conecte-se conosco


Mato Grosso

Seis são presos por tráfico de drogas na Capital e no interior

Publicado

A Polícia Militar prendeu seis pessoas nesta terça-feira (16) por tráfico de drogas nas cidades de Cuiabá, Campinápolis, Barra do Garças e Tangará da Serra.

Uma equipe da Força Tática de Tangará da Serra prendeu D. C.S (26), após a mulher ser denunciada por vender drogas em sua residência, no bairro Jardim São Luiz.

Ao checar a informação, os policiais notaram a movimentação de pessoas, chegando e saindo da residência. Ao perceberem a presença da polícia no local, os frequentadores da casa fugiram, um deles deixou cair uma pequena porção de maconha no portão da residência apontada na denúncia.

A proprietária da casa foi abordada e no interior da residência a PM se deparou com bebê de um ano e cinco meses. Foram apreendidos no local seis porções e um tablete de maconha, além de material para embalar o entorpecente como papel filme, linha e R$ 480. A suspeita foi presa e a criança entregue ao Conselho Tutelar.

Outra residência que vendia droga também foi desarticulada pela PM, desta vez, em Cuiabá, no bairro Pedra 90. Os suspeitos W.S.B ( 28) e G.M.O (19) foram presos por policiais do 24º BPM após uma ronda  na Rua 16. A PM flagrou W.S.B vendendo porções de maconha ao adolescente  G.M.O.

Para fugir da polícia, os suspeitos tentaram se esconder em uma residência, mas foram presos. No interior da casa foram apreendidos 400 gramas de maconha, 180 gramas de pasta base, balança de precisão digital, papel filme e R$ 192.  

O suspeito W. S .B já têm passagem pela polícia pelos crimes de tráfico de drogas e posse de arma de fogo. Os dois homens foram conduzidos à delegacia.  

O 1º Pelotão de Polícia Militar de Campinápolis prendeu o casal D. M.P.S (33) e D.M.S (20) por tráfico de drogas. Com eles, a polícia apreendeu três porções de maconha e uma pedra de crack.  A prisão ocorreu durante patrulhamento na região central.

O casal tentou se afastar da guarnição, ao abordar os suspeitos a PM apreendeu uma sacola com entorpecente, um cachimbo para o uso de crack e R$ 80. Os suspeitos foram conduzidos à delegacia.

Em Barra do Garças, policiais militares prenderam W.C.S (30) na região do Porto de Baé, após abordar frequentadores do local. O homem que estava em um dos bares, foi revistado pela PM, que apreendeu uma porção de maconha na carteira do suspeito. W.C.S foi conduzido à delegacia por posse de entorpecente.  

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Sesp confirma primeira morte por Covid-19 no Sistema Penitenciário

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária, recebeu a confirmação da morte por coronavírus do reeducando Antônio Machado Jesus, de 76 anos, que estava na Cadeia de Alta Floresta. Ele foi a óbito na quarta-feira (20.05), por volta de 18h, no município. Antônio sofria de doença pulmonar crônica e hipertensão há alguns anos e era acompanhado pela equipe médica da unidade penal.

Na segunda-feira (18.05), o reeducando foi atendido na unidade com sintomas de gripe, náuseas e vômito, sendo encaminhado ao Hospital Regional de Alta Floresta. Na ocasião, o reeducando fez o teste rápido de Covid-19, que deu negativo. O hospital deu alta ao paciente na terça-feira (19.05).

Ele voltou a se sentir mal na quarta-feira (20.05) e a equipe médica da unidade o reencaminhou ao Hospital Regional de Alta Floresta, que o colocou na mesma ala em que ficam os pacientes tratados com coronavírus, onde fez novo exame laboratorial para possível detecção de Covid-19. Dias depois, houve a confirmação da morte do preso pelo novo coronavírus.

Casos confirmados

Os exames de mais sete recuperandos da Cadeia de Alta Floresta deram positivo para Covid-19. Cinco apresentam sintomas leves e estão isolados dos demais, dentro da própria unidade. Dois estão hospitalizados na rede pública do município. Outro confirmado com a Covid-19 é de Tangará da Serra. Trata-se de um andarilho que fugiu do hospital, foi preso pela Polícia Militar e descoberto que estava com mandado de prisão em aberto em Goiás.

Ele está isolado no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Tangará da Serra e aguarda o resultado da contraprova. A Justiça de Tangará da Serra determinou pelo recambiamento dele para o estado de Goiás.

No sábado (23.05), a Secretaria Municipal de Saúde de Alta Floresta realizou testes nos reeducandos da Cadeia Pública e aguarda resultado dos exames para saber se houve contaminação aos demais. Uma nova enfermaria será instalada na unidade nesta sexta-feira (29.05) e uma enfermeira será removida para ficar por 30 dias em Alta Floresta.

Na cidade, três policiais penais tiveram a doença, já estão curados e voltaram a trabalhar. Outros três policiais penais que testaram positivo para a Covid-19 estão em isolamento domiciliar.

EPI e testes rápidos

A Secretaria Adjunta de administração Penitenciária, por meio da Coordenadoria de Saúde, encaminhou Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para todas as 52 unidades penais de Mato Grosso, adquiridos com doações do Poder Judiciário por meio do Conselho de Segurança de Execução Penal (Concep) e também com recursos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).  

O Depen também fez compra de 1.500 testes rápidos para Covid-19 e será enviado para Mato Grosso para testar as cerca de 11,5 mil pessoas privadas de liberdade. Pelos protocolos de saúde, serão testados aqueles que apresentarem os sintomas.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Fiscalização vistoria preços de produtos de higiene e proteção em estabelecimentos comerciais

Publicado


.

Mais um estabelecimento comercial em Cuiabá passou pela fiscalização da equipe da Polícia Civil e Procon Estadual, nesta quarta-feira (27.05). Agentes estão percorrendo supermercados, farmácias e distribuidoras de medicamentos e produtos hospitalares para checar possível prática de preços abusivos de produtos com alta procura neste período de pandemia.

O comércio vistoriado é uma farmácia localizada na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, em Cuiabá, e foram checados preços de produtos como máscaras de proteção, álcool em gel e vitamina C.

A fiscalização da equipe integrada já percorreu, desde o início da operação, em 30 de abril, oito estabelecimentos entre hipermercados, posto de combustível, farmácia e distribuidoras de produtos médico-hospitalares.

A ação é realizada pela Equipe Especial de Pronta Resposta da Polícia Civil e conta com policiais da Delegacia Especializada do Consumidor, Gerência de Operações Especiais e Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá, além de fiscais do Procon-MT.

As equipes coletam, inclusive com imagens, informações dos produtos que depois passarão por análise para checar se há anormalidade em relação aos preços praticados.

O delegado Rodrigo Azem Buchdid, que coordena a Equipe Especial da Polícia Civil, pontua que a fiscalização checa os produtos de higiene e proteção, além de gêneros alimentícios da cesta básica.

“Focamos a fiscalização nos produtos que tiveram uma procura bastante substancial em função do período que vivenciamos. Álcool em gel, água sanitária, entre outros, cuja procura aumentou bastante após o início da pandemia, como as máscaras de proteção, cuja procura teve um aumento substancial neste período”, explica o delegado.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana