conecte-se conosco


Nacional

Sistema Cantareira tem menor nível em quase cinco meses

Publicado

Sistema Cantareira opera com menor volume em 5 meses
DIVULGAÇÃO / SABESP

Sistema Cantareira opera com menor volume em 5 meses

Neste sábado (2), o  Sistema Cantareira atingiu o menor nível em quase cinco meses, de acordo dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Nessa sexta (1º), o reservatório já havia entrado em estado de alerta, com 39,6% da sua capacidade. Hoje, de acordo com o site da Sabesp, o nível da Cantareira diminuiu e chegou a 39,5%. Na quinta (30), o manancial operava com 39,7%.

Anteriormente, o menor número registrado antes de o volume de água começar a subir novamente foi em 7 de fevereiro deste ano, quando o sistema chegou a 39,3% de sua capacidade. 

Em 31 de janeiro deste ano, o manancial atingia o maior volume após cinco meses em declínio , com 33,57% da capacidade. Esta porcentagem não era vista desde 17 de setembro de 2021, quando o reservatório atingiu cerca de 33,5%.

Segundo dados da Sabesp, a última vez em que o nível do reservatório atingiu 41,5% da capacidade foi em 31 de julho de 2021. Desde o segundo semestre do ano passado até janeiro de 2022, o manancial passou por um declínio, entrando em faixa de alerta após atingir menos de 30% da capacidade.

O déficit de chuvas é o fator que explica os baixos níveis do reservatório. Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), caso a situação se mantenha igual, o manancial pode chegar a setembro com 26% de seu volume.

O professor do Programa de Pós Graduação em Ciência Ambiental (PROCAM) do Instituto de Energia e Ambiente da USP (IEE-USP) Pedro Luiz Cortês, ouvido pelo iG , explicou que a situação no reservatório, aliada à falta de chuvas e os prognósticos desanimadores apontam para uma nova crise .

“Entendo que já estamos enfrentando uma crise hídrica, embora ela seja diferente da verificada entre 2014 e 2016. Se nós pegarmos o montante de água armazenado nos reservatórios, ele tem sido, ao longo do ano passado, inferior ao verificado no mesmo período em 2013, ano que antecedeu a última crise. Os nossos indicadores são piores que naquela época, mesmo considerando alguns avanços que foram conseguidos pela Sabesp”, afirmou.

Em nota ao iG , a Sabesp negou as chances de uma nova crise e informou que “não há risco de desabastecimento neste momento na Região Metropolitana de São Paulo, mas orienta o uso consciente da água, em qualquer época e em todos os municípios em que opera”.

Conforme o texto, o reservatório entrou no mês de julho na Faixa 3 – Alerta, conforme as regras da outorga (Resolução Conjunta ANA/DAEE 925/2017). “A situação não prevê alteração na operação. A Companhia está retirando atualmente 22 m³/s, inferior ao limite máximo de 27 m³/s autorizado, o que é possível graças à integração com os demais sistemas.”

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nacional

Operação Baixas Temperaturas leva 320 pessoas a locais de acolhimento

Publicado

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), informa que foram encaminhadas 320 pessoas para os serviços de acolhimento da rede socioassistencial entre as 18h de quarta-feira (10) e as 10h desta quinta-feira (11). Durante esse mesmo período foram entregues 96 cobertores pelas equipes da Coordenação de Pronto Atendimento Social (CPAS).

Desde o início da Operação Baixas Temperaturas 2022, em 30 de abril, até o dia 8 de agosto foram registrados 1.596.893 acolhimentos nos serviços da rede socioassistencial. É importante destacar que nesta ação – que será promovida até 30 de setembro – uma pessoa pode ser acolhida mais de uma vez. Além dos chamados pelo 156, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social realiza a busca ativa daqueles que se encontram em situação de rua, juntamente com as equipes do Consultório na Rua, durante as noites e madrugadas. Os encaminhamentos são executados por meio do Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS), da CPAS e dos atendimentos nas tendas. Foram distribuídos, até o momento, mais de 61 mil cobertores às pessoas que vivem em situação de rua.

Vagas

A rede socioassistencial conta com mais de 18 mil vagas. Para a OBT 2022 já foram criadas 2.044 novas vagas. Além disso, ainda no período deste inverno, estão previstas a criação de 250 vagas em novos Centros de Acolhida localizados em Perus e Santana, na Zona Norte; e Guaianases, na região Leste.

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social também informa que haverá mais 600 vagas nos prédios cedidos pela Fundação Casa, que estão em fase de análise técnica para adequações estruturais. As primeiras 100 vagas para famílias devem ser abertas neste mês de agosto no Itaim Paulista, na região Leste da cidade.

Fonte: IG Nacional

Continue lendo

Nacional

Cidade de São Paulo terá mais 12 mil pontos de WiFi Livre

Publicado

A Prefeitura de São Paulo irá lançar na próxima semana uma consulta pública para contratação de 12 mil novos pontos para ampliação da rede de WiFi Livre SP. O anúncio foi feito pelo prefeito Ricardo Nunes na manhã desta quinta-feira (11), durante a abertura do Seminário “5G.BR – O Papel Transformador da Nova Tecnologia”, promovido pelo Ministério das Comunicações

“No nosso plano de metas, assegura 20 mil pontos de WiFi Livre. Hoje temos 1080 mais 5300 ônibus, dos 13 mil que têm wifi. Semana que vem soltamos a consulta pública para contratar mais 12 mil pontos”, apontou o prefeito Ricardo Nunes. “A gente ainda tem várias ações para desenvolver na questão da cobertura de antenas. Negociamos com as operadoras mais 286 antenas instaladas na cidade para fazer a cobertura das áreas de sombra e isso está caminhando bem”, completou.

*5G

A região de Engenheiro Marsilac, no extremo Sul da cidade de São Paulo, e com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) mais baixo da capital, já conta com a tecnologia 5G. Essa afirmação foi feita também pelo prefeito Ricardo Nunes durante o seminário. “Temos 96 distritos na cidade. O que tem o pior IDH e maior problema de vulnerabilidade é Marsilac. Hoje já temos o 5G lá, na região mais pobre da cidade. Isso é um motivo de muito orgulho”, afirmou o prefeito.

O seminário marca a chegada da tecnologia 5G no Brasil e, segundo o ministro das Comunicações, Fábio Faria, as empresas que venceram o leilão têm a obrigação de instalar 372 antenas na capital paulista ainda em 2022. “Até o dia 29 de setembro serão instaladas 1522 antenas. Isso significa 309% a mais do que estava estabelecido”, disse. “A meta total para cobrir a capital, que seria até 2025, mas acredito que será até 2023, é de 3720 antenas. São Paulo estará até o dia 29 de setembro quase 50% coberta”, completou o ministro.

Durante o evento foram tratados de temas como os avanços da conectividade em um país continental, revolução na indústria e na economia, como o 5G deve alavancar o setor produtivo brasileiro, entre outros assuntos relacionados a nova tecnologia.

“O 5g é uma realidade. Ele está acontecendo. Como foi o PIX, ou seja, construções que incorporam a transformação digital não como a evolução tecnológica, mas como um instrumento de ganho para sociedade”, destacou o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim.

Fonte: IG Nacional

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana