte e tempo, porém, de evitar uma calamidade. Enfiei a mão na bolsa e tirei a bituca atrevida. A moça riu – não entendendo muito bem o que estava acontecendo, mas riu – e demorou uns 10 minutos para entender como poderia ter alguém tão burro e idiota por perto. Eu, no caso.

Leia Também:  Punição da Lazio por cânticos racistas é suspensa por 1 ano

O herói , no futebol, é a razão da felicidade de todo torcedor. O jogador que dribla. No jogo, o drible é a definição mais precisa de sorriso. O gol é o ponto chave. O gol separa os campeões dos rebaixados. Os vencedores dos perdedores. O herói é quem decide a partida mais difícil. E nem sempre é o craque do time. O Brasil sempre teve os seus. Pelé e Garrincha; Bebeto e Romário; Sócrates e Zico; Rivaldo e Ronaldo; Ronaldinho e Kaká. Uma infinidade de duplas e trios e quartetos e etc.

Leia também: Eles me contaram quem foi Coutinho, atacante do Santos

Neymar , hoje, é o maior candidato a herói brasileiro de sua geração. Está longe dos outros. Lesões seguidas, acusações e dificuldade em lidar com a fama estão afastando o camisa dez do próprio potencial. Seu pai não ajuda. Seus empresários não ajudam. E ele, por fim, não se ajuda. Neymar é um craque. E um craque detestado . O brasileiro não gosta do seu melhor jogador.

Leia também: Somos tão insignificantes que jogamos enquanto choramos

Neymar surgiu sorrindo. E não gostavam. Chamavam o então moleque de inconsequente por só sorrir. Driblava e sorria o tempo todo, diante de quem quer que fosse: grandalhões de quase dois metros ou fortões de cento e poucos quilos. Neymar apanhava e sorria. E hoje só tem apanhado. O sorriso do jogador foi substituído pela pose do popstar. O riso sincero deixou de ser marca registrada. Ele precisa entender que não é o dono do mundo.

Leia Também:  Juventus quer “super time” para conquistar o título da Champions League 2019/20

Ontem me flagrei cantando no carro. Cantando o que tocava no rádio, sem quase nem saber a letra, enquanto os outros motoristas me olhavam de cima pra baixo. É a tradução: estou feliz. Realmente estou me sentindo feliz, inexplicavelmente feliz nesses dias . Se há alguma torcida de minha parte em relação a Neymar, saiba: é pelo sorriso. Ele diz muito mais do que depoimentos policiais, conversas no WhatsApp e entrevistas. A bituca de Neymar ainda não causou incêndio irreversível.

Fonte: IG Esportes
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

R$ 280 que Neymar levou no Silvio Santos é igual a 57 segundos de salário no PSG

Publicado

Neymar participou do Programa Silvio Santos arrow-options
SBT / Reprodução

Neymar participou do Programa Silvio Santos

O atacante Neymar participou de um game no Programa Silvio Santos , no SBT, e levou do apresentador R$ 280 por ter feito 28 pontos no “jogo das três pistas” – na competição, ele perdeu de Patrícia Abravanel, que fez 91.

Leia também: Neymar no Silvio Santos tem saia justa por conta de Anitta e derrota de lavada

A gravação de Neymar na emissora em São Paulo aconteceu alguns dias antes de ele viajar para França e se reapresentar ao PSG .

E Silvio Santos pagou em dinheiro, ali mesmo no palco, o prêmio do atleta. A imagem do atacante recebendo a quantia viralizou nas redes sociais, até porque o valor representa muito pouco para o atleta, que participou do jogo não por dinheiro, mas sim como estratégia de marketing.

Neymar recebendo R%24 280 de Silvio Santos arrow-options
SBT / Reprodução

Neymar recebendo R$ 280 de Silvio Santos

Mas o que é R$ 280 para Neymar?

O salário do jogador no Paris Saint-Germain é de 36,8 milhões de euros por temporada (o que na cotação atual é equivalente a R$ 154,37 milhões).

Leia Também:  Klopp confirma que Firmino vai desfalcar o Liverpool contra o Barça

Numa conta básica, o vencimento mensal de Neymar é de R$ 12,86 milhões; por dia, o jogador recebe algo perto de R$ 428.800; por hora, R$ 17.800; por minuto, aproximadamente R$ 297; e, por segundo, R$ 4,96.

Baseado nesses números, podemos concluir que os R$ 280, a sua premiação no jogo do Silvio Santos, é equivalente a 57 segundos do seu salário na França.

A participação de Neymar na atração dominical do SBT durou cerca de 26 minutos. Se convertermos isso em salário do PSG, Silvio Santos teria que pagar R$ 7.700 para o atacante da seleção brasileira.

Confira no vídeo abaixo a participação completa de Neymar no SBT:


Fonte: IG Esportes
Continue lendo

Esportes

Mais uma polêmica! Jon Jones é acusado de assédio por garçonete

Publicado

Lance

Jon Jones arrow-options
UFC/Divulgação

Jon Jones

Vindo de vitória sobre Thiago Marreta no UFC 239, realizado no dia 6 de julho, Jon Jones, mais uma vez, vê seu nome envolvido em nova polêmica. No último domingo (21), a emissora KRQE News 13 informou que o campeão meio-pesado do UFC está sendo acusado de assédio, resultante de um incidente que ocorreu em uma casa noturna situada em Albuquerque, no Novo México (EUA), em abril.

O americano teria dado um tapa de maneira inapropriada em uma garçonete que estava em serviço no estabelecimento TD’s Eubank Showclub, e também a puxou para o seu colo e beijou seu pescoço. Os detalhes surgiram de uma ligação que a garçonete fez para a polícia de Albuquerque em sua casa. A suposta vítima também afirma que Jon Jones aplicou um estrangulamento e a colocou no chão, apesar dela ter dito a ele para parar de tocá-la.

Leia mais: Adesanya provoca Jon Jones: “Agradece a Deus enquanto cheira nos bastidores”

Porta-voz do lutador, James Hallinan, em comunicado a KRQE News, negou as alegações feitas em nome do seu cliente e disse que o atleta não estava ciente das acusações até a notícia vir a público no último domingo: – Hoje a mídia falou com Sr. Jones sobre uma falsa acusação feita contra ele e os papéis foram enviados para o endereço errado. Porém, após receber os documentos pela imprensa, Sr. Jones foi imediatamente na Corte para pagar a pequena taxa de fiança e ele e outras múltiplas testemunhas estão prontos para quaisquer esclarecimentos sobre as mentiras que estão sendo ditas sobre ele – diz o comunicado. 

Leia Também:  Palmeiras vence o Grêmio pelas quartas da Copa do Brasil Sub-20

Ainda de acordo com a emissora, um relatório mostra que o campeão meio-pesado do  UFC não compareceu à corte para uma sessão de acordo pela acusação feita em seu nome. Desta forma, um mandato de prisão contra o atleta foi emitido. Outros relatórios indicam que a corte tentou enviar uma carta para “Bones” sobre o mandato, mas não tiveram êxito.

Leia mais: Jon Jones repete finalização contra Lyoto Machida e apaga fã em evento; assista

Além disso, um representante da Jackson Wink, equipe onde o atleta treina, afirmou que Jon Jones foi à Corte no último domingo após tomar conhecimento, pela imprensa, do fato. Ao chegar ao local, o americano pagou 300 dólares em dinheiro como fiança.

Jones nega acusações 

Na manhã desta segunda-feira (22), Jon Jones se pronunciou através das redes sociais para comentar sobre mais uma polêmica em seu nome. Ao ser perguntado por um seguidor se estava em “apuros” novamente, o lutador tratou de negar qualquer problema, tranquilizando seus fãs. 

Leia Também:  Punição da Lazio por cânticos racistas é suspensa por 1 ano

– Eu, definitivamente, não estou em apuros, meu amigo. Não seja tão rápido em acreditar em tudo que você lê na Internet – disse Jon Jones , afirmando ainda que pretende retornar ao octógono do Ultimate em dezembro.

Fonte: IG Esportes
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana