conecte-se conosco


Policial

Sesp deflagra operação na zona rural dos 141 municípios de Mato Grosso

Publicado

A ação integrada segue até o mês de setembro com fiscalizações nas principais vias de acesso

Hérica Teixeira | Sesp-MT 

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) deflagrou nos 141 municípios de Mato Grosso a operação “Zona Rural I”. A ação, que começou na terça-feira (20.08), visa o enfrentamento aos crimes praticados em regiões rurais, a exemplo de roubo e furto de animais, agrotóxicos, cargas, implementos agrícolas, dentre outros. A operação integrada segue até o mês de setembro.

A ação preventiva e repressiva é coordenada pela adjunta de Integração Operacional (Saiop) da Sesp e contempla as 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps). Compõem o efetivo da operação profissionais da Polícia Militar (PM) e Polícia Judiciária Civil (PJC).

O secretário da Saiop, coronel PM Victor Fortes, destaca que a operação integrada é para reforçar o policiamento na zona rural. Neste período, as forças de segurança vão realizar barreiras nas vias de acessos, abordagens e visitas as propriedades rurais.

“Nosso objetivo é fortalecer o policiamento fora da zona urbana com ações preventivas e repressivas. Nossos policiais já atuam de forma efetiva nas cidades. De forma integrada, a Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil vão atuar dentro da necessidade de cada município com ações nas principais regiões”, enfatiza.

São denominadas cidades polos de cada Risp, de um a 15, Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças, Cáceres, Tangará da Serra, Juína, Alta Floresta, Vila Rica, Primavera do Leste, Pontes e Lacerda, Água boa, Nova Mutum e Guarantã do Norte.

Operações Integradas

De janeiro a julho, a Secretaria de Segurança Pública realizou 48 operações integradas atendendo 137 municípios. Foram cumpridos 302 mandados de busca e apreensão, 157 mandados de prisão, internação cautelar e prisão temporária cumpridos, 528 flagrantes delitos, 103 armas de fogo apreendidas, 147 veículos recuperados e 604 pessoas conduzidas à delegacia ou presas.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Polícia Civil e Procon fiscalizam farmácia denunciada por aumentar valor de ivermectina em 866%

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada do Consumidor (Decon), e parceria com o Procon Municipal de Cuiabá realizou na manhã desta quarta-feira (01.07), a fiscalização em uma farmácia de manipulação denunciada por aumentar o valor do medicamento ivermectina em mais de 865%.

De acordo com a denúncia, no dia 16 de junho a comunicante comprou 60 cápsulas do medicamento utilizado para tratamento do Covid-19, pelo valor de R$ 59. Aproximadamente uma semana depois, no dia 23 de julho, foi repassado à consumidora pela a mesma quantidade do medicamento, o valor de R$ 570, totalizando um aumento de 866% no valor do produto.

Inconformada com aumento do preço no curto espaço de tempo, a consumidora procurou a Decon para registrar a ocorrência. Com base nas informações, os policiais da Decon e a equipe de agentes do Procon foram até a farmácia de manipulação, onde foram atendidos pela responsável pelo estabelecimento que apresentou cópias das notas de compra da matéria prima.

Segundo a responsável, a substância vem da China e Índia e em novembro de 2019,  a farmácia adquiriu um quilo do insumo utilizado na manipulação da ivermectina pelo valor de R$ 105. Na segunda quinzena de junho deste ano, a mesma quantidade do produto foi comprada pelo valor de R$3,4 mil, um aumento de mais de 3000% no preço. Ela informou ainda às equipes que outros medicamentos utilizados no tratamento do Covid-19, como a hidroxicloroquina, o aumento de preço da matéria-prima foi ainda maior.

Segundo o delegado da Decon, Rogério Ferreira, nos últimos dias, a imprensa tem divulgado que profissionais da saúde têm recomendado o uso do medicamento ivermectina e de hidroxicloroquina para o tratamento da COVID-19, “Esse fato tem feito a procura pelos medicamentos aumentarem bastante, levando a Polícia Civil e o Procon  procurarem coibir e reprimir eventuais práticas de aumentos abusivos de preços ao consumidor”, disse o delegado.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Autores de roubo têm prisão cumprida em operação integrada de combate a criminalidade

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois suspeitos de envolvimento em crimes de roubo tiveram mandados de prisão cumpridos durante continuação da operação integrada da Polícia Civil e Polícia Militar, deflagrada para reprimir crimes na região dos municípios de Santo Antônio de Leverger (34 km ao leste de Cuiabá) e Barão de Melgaço (113 km ao sul da capital).

Os suspeitos foram identificados em investigações da Delegacia de Santo Antonio de Leverger como envolvidos em roubos ocorridos no município, tendo os mandados de prisão representados pelo delegado Cláudio Freesz.

Com base nas investigações, as ordens judiciais foram expedidas pela comarca de Santo Antônio e após terem as prisões devidamente cumpridas, os suspeitos foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória de Várzea Grande.

Segundo o delegado, Cláudio Freesz, as investigações e a operação ainda continuam com a finalidade identificar suspeitos de envolvimento em outros crimes. “O trabalho visa eliminar o número de crimes e contravenções cometidos nos dois municípios (Santo Antônio e Barão de Melgaço) levando à prisão os envolvidos nas ações criminosas”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana