conecte-se conosco


Esportes

Série B – Cuiabá 0 x 1 Atlético-GO: Dourado engata a quarta derrota, cai para 15º, e Dragão vai a 6º

Publicado

O Cuiabá voltou a perder em casa jogando bem. Dourado está duas posições da degola e o Dragão foi a sexto / Foto: Ascom Cba

O Cuiabá terá a folga da Copa América para se acertar. O Dourado recebeu na noite desta terça-feira 11 o Atlético-GO, na Arena Pantanal, pela 8ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e engatou a quarta derrota consecutiva. O Atlético, que veio para a briga pelo G4, terminou em sexto, com 14 pontos. . A partida desta terça-feira foi a última antes da pausa para a Copa América.

Com o segundo triunfo consecutivo, o Dragão sobe para a sexta colocação, atinge os 14 pontos e fica a apenas um da quarta colocada Ponte Preta, enquanto o Dourado atinge a quarta derrota seguida e o sexto jogo sem vitória, e segue beirando o rebaixamento, na 15ª posição, com apenas 8 pontos.

Apesar de dominar grande parte da primeira etapa, o Dragão não conseguiu levar perigo ao gol adversário. Já o time de Cuiabá, mesmo com menos chutes, quase abriu o placar em três oportunidades, porém parou nas grandes defesas do goleiro Kozlinski. Com isso, o jogo foi para o intervalo zerado.

A etapa final começou muito equilibrada, até que Jarro Pedroso balançou as redes aos 15 minutos e deixou os comandados de Wagner Lopes em vantagem. O Cuiabá tentou reagir, mas demonstrou muito nervosismo, teve o  volante Jean Patrick expulso, e terminou com um resultado adverso no final.

O jogo

O primeiro grande lance da partida aconteceu apenas aos 21 minutos da etapa inicial pelo Atlético-GO. O atacante Jarro Pedroso fez grande jogada dentro da área, driblou a marcação e chutou firme. O goleiro Victor Souza fez bela defesa e salvou a meta do Dourado.

Leia Também:  Vôlei Masculino: Seleção brasileira inicia treinos no Aecim Tocantins

Menos de dois minutos depois, aos 23, o Dragão chegou mais um vez. O camisa 10 Matheuzinho mandou uma bomba da intermediária e Victor fez mais uma boa defesa.

O time da casa teve a primeira oportunidade aos 28 minutos. Após receber bola na entrada da área, o volante Alê finalizou no canto e exigiu grande interceptação do goleiro Kozlinski.

A equipe de Itamar Schulle chegou mais um vez aos 35 minutos do primeiro tempo. Hugo Cabral fez grande jogada, chapelou o adversário e partiu em direção à meta adversária, porém chutou fraco e Kozlinski salvou sem dificuldades.

Menos de quatro minutos depois, aos 39, o Cuiabá teve a melhor chance da partida. O volante Alê ajeitou para Jean Patrick, que chutou forte de primeira da entrada da área, mas o goleiro do Dragão fez uma brilhante defesa. A bola ainda bateu no travessão antes de sair.

Logo na primeira boa jogada do segundo tempo, aos 15 minutos, o Atlético-GO balançou as redes. Pedro Raul e Matheuzinho fizeram boa jogada e o meia cruzou na medida para a área. Livre, o atacante Jarro Pedroso cabeçou firme e marcou para o time visitante.

Os comandados de Wagner Lopes quase ampliaram, aos 22 minutos. O volante Moacir chutou de longe, mas o goleiro Victor Souza fez uma defesa no meio do gol.

Leia Também:  Canadá vence a Nova Zelândia e se classifica para as oitavas do Mundial feminino

A equipe da casa quase igualou o placar aos 27 minutos. Dentro da área, o atacante Felipe Marques chutou, o goleiro Kozlinski defendeu com os pés e, no rebote, Caio Dantas mandou para fora.

Já aos 38 minutos do segundo tempo, o Cuiabá quase empatou. Após cruzamento, o meia João Henrique cabeceou, porém a bola saiu pela linha de fundo.

O Dragão teve a chance de ampliar aos 46 minutos. O atacante Pedro Raul recebeu grande passe de André Luis, mas finalizou em cima do goleiro adversário. No rebote, Jarro Pedroso atingiu o zagueiro do Cuiabá e perdeu a chance de matar a partida.

Nos acréscimos, aos 47, os mandantes tiveram a última chance do jogo. Depois de cobrança de escanteio de João Henrique, o zagueiro Ednei testou sozinho, a bola passou perto da trave, mas acabou fora.

FICHA TÉCNICA CUIABÁ 0 X 1 ATLÉTICO-GO

Local: Arena Pantanal, Cuiabá (MS)
Data: Terça-feira, 11 de junho
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Adriano Milczvski (PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos e Rafael Trombeta (PR)
Cartão amarelo: Jonathan, Mike, Oliveira (Atlético-GO) Jean Patrick (Cuiabá)
Cartão vermelho: Jean Patrick (Cuiabá)

GOLS:
ATLÉTICO-GO: Jarro Pedroso, aos 15 minutos do segundo tempo;

CUIABÁ: Victor Souza; Toty (Rincon), Ednei, Alef e Danilo; Djavan (João Henrique), Alê, Jean Patrick e Escudero (Caio Dantas); Felipe Marques e Hugo Cabral.
Técnico: Itamar Schulle

ATLÉTICO-GO: Kozlinski; Jonathan, Oliveira, Gilvan e Nicolas; Pedro Bambu, Moacir e Matheuzinho (Kauê); Jarro Pedroso, Mike (André Luis) e Gilsinho (Pedro Raul).
Técnico: Wagner Lopes

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Campeão do Mundo em 2014 planeja se aposentar com apenas 33 anos

Publicado

Jogadores da Alemanha comemorando gol
Lalo Villar/AP

Jogador campeão do mundo com a Alemanha em 2014 planeja se aposentar com apenas 33 anos.

Um dos pilares do Real Madrid e da seleção da Alemanha nos últimos anos, o meia Toni Kroos já faz planos para se aposentar. Aos 29 anos, o jogador projeta disputar apenas mais 4 temporadas como profissional e se aposentar com apenas 33 anos.

Leia também: Bayern monta lista de reforços para a próxima temporada, diz jornal

Em entrevista ao jornal alemão Bild, Kroos disse que o contrato com o Real Madrid, seu atual clube, foi pensado para acabar justamente quando o meia completaria 33 anos. “A duração do contrato foi escolhida conscientemente. 33 anos seria uma boa idade para me aposentar e depois terei a oportunidade de decidir se quero fazer algo depois”, afirmou o craque.

Na mesma entrevista, Kroos comentou sobre a saída de CR7 do Real Madrid . Para o alemão, a transferência foi positiva para ambos os lados, mas ele ainda sente falta do português. “Seria estranho se alguém como o Cristiano não deixasse saudades. Ele decidiu jogos só com os seus gols”, disse o meia. 

Leia Também:  Canadá vence a Nova Zelândia e se classifica para as oitavas do Mundial feminino

Ver essa foto no Instagram

🇩🇪

Uma publicação compartilhada por Toni Kroos (@toni.kr8s) em 24 de Mar, 2019 às 4:26 PDT

Contratado após a Copa do Mundo de 2014, Kroos foi peça chave do time multicampeão do Real Madrid. Desde que chegou ao clube, o meia disputou 233 jogos, marcando 13 gols e dando 59 assistências. Seu vínculo com o clube vai até 2023, ano em que planeja se aposentar

Fonte: IG Esportes
Continue lendo

Esportes

Atleta brasileira desabafa e revela por que desistiu de vaga para Tóquio 2020

Publicado

A atleta brasileira Karen Jonz%2C tetracampeã mundial de skate vertical
Arquivo pessoal

A atleta brasileira Karen Jonz, tetracampeã mundial de skate vertical

A atleta brasileira Karen Jonz , tetracampeã mundial de skate vertical, postou um vídeo em seu canal “Garagem de Unicórnio”, na Snack, maior rede multiplataforma brasileira de social vídeo, contando o motivo de ter desistido de tentar uma vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 .

Leia também: Tóquio 2020 apresenta nova tocha olímpica sustentável e divulga programação

A atleta brasileira e influenciadora contou que sua categoria – vertical – acabou não entrando no cronograma do skate das Olimpíadas e que, desde então, vem tentando fazer a transição para as selecionadas. Ela contou, inclusive, que em 2018 acabou correndo no circuito de park, o STU.

“Não foram todas as etapas, mas participei de algumas e foi o suficiente para eu perceber algumas coisas. A primeira delas foi que eu não estava achando muito divertido, principalmente por eu não ter o mesmo desempenho que eu tinha no vert, lugar que eu estava mais acostumada e conseguia dar mais manobras e que eu gostava mais. Eu me sentia um pouco frustrada de eu não conseguir andar bem do jeito que eu gostaria”, disse Karen Jonz.

Leia Também:  Formiga renova contrato com o PSG por mais uma temporada

Confira o vídeo completo:

Ela disse também que para uma competição de alto nível como é uma Olimpíada, por exemplo, é necessário ter 100% de certeza de que está fazendo a coisa certa, e não é assim que ela está se sentindo no momento.

“Eu sei disso porque quando eu ganhei o X-Games e o Mundial, essa questão nem passava pela minha cabeça. Eu tinha muita convicção do que eu tinha que fazer e não titubeava em momento algum. Eu tinha uma certeza muito sólida de que eu queria estar alí e do que eu tinha que fazer, eu tinha medo, mas não tinha dúvida nenhuma e dessa vez não está acontecendo isso”, comentou.

Leia também: Site oficial das Olimpíadas de Tóquio inicia inscrições para venda de ingressos

Karen, que é mãe da pequena Sky, de três anos de idade, contou que antes de engravidar fazia uso de antidepressivos e calmantes, mas que a partir do momento em que descobriu a gravidez, parou de tomar. Mas após seis meses do nascimento da filha, ela voltou a sentir os sintomas, dessa vez piorados, e aí decidiu buscar tratamentos alternativos, melhorando sem o uso de nenhuma medicação.

Leia Também:  São Paulo e Bahia ficam no empate sem gols em jogo ruim no Morumbi
A atleta brasileira Karen Jonz%2C tetracampeã mundial de skate vertical
Divulgação

A atleta brasileira Karen Jonz, tetracampeã mundial de skate vertical

“Hoje eu não tomo mais nada, minha vida mudou bastante, principalmente meus hábitos e a forma como eu enxergo meu corpo, a minha relação com limites, que era algo que eu não tinha antes, pode ser que isso me ajudasse um pouco na performance, porque quando você é um atleta de alto rendimento, você tem que exigir do seu corpo até não ter mais recurso, até você dar o seu melhor e chegar onde você quer”, finalizou a atleta brasileira .

Fonte: IG Esportes
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana