conecte-se conosco


Esportes

Série C – Em casa, Luverdense perde do Ypiranga-RS e está praticamente rebaixado

Publicado

O Ypiranga-RS assumiu a vice-liderança do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C ao vencer o Luverdense-MT, em pleno Passo das Emas, com gol anotado por Marco Antônio, aos três minutos da etapa inicial. Se de um lado, se viu alegria, pelo lado do Luverdense a derrota, a quinta, praticamente zerou as chances do time permanecer na Série C. A queda para a Série D, no ano que vem, é iminente.

Para se salvar da degola, o “Verdão do norte”, com 13 pontos, terá que vencer as duas partidas que restam, o Boa Esporte e o já rebaixado Athlético Acreano e ainda torcer por uma combinação de resultados nas duas últimas rodadas. Já o Ypiranga, agora com m25 pontos, ocupa a segunda posição na tabela, já garantiu a próxima fase e já sonha com o acesso.

O Jogo –  Precisando vencer, o time da casa partiu para cima, mas, aos dois minutos perdeu a bola no ataque e foi surpreendido pelo gol dos visitantes.

Precisando reagir e virar, o Luverdense se lançou ao ataque, perdendo inúmeras oportunidades. Goteira e Tozin não se acertavam, embora o time de Júnior Rocha dominava a partida. Com maior posse de bola, o técnico local viu ainda Felipe, Magno e Douglas, que entrou no fim, desperdiçarem chances preciosas.

Na volta para os segundo tempo, Júnior Rocha tirou Jeferson Recife e Goteira, entrando Samuel Balbino e Douglas, o time cresceu em campo, mas as chances, duas, principalmente, continuaram se perdendo por precipitações.

Retrancado e sofrendo uma enorme pressão, o técnico do Ypiranga, Fabiano Daitx, reforçou o setor defensivo, sacando o lateral Ávila e mandando a campo Vagner e trocando o volante Jackson por Lima. Foi o bastante para segurar a pressão até os 50 minutos da etapa final, com cinco minutos de acréscimo. E foi só: vitória simples para felicidade dos gaúchos.

 

Próximos jogos

O Luverdense volta a campo no próximo dia 15, recebendo o Paysandu (PA), no Passo das Emas. Já o clube gaúcho recebe o Boa Esporte (MG) no estádio Colosso da Lagoa, em Erechim, no dia 18.

Luverdense-MT x Ypiranga-RS

Local: Passo das Emas (Lucas do Rio Verde-MT)

Data: 11/08/2019

Horas: 17 horas

Árbitro: Lucas Paulo Torezin (PR)

Assistentes: Luciano Roggenbaum (PR) e Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR)

Cartões: Gabriel (Luverdense) e João Victor (Ypiranga)

Expulsão: Gabriel Honório (Luverdense) e

Gols: Marco Antônio (pênalti), aos 3 do 2T

Luverdense MT:

Edson;
Pedro Costa, Helder, Lucão e Jeferson Recife (Samuel Balbino); Evandro, Magno (Igor), Leo Goteira (Douglas) e Felipe Kauê; Tardelli e Tozin. Técnico: Júnior Rocha

Ypiranga-RS

Deivity;
Saimon, Douglas, Renato e Roger; Fidelis, Reinaldo e Ávila (Vagner);
Jackson (Lima), Quirino e Marco Antônio (João Victor). Técnico: Fabiano Daitx

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Botafogo e Fluminense querem impugnação do arbitral da Ferj

Publicado


.

A bola segue dividida entre os grandes clubes cariocas. Seguindo diversos protocolos de segurança para evitar o novo coronavírus (covid-19), Vasco e Flamengo defendem a volta do futebol. Do outro lado, Botafogo e Fluminense se mantêm contrários e pedem agora o cancelamento do arbitral da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), que tinha o aval da Prefeitura do Rio de Janeiro para voltar aos treinos na próxima terça (26) e prevê o reinício do campeonato estadual em 14 de junho.

Em coletiva nesta segunda (25), o prefeito do Rio, Marcello Crivella explicou que o retorno da competição vai depender da curva de casos da doença no próximo mês: “Nós propusemos jogos em julho sem torcida, mas os clubes pediram para verificar a curva em meados de junho. Se será na segunda quinzena de junho a volta do Carioca, ainda não podemos prometer”.

Alvinegros e tricolores não estiveram presentes na reunião da Ferj com a Prefeitura e agora pedem o cancelamento das decisões tomadas pelo Arbitral. O documento, assinado pelos presidentes Nelson Mufarrej e Mário Bittencourt (Botafogo e Fluminense), traz 30 itens e considera precoce o retorno do futebol, indicando como desnecessário colocar em risco a saúde de atletas, funcionários e familiares deles neste momento.

Uma saída apontada pelo arbitral seria realizar jogos em locais menos afetados pela pandemia. Segundo o boletim divulgado na noite desta segunda pela Secretaria Estadual de Saúde, o Rio tem 39.298 casos e covid-19 e 4105 óbitos. Deste número, 22.466 casos se concentram na capital, que registra 2.831 mortes.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Esportes

Crivella diz ter acordo para retorno de treinos, mas Fluminense nega

Publicado


.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta segunda (25) um plano de retorno do futebol na cidade. Assim, os treinamentos coletivos, como os trabalhos táticos e físicos, serão permitidos a partir de junho. Levando em consideração decreto municipal em vigor, que estabelece as regras de isolamento social de combate ao novo coronavírus (covid-19), atualmente estão liberadas somente atividades médicas e de fisioterapia.

“Volta ao gramado! Em comum acordo, ficou estabelecido que os treinos e rachões serão permitidos a partir de junho, respeitando o protocolo de segurança para atletas e outros profissionais envolvidos. Já conseguimos ver no horizonte um retorno, mas que não é agora. Quero agradecer aos clubes que aceitaram o acordo para a volta dos treinamentos no mês de junho. Dependendo das curvas, marcaremos então as datas para os últimos jogos do campeonato que ficou por terminar”, declarou Crivella.

Esta foi a primeira entrevista coletiva concedida pelo chefe do executivo municipal após reunião neste domingo (24) com os clubes da Série A do Carioca e a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). O prefeito diz que Botafogo e Fluminense, os únicos ausentes de ontem, concordaram em conversa por telefone com a sinalização de retorno. Porém, em nota, o tricolor nega qualquer contato do prefeito: “O Fluminense vem a público esclarecer que não fez nenhum contato telefônico com a Prefeitura e tampouco com o prefeito, seja para tratar da reunião em que se discutiu a volta do futebol ou para qualquer outro assunto”.

Já o Alvinegro se manifestou através de sua conta no Twitter, confirmando o diálogo com Crivella: “O Botafogo confirma contatos telefônicos com o prefeito Marcelo Crivella, onde reforçou seu posicionamento e pontuou que o momento não é de retomar os treinamentos presenciais, sugerindo que seja realizado em oportunidade futura, dependendo do estágio da covid-19. Com a sugestão para os treinos ocorrerem somente a partir de 1/6 e volta dos jogos no período entre 28/6 e 4/7”.

O Flamengo, que emitiu nota na semana passada ratificando a retomada dos treinamentos na última quarta (20) no Centro de Treinamento George Helal (Ninho do Urubu), o que ainda não é permitido por decreto municipal, disse que mantém as atividades no CT hoje, mas não explicou como serão os trabalhos: “O Clube de Regatas do Flamengo informa que todos os atletas e colaboradores da comissão técnica testaram negativo no exame semanal de coronavírus, realizado nesta segunda (25), no CT. O clube reforça que trabalha em acordo com o protocolo da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) para conceder a biossegurança necessária no Departamento de Futebol”.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana