conecte-se conosco


Internacional

Sinovac quer distribuir vacina na América do Sul junto com Butantan

Publicado


.

A chinesa Sinovac Biotech espera fornecer sua vacina experimental contra a covid-19 para mais países sul-americanos ao terceirizar alguns processos de fabricação para o Instituto Butantan, ligado ao governo do estado de São Paulo, disse o presidente executivo da companhia, Yin Weidong, nesta quinta-feira (24).

Fabricantes globais de vacina, como a Sinovac e a AstraZeneca, fizeram parcerias para a realização de testes clínicos em estágio avançado de seus produtos no Brasil, que tem o terceiro maior número de infectados do mundo.

A Sinovac planeja fornecer produtos semifinalizados ao Butantan, que fará a formulação e o envase para o fornecimento da vacina a outros países sul-americanos, disse Yin Weidong, em entrevista coletiva.

A China incluiu a candidata a vacina da Sinovac, a CoronaVac, em seu programa de uso emergencial lançado em julho, mas os testes em estágio avançado no exterior ainda não foram concluídos, o que levantou dúvidas em relação à segurança entre especialistas.

Nessa quarta-feira (23), o governador de São Paulo, João Doria, disse que dos 50 mil voluntários que participaram de testes com a CoronaVac na China, 94,7% não apresentaram qualquer reação adversa e que, no Brasil, até o momento, nenhum voluntário que participa do estudo teve qualquer efeito colateral. Ele espera que a imunização comece em São Paulo em dezembro.

Yin disse que a Sinovac está disposta a colaborar e compartilhar dados com outros países sobre o uso emergencial da vacina, se eles precisarem de programas desse tipo. Acrescentou que a empresa mantém conversas com o Chile e com outros países para a realização de estudos clínicos de Fase 3, mesma etapa que está sendo feita no Brasil e que é a última antes do pedido de registro nos órgãos reguladores.

“Diferentes países têm suas próprias opções sobre autorização para uso emergencial”, disse Yin, acrescentando não saber se eles seguirão o exemplo da China.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

Alemanha decreta lockdown parcial para conter avanço da Covid-19

Publicado


source
Alemanha
Divulgação

País vive segunda onda da doença.

Vendo um aumento no número de casos de Covid-19, o governo da Alemanha anunciou um lockdwon parcial para conter o avanço da doença.  As medidas foram anunciadas nesta quarta-feira (28) e começam a valer a partir da próxima segunda (2).

De acordo com as novas regras, bares, restaurantes e outros estabelecimentos ficarão fechados pelas próximas quatro semanas. Entretanto, escolas e estabelecimentos comerciais seguirão abertos.

A decisão foi tomada após serem registrados 15 mil novos casos da doença em 24 horas, o que representa o maior número desde o início da pandemia. Com isso, a Alemanha soma 449 mil casos de Covid-19.

O governo alemão afirma que o país tem uma quantidade de leitos suficiente para lidar com os infectados. Entretanto, a alta da ocupação hospitalar preocupa as autoridades, que temem um colapso em algumas semanas.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

França deve impor lockdown nacional de quatro semanas

Publicado


source
.
undefined

undefined


O presidente da França , Emmanuel Macron, deve impor um novo  lockdown nacional de quatro semanas para conter a disseminação da Covid-19 , de acordo com a mídia francesa.


O anúncio aconteceria após um número recorde de novos casos do novo coronavírus no país, além de um aumento surpreendente nas mortes.

Macron deve fazer um discurso televisionado na noite desta quarta-feira (28), depois de uma segunda reunião de emergência com ministros do governo. O primeiro-ministro, Jean Castex, já se reuniu com líderes sindicais e partidos de oposição para justificar a necessidade de medidas mais rígidas.

Grandes áreas da França, incluindo Paris, foram colocadas sob um toque de recolher noturn o, mas as autoridades dizem que isso não foi suficiente para deter o vírus.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana