conecte-se conosco


Política MT

Senadora afirma que parecer da PGR sobre sua cassação pode ter sido “por encomenda”

Publicado

Rapidez com PGR se manifestou sobre cassação levantou suspeitas da senadora de MT

A senadora Selma Arruda (PSL) emitiu nota rebateu por meio de nota o parecer assinado pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que defende a realização de nova eleição para o cargo de senador caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mantenha a cassação determinada pelo Tribunal Regional Eleitora (TER). Selma ainda levanta suspeitas sobre a rapidez com que Dodge se manifestou, cogitando a hipótese de o parecer já estar pronto “por encomenda”.

Após a procuradora-geral da República Raquel Dodge defender em parecer publicado na terça-feira (10) a manutenção da cassação e o afastamento imediato da senadora Selma Arruda (PSL), além da realização de novas eleições para o Senado, a parlamentar mato-grossense emitiu nota, onde afirma que recebeu com “estranheza”, a decisão.

Para a ex-juiza, a rapidez com que o parecer foi emitido leva a entender que já estava pronto. Isso porque o parecer assinado por Raquel Dodge foi encaminhado ainda na terça-feira ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mesmo dia em que os autos foram encaminhados ao Ministério Público Federal (MPF).

“A parlamentar manifesta estranheza pelo fato de os autos terem ido ao Ministério Público Federal na data de 10/09 e o parecer, com 75 laudas, ter sido assinado pela PGR nesta mesma data, ou seja, 10/09. Há sério indicativo de que o parecer já se encontrava pronto, por encomenda, ou que a Procurada Geral da República, Raquel Dodge, não tivesse mais nada a fazer, únicas hipóteses que justificariam tal concomitância”, diz trecho da nota.

Na nota, Selma ainda ressalta que o parecer da PGR não o trata de pedido de afastamento imediato do cargo.  “A PGR tão somente manifestou-se nos mesmos termos do que foi decido pelo TRE-MT, no sentido de que o acórdão, se mantido, deve ser executado após o julgamento no TSE, independentemente da interposição de outros recursos”, ressaltou.

Selma foi cassada em abril deste ano por decisão unânime do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por caixa 2 e abuso de poder econômico. Desde que foi cassada, Selma aguarda julgamento de recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que tem como relator o ministro Og Fernandes.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Em Cuiabá, Elizeu Nascimento reivindica construção de escola em residencial

Publicado

Foto: ELIEL TENORIO PEREIRA

 Com o objetivo de garantir o acesso a educação, o deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) apresentou em Plenário, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), indicação apontando a necessidade de viabilizar a implantação de uma escola estadual nas dependências do Residencial Santa Teresinha em Cuiabá/MT. As escolas que se encontram mais próximas do residencial estão a cerca de 12 a 15 km do condomínio e isso dificulta a vida dos estudantes. O parlamentar justifica a necessidade da edificação de uma unidade escolar na região.

“O residencial Santa Teresinha conta com cerca de cinco mil famílias, por isso, seria muito importante, para os moradores que tivesse uma escola estadual na região, todavia, o que acontece, hoje, é que os estudantes são obrigados a percorrer uma longa distância para ter acesso a educação”, justifica o parlamentar.

A indicação, enviada ao governador do Estado de Mato Grosso, Mauro Mendes, com cópia a Sra. secretária de Estado de Educação Marioneide Kliemaschewsk, foi apresentada no dia 12 de fevereiro (quarta-feira).

Fonte: ALMT
Continue lendo

Política MT

Inauguração da BR-163 é marco para governo federal, diz Delegado Claudinei

Publicado

Foto: Sandra Costa

Após participar da inauguração da BR-163, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) avaliou que a obra é um marco do presidente da República, Jair Bolsonaro, que participou da cerimônia de entrega, na última sexta-feira (14). O evento foi realizado no km 102, o "Marco Zero" da rodovia, em Cachoeira da Serra (PA), na divisa com o estado de Mato Grosso.

“Ouço as pessoas dizendo que o presidente Bolsonaro apenas inaugurou BR-163, pois esta já estava praticamente pronta, que asfaltar 51 quilômetros qualquer prefeito faria. Mas, eu me pergunto: por que os governos federais anteriores não concluíram essa importante obra para o desenvolvimento de Mato Grosso e do Brasil?”, indagou Delegado Claudinei.

Para o parlamentar, a conclusão da pavimentação asfáltica desta rodovia vai impactar de forma significativa na economia com a redução dos gastos com logística.

“Era uma obra muito esperada por todos, desde os que moram à beira da via aos que transportam por ela até o Porto de Miritituba. Isso fará com que a produção mato-grossense ganhe competitividade. Então, só temos que parabenizar o governo federal”, afirmou Claudinei.

Também participaram do evento: os ministros general Augusto Heleno (Segurança Institucional), Onix Lorenzoni (Casa Civil), Luiz Eduardo Ramos (Governo); o diretor do Dnit, general Santos Filho; os governadores de Mato Grosso e Pará, respectivamente, Mauro Mendes e Helder Barbalho; o ex-governador Blairo Maggi; os deputados federais Neri Geller, José Medeiros e Nelson Barbudo; os deputados estaduais Ondanir Bortolini, o Nininho, Wilson Santos, Xuxu Dal Molin, Elizeu Nascimento, Silvio Fávero, e os prefeitos Binotti (Lucas do Rio Verde), Rosana Martinelli (Sinop) e Terezinha Guedes (Nova Santa Helena).

Fonte: ALMT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana