conecte-se conosco


Carros e Motos

Segunda etapa do Rally Clássico acontece dia 30 de abril, em São Paulo

Publicado

source


Modelos de várias épocas participam da prova de regularidade entre a capital paulista e a cidade de Taubaté (SP)
Divulgação

Modelos de várias épocas participam da prova de regularidade entre a capital paulista e a cidade de Taubaté (SP)

Para quem é fã do antigomobilismo, anote aí na agenda. No próximo dia 30 de abril acontece a Segunda Etapa do Rally Clássico com largada às 8h no Theatro Municipal (Praça Ramos de Azevedo S/N).

De acordo com a organização do evento, estão confirmados mais de 100 carros clássicos e colecionáveis no grid de largada, próximo à entrada principal do Shopping Light.

“O Rally Clássico São Paulo busca valorizar o centro histórico da cidade de São Paulo e tenho certeza que esta parceria renderá muitas iniciativas interessantes que contemplam esse objetivo” comemorou Pedro Candido, organizador do Rally Clássico São Paulo.

Esta é uma das provas mais competitivas de Rally de clássicos do Brasil cujo objetivo das duplas de Piloto e Navegador é seguir estritamente o roteiro estipulado mantendo médias de velocidade determinadas pela organização.

Essas médias estão de acordo com as leis de trânsito já que se trata de uma competição realizada em via pública. Os carros largam em intervalos de um minuto então você não vai ver ultrapassagens, mas sim um desfile de belas máquinas.

O Grid de largada é dividido em quatro categorias: Históricos, com veículos fabricados até 1969, Super Colecionáveis , de 1970 a 1980, Clássicos , de 1981 a 1992 e Futuros Clássicos , de 1993 em diante.

Leia Também

Entre alguns dos carros confirmados para o GRID estão: Ford Mustang Fastback 1969, Ford Modelo A 1929, Porsche 356 Coupe, Alfa Romeo GTV, Dodge Dart, entre outros.

Serviço:

O que:   Rally Clásico de São Paulo

Quando:  30 de abril de 2022

Onde: Largada no Theatro Municipal, na Praça Ramos de Azevedo, centro de São Paulo

Quanto: inscrições custam R$ 390

Fonte: IG CARROS

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carros e Motos

Empresa argentina vai fabricar veículos elétricos em Minas Gerais

Publicado

SUV A!PA é um dos  modelos conceituais que aparecem no site da Bravo Motor
Divulgação

SUV A!PA é um dos modelos conceituais que aparecem no site da Bravo Motor

A Bravo Motor Company, empresa Argentina que fábrica veículos elétricos, fecha parceria com a Rockwell Automation para a instalação de uma fábrica de carros elétricos e baterias em Nova Lima, em Minas Gerais.

O investimento total será de US$ 4 bilhões (R$ 25 bilhões) e já era anunciado desde o ano passado. Agora, a novidade é a participação da Rockwell Automation, que é especializada em automação e na produção de veículos elétricos .

A BMC operava na Argentina entre 2008 e 2012, quando se mudou para os Estados Unidos, por encontrar dificuldades de operação no país natal, e desde o ano passado possui um acordo com o governo de Minas Gerais para a criação de um parque industrial.

A Rockwell irá trazer ao projeto sua experiência em processos industriais e na implantação de linha de produções ao redor do mundo.

“Em 20 anos na indústria já vemos como a atividade industrial transforma a realidade dos países e cidades. Essa é uma oportunidade única para transformar o mundo em uma sociedade mais sustentável.” Declarou Leandro Kruger Diretor Regional da Rockwell Automation.

“Estamos contentes de agregar a nosso projeto uma multinacional como a Rockwell, que tem vasta experiência na produção de baterias em grande escala.” Completou Eduardo Muñoz, CEO da Bravo Motor Company.

A fábrica terá o nome de Colossus Cluster e a Bravo Motors está buscando mais parceiros antes do começo das obras, que tem previsão para início ainda neste ano.

A estrutura em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte, terá capacidade para fabricar 22.790 veículos 100% elétricos e 43.750 baterias por ano a partir de 2024, e espera criar cerca de 14 mil empregos diretos e indiretos.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Conversões para GNV mais do que dobram em São Paulo

Publicado

Pedidos para conversão para GNV em São Paulo aumentaram 121,8% entre janeiro e maio deste ano
Divulgação

Pedidos para conversão para GNV em São Paulo aumentaram 121,8% entre janeiro e maio deste ano

Com a alta constante no preço dos combustíveis, a instalação do Gás Natural Veicular (GNV) tem sido um refúgio para muitos motoristas, cansados de ter de fazer milagres para fechar a conta no orçamento familiar no fim do mês, além de trabalhar sem que isso prejudique na renda mensal.

Nos primeiros meses deste ano, segundo estudo do Detran.SP ,  as solicitações para o serviço de alteração de combustível GNV cresceram 121,8% no estado de São Paulo entre janeiro e maio deste ano.

Foram 3.600 pedidos nos cinco primeiros meses de 2022 contra 1.625 adaptações no mesmo período do ano passado. Na capital, o aumento foi ainda maior. O Detran.SP registrou 136,6% de crescimento. Foram 1.609 solicitações entre janeiro e maio deste ano contra 701 no ano passado. Atualmente, a frota com kit GNV no estado de São Paulo é de 256.201 veículos.

Em todo o país, o preço médio do litro da gasolina fechou o mês de junho  a R$ 7,56, alta de 10% no comparativo com janeiro. Os dados são do Índice de Preços Ticket Log (IPTL). Já o preço médio do GNV no Brasil em junho chegou a R$5,20 , segundo levantamento da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS).

De acordo com a ABEGÁS, o metro cúbico do GNV no estado de São Paulo é, em média, 18% mais barato que o litro da gasolina e abastecendo R$ 100 o motorista percorre, em média, 234 km. Com o mesmo valor, o condutor roda apenas 155 km com a gasolina ou 163 km com o etanol.

O motorista que optar pelo uso do combustível GNV deve solicitar autorização prévia junto ao Detran.SP, que resulta na emissão de um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV).

O passo a passo está disponível em:  https://tinyurl.com/3s55ww95 e o serviço é solicitado por meio do e-mail [email protected] que solicitará os devidos documentos digitalizados:

Os documentos exigidos são: 

–     Documento de identificação pessoal do proprietário do veículo

–     Certificado de Registro de Veículo (CRV) ou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) – Atenção! Se o registro do veículo ocorrer a partir de 04/01/2021, o documento que deve ser apresentado é o CRLV-e.

–     Requerimento de autorização prévia para modificação do veículo preenchido conforme modelo disponível no portal do Detran.SP

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana