conecte-se conosco


Política MT

Servidores realizam passeata de apoio a Emanuel Pinheiro e lembram salários em dia, RGA e aumentos em Cuiabá

Publicado

Ato de apoio reuniu mais de dois mil veículos na manhã desta sexta-feira [Fotos – Assessoria]

Servidores públicos estadual e municipal realizaram na manhã desta sexta-feira (30) uma mega carreata em apoio à reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).  Foram mais de dois mil veículos que ‘tomaram conta’ das ruas de Cuiabá.

A carreata teve início no estacionamento do Palácio Paiaguás e na região do Centro Político Administrativo (CPA), seguiu rumo as avenidas do CPA e Miguel Sutil, terminando o percurso na  Orla do Porto.

O ato foi realizado por servidores do município e do Estado. “É a carreata do servidor, estamos com Emanuel em respeito ao povo e a nossas famílias. Nós, somos aqueles que fazem girar o dinheiro no comércio, a feira, o mercado, no shoppings e outros. Hoje é dia do servidor público mostrar quem queremos”, discursou o sindicalista, Antônio Wagner.

Servidor há 37 anos, Edgar Graciano Marques, aponta que o atual prefeito foi o único que respeitou o servidor público. “Nesses anos todo como servidor, o melhor prefeito que já tivemos. Estamos muito satisfeitos”, agradeceu.

Adjane da Silva Prado, servidor há 30 anos, elogiou a gestão e avalia que Cuiabá é outra após a gestão Emanuel.  “Sou voluntário aqui nesta carreata e apoio o prefeito. Cuiabá  é outra depois dele, o melhor prefeito que já tivemos. É só observar o antes e depois. Temos uma saúde melhor, uma educação melhor, infraestrutura e outros benefícios. Rumo à vitória”, parabenizou o servidor.

A gestão atual paga rigorosamente o salário do funcionalismo público no último dia de cada mês, 13º salário em dia. Além disso, Emanuel priorizou a implantação de Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para 12 categorias, o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) e também reajuste salarial.

“Servidor público merece respeito. Se eu consegui fazer esta gestão de sucesso, tenho muito que agradecer a eles, meu braço direito na administração. Só foi possível fazer Cuiabá ser administrada para todos, nos locais onde os serviços da prefeitura não chegavam, por que eles são responsáveis por isso. Só  tenho a agradecer  o carinho”, agradeceu o prefeito.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Secretaria de Planejamento Estratégico realiza capacitação interna para discutir Plano Tático

Publicado


Planejamento Estratégico retoma ações do Plano Estratégico 2017-2024

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

A Superintendência de Planejamento Estratégico da Assembleia Legislativa retoma ações do Plano Estratégico 2017-2024, que prevê estudo para saber sobre a situação das metas e estratégias de cada unidade da Casa, para melhorar o desempenho dos objetivos traçados. A primeira etapa da retomada teve início na terça-feira (24) com a capacitação dos servidores da unidade para discutir as ações que serão desenvolvidas ao longo do próximo ano junto aos gestores das demais unidades da ALMT.

“É imprescindível, neste momento, reavaliarmos as condições dos projetos que já vinham sendo desenvolvidos e fazer as adaptações considerando o comprometimento das atividades ao longo deste ano e as estratégias para a retomada dentro de uma realidade de trabalho diferente”, avalia o superintendente de Planejamento, coronel Joselito Espírito Santo de Paula.

Ele explica que a fase atual do planejamento prevê o desenvolvimento do Plano Tático, que foca nas ações mais concretas e específicas para cada unidade, a serem trabalhadas em médio prazo e em conjunto com os gestores.

Após essa capacitação para estabelecer diretrizes, serão formados grupos de trabalho para desenvolver os projetos junto de cada secretaria. Eles devem ser criados de forma a garantir que os objetivos estratégicos sejam alcançados. “Vamos primeiro planejar, definir equipes, depois ir aos setores da Casa, colocar tudo em andamento e em seguida fazer o acompanhamento para avaliar os resultados”, anunciou Joselito na reunião. As atividades estão previstas para começar após o recesso de final de ano.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Alan Porto será ouvido em Plenário nesta quarta-feira (25) sobre medidas do governo que afetam a educação pública

Publicado


Agenda atende convocação dos deputados Lúdio Cabral e Henrique Lopes

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O secretário estadual de Educação, Alan Porto, presta esclarecimentos no Plenário da Assembleia Legislativa a partir das 8 horas desta quarta-feira (25). A agenda atende a convocação dos deputados estaduais Lúdio Cabral (PT) e Henrique Lopes (PT), que foi transformada em convite pela Mesa Diretora. Lúdio vai cobrar do secretário explicações sobre o fechamento de cerca de 300 escolas estaduais em Mato Grosso e de 21 Centros de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) anunciado pelo governo, entre outras questões.

“O governador coleciona maldades contra a educação pública de Mato Grosso e contra os trabalhadores da educação. A mentalidade de patrão, mais uma vez, falou mais alto, e ele decidiu fechar 300 escolas estaduais para cortar custos. Mas o governador não considera o custo social dessas medidas economicistas”, afirmou Lúdio.

Lúdio, que é médico sanitarista, observou que o fechamento de escolas e a concentração de estudantes em um número menor de unidades escolares provoca aglomerações, o que não é recomendado em função da pandemia de covid-19. A retomada das aulas presenciais em Mato Grosso está prevista para fevereiro de 2021.

“Estamos no meio de uma pandemia e não se faz retorno seguro fechando escolas e aglomerando alunos e trabalhadores em um número menor de escolas. A educação precisa de fortalecimento, de melhorias na estrutura das escolas e nas condições de trabalho, para que a educação aconteça próximo de onde as crianças e os jovens vivem. Com as escolas fechadas, onde eles vão estudar? É preciso investir em educação e não cortar, como o governador maldosamente vem fazendo”, disse Lúdio.

O deputado vai cobrar também esclarecimentos sobre a privatização da formação dos educadores com o fechamento dos Centros de Formação dos Profissionais da Educação Básica (Cefapro), além de medidas para nomeação de classificados e habilitados no cadastro de reserva do último concurso e atribuição de aulas de professores interinos.

Na semana passada, Lúdio realizou uma reunião com o secretário, a equipe técnica da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e o Fórum de Educação de Jovens e Adultos e, na ocasião, Alan Porto se comprometeu a paralisar o fechamento dos Cejas e discutir com o fórum o projeto do governo para mudar a política de EJA em Mato Grosso. A Seduc deve apresentar os estudos ao fórum na próxima sexta-feira (27).

Fonte: ALMT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana