conecte-se conosco


Tecnologia

Shota Nakama: artista que virou meme vem ao Brasil tocar música de game

Publicado

source
Shota Nakama arrow-options
Divulgação/Brasil Game Show

O produtor musical Shota Nakama volta ao Brasil para se apresentar na Brasil Game Show.


Shota Nakama vem ao Brasil para se apresentar na Brasil Game Show ( BGS ), a maior feira de games da América Latina. O artista japonês faz sucesso por produzir músicas para jogos mas, aqui no Brasil, sua popularidade tem um fator a mais: seu nome. 

Na edição passada da BGS , Shota Nakama fez muito memes viralizarem na internet por causa de seu nome. Mas parece que o músico não se incomoda, não. Em entrevista ao jornal Metro , ele conta o que pensou quando descobriu o significado de seu nome aqui no Brasil. “Eu acho hilário que meus pais foram tão progressistas, internacionais e atenciosos! Eu não me importo com os memes, quero mais!”, afirmou. 

Leia também: Games mobile: quem ganha na disputa entre Android e iOS?

Brincadeiras à parte, Shota Nakama volta à BGS para se apresentar junto com sua Video Game Orchestra , e diz que tem altas expectativas com a animação do público brasileiro. Estar em cima dos palcos, aliás, é algo que Shota sempre sonhou, e produzir músicas para games foi uma maneira de alcançar esse objetivo. 

Leia Também:  Sensor contra abuso sexual alerta que roupa está sendo tirada à força

A importância da música na indústria de games

shota nakama arrow-options
Divulgação/Brasil Game Show

Além de produzir músicas para games, Shota Nakama também se apresenta com sua orquestra.


O artista, que confessa que não joga tantos títulos quanto gostaria, garante que pratica todos os games dos quais constrói a trilha sonora, e conta que a música é uma parte crucial para a experiência dos gamers . “A música é uma coisa poderosa para todos os humanos e criaturas do nosso planeta. Ela realça nossas emoções de uma maneira única. Assim, ter uma boa música em um jogo é extremamente crucial. Faz com que a jogabilidade seja mais proveitosa, evocando todos os tipos de emoções”, afirma Shota. 

Leia também: Os principais lançamentos de games de setembro

Shota Nakama é um dos profissionais mais respeitados da produção musical para videogames e acabou inaugurando um novo conceito de apresentação musical. Com sua Video Game Orchestra, ele começou a realizar shows com orquestra, coro e banda de rock. Essa apresentação já passou por diversos países, e agora chega à maior feira de videogames da América Latina. Atualmente, o artista trabalha na trilha sonora de games como The Good Life, do SWERY , No Straight Roads, da Metronomik , e Re:Legend, da Magnum Games .

Leia Também:  Facebook investe US$500 milhões em tecnologia que controla máquinas com a mente

Brasil Game Show

BGS arrow-options
Divulgação/Brasil Game Show

A BGS acontece em São Paulo, entre os dias 10 e 13 de outubro.


A Brasil Game Show teve sua primeira edição em 2009 e, neste ano, a feira acontece entre os dias 10 e 13 de outubro, em São Paulo. Pelo evento, devem passar nomes importantes da indústria de games , como o ator Ned Luke e o produtor Yoshinori Ono . Além dos convidados especiais, a BGS conta com competições, palestras e apresentações de cosplays

Fonte: IG Tecnologia
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Tecnologia

Instagram oculta número de curtidas nos Estados Unidos

Publicado

source

Olhar Digital

instagram arrow-options
shutterstock

Instagram pretende não mostrar curtidas nos Estados Unidos


Após disponibilizar testes para a função no Brasil em julho, o Instagram está expandindo a ideia de ocultar o número de curtidas para outros lugares. Dessa vez, o país escolhido foi os Estados Unidos – local onde se concentra o maior número de usuários do Instagram, com mais de 110 milhões de usuários. Quem anunciou a novidade foi Adam Mosseri, CEO da rede social, durante a conferência WIRED25.


Nos testes realizados até o momento, as curtidas recebidas em publicações ficam ocultas em postagens no feed e nos perfis. No entanto, os donos das fotos ainda podem ver quantas pessoas curtiram suas postagens. O recurso fica restrito apenas aos usuários externos e seguidores.

Leia Também:  Facebook utilizou dados de usuários como moeda de troca, revelam documentos

Leia também: Sem fofoca: Instagram tira aba “seguindo” do aplicativo

O recurso já vem sendo testado há alguns meses no Canadá, Irlanda, Itália, Japão, Brasil , Austrália e Nova Zelândia. O Facebook , dono do Instagram , também testa algo semelhante em sua rede social , mas a ocultação de curtidas, até o momento, está restrita à Austrália.

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Tecnologia

Vídeo compara primeiro iPhone com iPhone 11, mostrando evolução; assista

Publicado

source

Olhar Digital

iPhone 11 arrow-options
Divulgação/Apple

Vídeo mostra a evolução dos iPhones


O YouTuber Marques Brownleee, do canal MKBHD, publicou recentemente um vídeo comparando o iPhone 11 com o modelo original, lançado 12 anos atrás. A idéia é mostrar a evolução da tecnologia neste período e dar uma resposta aos que sempre reclamam que o iPhone “do ano” é “igual ao anterior”, fora algumas “pequenas mudanças”. Qual seria o impacto destas mudanças ao longo do tempo?

Leia também: Como será o iPhone 12? Confira imagem vazada

A diferença mais gritante é o design . Perto de um iPhone 11 Pro Max , com sua tela de 6,5 polegadas, o modelo original parece um brinquedo. A tela de 3,5 polegadas tem resolução de apenas 320 x 480 pixels, superada de longe até mesmo pelo smartphone mais barato que você pode encontrar atualmente no mercado.


Passado o choque com o tamanho, a câmera chama a atenção. Sim, no singular, porque há apenas uma câmera, traseira, com sensor de meros 2 MP e sem flash. Fotos no escuro? Selfies? Pode esquecer. O software também é mínimo: um preview da imagem, um botão para capturar a foto e só. Nada de disparo rápido (burst), live photos, zoom, controle de exposição ou balanço de branco, nem mesmo um modo para capturar vídeo.

Leia Também:  Passou do Limite? Influenciadora do Instagram é acusada de forjar acidente

Leia também: Apple, Xiaomi e Huawei: veja quem ganha na disputa de câmeras

Hoje é fácil rir de um aparelho que parece tão “simplório”, mas é preciso lembrar que seus recursos eram revolucionários para a época . Se não pelo hardware (o contemporâneo Nokia N95, por exemplo, era mais sofisticado), pelo software e paradigmas de uso que o iPhone trouxe e que hoje estão presentes em qualquer smartphone . Coisas como uma tela grande e capacitiva, controle por gestos, uma interface coerente e unificada, uma loja de apps (a partir da versão 2.0 do iOS) e mais.

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana