conecte-se conosco


Mato Grosso

Sema garante novos equipamentos que fortalecerão fiscalização ambiental

Publicado


.

O Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA) e a Delegacia Especializada de Meio Ambiente receberam nesta sexta-feira (22) uma camionete, um barco e equipamentos de campo. A entrega foi realizada por meio do Programa de Apoio Operacional da Usina Hidrelétrica de Sinop dentro do processo de licenciamento realizado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

“A entrega foi feita para fortalecer as ações de campo e o apoio que essas instituições nos dão nas ações de proteção ao meio ambiente”, destacou a secretária adjunta de Licenciamento Ambiental e Recursos Hídricos da Sema, Lilian Santos, que representou a secretária Mauren Lazzaretti durante a solenidade.

Os equipamentos e veículos doados pela UHE Sinop foram recebidos pelo tenente coronel Rodrigo Eduardo Costa, comandante do BPMPA, e pela delegada Alessandra Saturnino, titular da Delegacia Especializada de Meio Ambiente.

“A Sema reconheceu nossas dificuldades e necessidades e intercedeu por nós no processo de licenciamento para que também fossemos contemplados dentro do Plano de Apoio Operacional”, agradeceu o comandante.

Sede nova

O Casarão do Parque Estadual Mãe Bonifácia irá abrigar a sede administrativa do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA). A entrega das chaves foi feita ontem (22), formalizando o acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente firmado em dezembro de 2019.

A partir da instalação da sede, o Batalhão irá atuar com atividades de educação ambiental, fiscalização e segurança da unidade de conservação que atualmente é um dos cartões postais de Cuiabá.

“Estou na Sema há 22 anos e lembro que o Batalhão sempre nos apoiou para proteger nossas vidas durante os trabalhos de campo. É uma honra recebê-los aqui neste espaço que já foi ocupado, demonstrando a integração entre os órgãos que lutam pela proteção do meio ambiente e qualidade de vida da população”, destacou Lilian Santos.

Para o Tenente Coronel Eduardo, comandante do BPMPA, a utilização do Casarão pelo Batalhão trará à corporação a oportunidade de promover a aproximação com a população, por meio das ações de educação ambiental e de proteção à unidade de conservação.

O Casarão, construção icônica em madeira, estava fechado para reforma. A manutenção foi feita por meio de recursos de compensação ambiental da empresa Matrinchã Transmissora de Energia, que liga Ribeirãozinho até Paranaíta.

Fonte: GOV MT

publicidade
1 comentário

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Esposa de militar Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Esposa de militar
Visitante
Esposa de militar

Esse comandante do Batalhão ambiental não está preocupado com seus policiais, e só ir até a unidade e ver como está o prédio local totalmente insalubre, sem falar das perseguição velada por parte dele, outro sim vem acontecendo várias ameaças por parte dele, faro e que o ten Cel Eduardo só está preocupado em si promover a Cel fechado nada mais, outra coisa que me deixa na curiosidade, foi feito corridas da ambiental onde empregou praticamente todo o efetivo de serviço sendo eles obrigados a fazerem esse tipo de trabalho, a corrida tem cobrança por inscrição, recebe patrocínio e onde… Read more »

Mato Grosso

Governo assina contrato e vai pavimentar 64 km de rodovia entre Porto dos Gaúchos e Tabaporã

Publicado


.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), assinou contrato para pavimentar 64,5 quilômetros da rodovia MT-220, em Porto dos Gaúchos (650 km de Cuiabá). A assinatura do contrato é resultado de um termo de cooperação firmado entre o Governo e a prefeitura.

A pavimentação será realizada no trecho que compreende o entroncamento da MT-338, no distrito de Novo Paraná, até o entroncamento da MT-328, sentido Tabaporã. A obra vai ligar toda a região do Vale do Arinos até a BR-163 e será executada pela empresa Fratello Engenharia, cujo contrato está publicado no Diário Oficial do Estado que circula nesta sexta-feira (22.05). 

Por meio da cooperação entre Estado e município, a Sinfra ficou responsável por licitar a execução das obras, com exceção de alguns serviços que serão realizados diretamente pela prefeitura, como obras complementares e sinalização. O investimento do Estado para execução da pavimentação será de R$ 33 milhões.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, o valor de investimento é quase R$ 10 milhões abaixo do que estava previsto quando foi formalizada a cooperação. Na ocasião, o valor de referência para a licitação era de R$ 44 milhões, mas em razão de um deságio, o valor reduziu.

“Essa economia é possível porque a Sinfra está pagando em dia os fornecedores, o que estimula a competição entre as empresas para apresentar menor valor. E como retiramos da nossa planilha de licitação os valores dos serviços que o município vai executar, a economia é ainda maior. Estamos sendo capazes de entregar obras de qualidade, com baixo custo”, disse.

Segundo o secretário, a cooperação é um importante instrumento para que o Governo do Estado consiga atender a todas as demandas, com a parceria dos municípios. “Com a cooperação, o município assume a responsabilidade, também, de fiscalizar, de cobrar e nos ajuda a entregar mais melhorias ao cidadão”, afirmou.

Obras são fruto de cooperação assinada entre o prefeito Moacir Piovesan (a esquerda) e o governador Mauro Mendes

Benefícios 

Para o prefeito de Porto dos Gaúchos, Moacir Piovesan, a pavimentação vai gerar mais desenvolvimento econômico no Estado, pois a rodovia é um corredor agrícola para toda a região do Vale do Arinos, composto pelos municípios de Juara, Novo horizonte do Norte, Tabaporã, além de Porto dos Gaúchos.

“Quero agradecer ao governador Mauro Mendes e ao vice-governador Otaviano Pivetta por estarem ajudando na luta por esse asfalto. Um sonho realizado para todo o Vale do Arinos. Esse asfalto é em Porto dos Gaúchos, mas todo o Vale do Arinos utiliza ele. É uma rota agrícola para ir até a BR-163 e necessitava desse asfalto, pois ainda era terra.  Sem dúvida nenhuma vai incentivar e ajudar ainda mais os produtores e toda a população”, disse o prefeito.

Ainda segundo o prefeito, o asfalto é “sem dúvida uma das obras mais importantes do Vale do Arinos”, que vai trazer dignidade a todo o cidadão da região, que aguarda por décadas a realização dessa obra. 

“Para nós é motivo de muita satisfação e agradecimento a esse governo que está trabalhando e tendo responsabilidade com o dinheiro público. E o mais importante, vendo as necessidades. Uma obra que o governo está fazendo porque ele sabe o tamanho da produção que vai passar nesse asfalto. No que o governo do Estado precisar, somos parceiros para fazer mais pelo Vale do Arinos”, encerrou o prefeito.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Detran-MT inicia reciclagem de mais de mil veículos na região de Rondonópolis

Publicado


.

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) dá início, nesta segunda-feira (25.05), às ações de descontaminação e reciclagem de 1.120 veículos que estão em 13 unidades da Autarquia do polo de Rondonópolis, como Jaciara, Dom Aquino, Juscimeira, Poxoréo, Rondonópolis, Pedra Preta, Guiratinga, Itiquira, Alto Araguaia, Alto Taquari, Alto Garças, Primavera do Leste e Campo Verde.

O objetivo da ação é a limpeza dos pátios e a preservação da saúde pública e do meio ambiente. Segundo o diretor de Veículos do Detran-MT, Augusto Cordeiro, a estimativa para este ano é reciclar até 12 mil veículos, um serviço continuado da Autarquia para a correta destinação dos materiais poluentes e manutenção da limpeza dos pátios.

No ano passado o Detran-MT reciclou 11.267 veículos em 61 municípios de Mato Grosso.

A reciclagem é realizada com os veículos inservíveis, aqueles que não estão aptos a voltar a trafegar pelas vias públicas e que estão há mais de um ano nos pátios do Detran, sem a solicitação de retirada pelo proprietário.

“Nessa situação, o Código de Trânsito Brasileiro autoriza os órgãos a fazerem a reciclagem, que é realizada por empresas especializadas”, explicou Augusto.

O processo de descontaminação e reciclagem dos veículos inicia com a retirada da bateria, óleo, combustível e pneus, dando a empresa responsável a devida destinação exigida para cada material. Após esse procedimento, é feita a compactação, pesagem e envio do material para reciclagem.

“A limpeza dos pátios é uma das ações prioritárias do Detran com vistas a colaborar para a preservação do meio ambiente e a saúde pública, além de eliminar prováveis criadouros de insetos”, destacou o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos. 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana