conecte-se conosco


Mato Grosso

Sema apresenta tecnologias de combate ao desmatamento para embaixador do Reino Unido

Publicado

O embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan conheceu as tecnologias utilizadas pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) no combate ao desmatamento em Mato Grosso. Ele esteve na sede da Sema na última quinta-feira (25.07), quando foi recepcionado pela secretária Mauren Lazzaretti e os secretários adjuntos Luciano Bertinatto, de Gestão Ambiental e Valdinei Valério, de Administração Sistêmica.

Na visita, o embaixador conheceu a Superintendência de Fiscalização, Coordenadoria de Licenciamento, Coordenadoria de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental e Data Center.

A secretária Mauren destacou o empenho da Sema em aumentar a transparência e acesso aos dados. “É muito importante que as informações estejam disponíveis, hoje temos atos finais divulgados, mas o objetivo é que todo processo seja acessível. Nossa meta é o aprimoramento em segurança da informação, eficiência e rapidez”.

A secretaria de meio ambiente também explicou o sistema digital desenvolvido na Sema, que descreveu como um projeto de desenvolvimento sustentável com foco em monitoramento.

A comitiva, que também era formada por Luisa Moreira e Katerina Elias Trostmann, membros da embaixada do Reino Unido e Rita Chiletto, assessora de Assuntos Internacionais de Mato Grosso. Todos receberam explicações sobre fiscalização de desmatamento, monitoramento e manejo florestal sustentável. Também tiraram dúvidas sobre como é realizado o Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Leia Também:  CGE descarta existência de cirurgias oncológicas indevidas no Hospital de Cáceres

Na Coordenadoria de Geoprocessamento, eles conheceram o novo serviço de imagens por satélite para monitoramento preventivo, com melhor resolução. “Será um sistema de imagens diárias, que poderão ser observadas no momento do desmate. É uma ferramenta preventiva, que gera alertas de desmatamento e auxilia o trabalho de fiscalização”, afirmou a secretaria adjunta de Gestão Ambiental, Luciane Bertinatto.

O embaixador avaliou ser fascinante ver a tecnologia que está sendo utilizada para mudar a metodologia de analisar o desmatamento passando para um método mais preventivo. “É fantástico ver que o investimento que os países estão fazendo aqui realmente estão tomando forma e tendo efeito no combate ao desmatamento, que era descoberto depois que ocorria e agora será mais preventivo. Incrível conhecer um time tão capacitado e dedicado. As pessoas aqui estão realmente fazendo as coisas funcionarem sob uma liderança política muito forte”.

Fonte: GOV MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Onça é capturada em residência de Cáceres e solta novamente na mata

Publicado

Uma onça parda que foi retirada de dentro de uma residência, no bairro Cavalhada, em Cáceres, foi capturada sem ferimentos e solta em uma região de mata. A ação ocorreu de forma conjunta entre Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), por meio da Diretoria de Unidade Desconcentrada de Cáceres, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, Juizado Volante Ambiental (Juvam) ,Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Prefeitura de Cáceres.

Toda a ação foi acompanhada pelos médicos veterinários Ederson Viaro e Reginaldo Bicudo, que auxiliaram na retirada do animal. Eles realizaram o procedimento de captura por meio de dardos anestésicos para longas distâncias.

“Após 20 minutos o animal estava sedado e foi acondicionado em uma jaula para ser solto novamente na natureza. É um macho entre 45 e 50 kg e com idade entre 18 e 24 meses. Ele estava em perfeito estado de saúde, sem escoriações ou lesões aparentes, bem hidratado, sem febre, sem ectoparasitos”, explicou Ederson Viaro, que se deslocou de Lambari D’ Oeste para ajudar na operação.

Leia Também:  MT-Hemocentro intensifica campanha de doação de sangue

De acordo com Ederson, moradores locais relataram que, apesar de ser uma área urbana, situa-se nas proximidades de um córrego e do Rio Paraguai e que o local tem presença frequente de capivaras. “Desta forma, um dos prováveis motivos foi que a onça, em perseguição a um animal, se assustou com a presença de cães ou pessoas e adentrou na residência para se proteger”, pontuou o médico veterinário.

O diretor da Regional de Cáceres, Luiz Sérgio Garcia, explicou que a operação de captura ocorreu a partir de uma denúncia pelo 190 e a comunicação aos órgãos ambientais. A participação da Sema e Polícia Militar Ambiental se justificou pelo fato do animal se encontrar cativo dentro de uma residência. Em casos de animais silvestres que aparecem em ruas de vilas ou bairros a responsabilidade é do Ibama e ICMbio, que fazem o Manejo de Fauna em Vida Livre.

Após a avaliação clínica, Sema, Polícia Militar Ambiental e os médicos veterinários decidiram realocar o animal nas proximidades de onde se encontrava, na BR-174, em um ambiente semelhante ao habitat que vivia.

Leia Também:  MT vai receber R$ 23,8 milhões para combater queimadas e desmatamento

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Cedca realiza processo de escolha dos membros representantes da Sociedade Civil

Publicado

O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (Cedca-MT), vinculado à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), convoca as instituições da sociedade civil organizada, de âmbito estadual e intermunicipal, para o processo de escolha dos membros representantes da Sociedade Civil, para o biênio de 2020/2021.

A Assembleia Geral será realizada no dia 15 de outubro, às 14h, na sala da Escola de Conselhos “Rosarinha Bastos” localizada na Rua General Valle, 567, Bairro Bandeirantes, em Cuiabá. Poderão participar do processo eleitoral somente as entidades da sociedade civil organizada de âmbito estadual e intermunicipal.

Serão eleitas 18 instituições: nove ocuparão as vagas para titulares e nove as de suplentes, representando diversos segmentos de promoção, proteção e defesa, conforme o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).

Entre as instituições que devem participar estão: a Associação de Amigos da Criança com Câncer (AACC-MT), Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Associação de Primeira-Damas dos Municípios do Estado de Mato Grosso (APDM), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Comitê Pró-Infância, Conselho Regional de Serviço Social (Cress), Fundação Fé e Alegria, Federação Espírita (Feemt),Conselho Regional de Psicologia (CRP), entre outros.

Leia Também:  Policia Militar prende três por roubo a comércio em Rondonópolis

Para mais informações  entrar em contato por e-mail : [email protected] ou por telefone : (65) 3624-5796.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana