conecte-se conosco


Mato Grosso

Sema entrega barcos a 30 municípios para fortalecer fiscalização em rios de MT

Publicado

Trinta municípios de Mato Grosso receberam da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) barcos com motor para auxiliar as ações de patrulhamento nos rios de Mato Grosso em combate aos crimes ambientais. A entrega foi realizada na sede da Secretaria, na quarta-feira (04.12), oportunidade em que também foi anunciado o início da construção de dez secretarias municipais de meio ambiente, totalizando o investimento de R$ 2,8 milhões com aporte financeiro do Fundo Amazônia/BNDES.

“Esse barco irá nos auxiliar muito na fiscalização da pesca predatória, porque o Rio Arinos está muito próximo a nossa cidade e temos 110 quilômetros de rio em nosso município”, comemora a secretária de Meio Ambiente e Turismo de Porto dos Gaúchos, Andira Piovesan.

A gestora também ressalta que a construção da nova sede irá proporcionar melhor qualidade de trabalho aos servidores e melhor atendimento aos cidadãos, já que o município realiza tanto ações fiscalizatórias, quanto de licenciamento de empreendimentos de impacto local.

Além de Porto dos Gaúchos, as obras para construção de estruturas para os órgãos ambientais municipais em Brasnorte, Canarana, Cláudia, Comodoro, Juara, Porto dos Gaúchos, Querência, Ribeirão Cascalheira, São Félix do Araguaia, Vila Bela da Santíssima Trindade também foram anunciadas durante a entrega dos equipamentos. Também foi realizada a entrega de 22 equipamentos GPS com câmera.

“A estratégia de Mato Grosso é fortalecer os municípios para que de forma descentralizada nós possamos aprimorar o combate ao desmatamento e aos incêndios florestais e, de forma eficiente, atender o cidadão”, explica a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti.

Para o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, a entrega demonstra o compromisso em apoiar as prefeituras para que, junto com o Governo do Estado, possam realizar o combate aos crimes ambientais.

A instrumentalização dos órgãos ambientais municipais para descentralização da gestão ambiental integra o Programa Mato Grosso Sustentável, elaborado pela Sema, que conta com o apoio financeiro do Fundo Amazônia/BNDES para prevenção e controle do desmatamento e das queimadas ilegais, por meio de ações de monitoramento, fiscalização, educação ambiental, fortalecimento da conservação da biodiversidade e incentivo ao uso sustentável dos recursos naturais dos biomas de Mato Grosso.  

Conforme explica o superintendente de Gestão de Descentralização e Desconcentração (SUGDD), Archimedes Pereira Lima Neto, para oferecer os serviços ambientais ao cidadão as prefeituras têm que seguir algumas regras, como ter a lei de diretrizes e uso dos municípios e Secretaria Municipal de Meio Ambiente, incorporando o que está previsto na Lei Complementar Federal 140, que estabelece a cooperação entre União, Estados, Distrito Federal e os municípios nas ações administrativas comuns para proteção do meio ambiente.

Dentro do projeto de apoio aos municípios, já foram feitas as entregas de motocicletas, impressoras multifuncionais, computadores e trenas.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Governo do Estado decreta luto de 3 dias pela morte de Dom Pedro Casaldáliga

Publicado


.

O Governo do Estado lamenta o falecimento do bispo emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia, Dom Pedro Casaldáliga, aos 92 anos, na manhã deste domingo (08.08), no interior do Estado de São Paulo. O governador Mauro Mendes vai decretar luto de três dias pela morte da liderança católica.

“Ele foi um exemplo para todos na luta pelos direitos humanos e contra as injustiças sociais. É uma grande perda para o mundo e seu legado e ensinamentos deverão continuar a ser seguidos por todos”, declarou o governador.

O bispo nasceu na Espanha e mudou-se para São Félix do Araguaia em 1968, onde fundou a missão claretiana no Brasil.

Dom Pedro morreu devido a infecção respiratória, que evoluiu para uma embolia pulmonar. Ele estava internado em Mato Grosso há mais de uma semana e foi transferido para Batatais (SP) na terça-feira (04.08).

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Iniciativa privada cede colaboradores e maquinários para ajudar no combate aos incêndios no Pantanal

Publicado


.

Os empresários da região da Transpantaneira estão auxiliando no combate aos incêndios no Pantanal. Fazendeiros estão cedendo colaboradores para operar as máquinas que farão os aceiros – desbaste de vegetação que impede a propagação do fogo.

“Já temos dois profissionais prontos para iniciar o trabalho nessa missão importante de combate ao fogo e logo haverá mais. Atendemos a demanda do Corpo de Bombeiros, em ação conjunta com a Secretaria de Meio Ambiente, que irá enviar maquinários apreendidos em Mato Grosso para a região”, diz Jefferson Moreno, secretário adjunto de Turismo.

A pasta é vinculada à secretaria de Desenvolvimento Econômico, que está articulando o apoio dos empresários, fazendeiros e moradores da região do Pantanal para este trabalho junto às forças de combate.

Na sexta-feira (07.08), foi deflagrada a Operação Pantanal 2, fruto de uma ação conjunta entre Governo de Mato Grosso, Forças Armadas, Ibama, Governo de Mato Grosso do Sul. Para a força-tarefa que já está atuando no local estão previstos a utilização de dois helicópteros e duas aeronaves do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT), uma aeronave do Ciopaer, uma aeronave do Sesc Pantanal e maquinários. Estiveram presentes o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, e a secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti.

O efetivo empregado na iniciativa é de 31 bombeiros militares de Mato Grosso, 12 bombeiros militares de Mato Grosso do Sul, 16 fuzileiros navais, além do apoio de 10 brigadistas do Ibama, podendo ter o efetivo aumentado, dependendo das condições encontradas durante a força-tarefa.

“O Pantanal é uma região extremamente importante para Mato Grosso. Lá temos quase 15% do rebanho do Estado e também é um rico atrativo turístico. Este trabalho dos militares do Corpo de Bombeiros, Marinha, Forças Armadas e moradores e empresários é essencial para resguardamos a fauna e flora riquíssima do Pantanal”, diz César Miranda, secretário de Desenvolvimento Econômico.

As pousadas Piuval, Rio Claro, Recanto do Jaguar, Pousada do Neco, Pousada Porto Jofre, os hotéis Santa Rosa, Pantanal Mato Grosso Hotel, Hotel Sesc Pantanal e as fazendas São João, Comitivas, São Miguel, Samambaia, a prefeitura municipal de Poconé, entre outros, estão contribuindo com o Governo de Mato Grosso para salvar o Pantanal.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana