conecte-se conosco


Mulher

Segredos de beleza em um curso

Publicado

Bruna Lombardi dá aula de beleza
Reprodução/Instagram

Bruna Lombardi dá aula de beleza

Nesta segunda-feira, 1º de agosto, a atriz Bruna Lombardi completou 70 anos. Continua linda, ativa e, ao que tudo indica, bem resolvida. E como acontece há mais de cinco décadas, ela deve ter respondido à pergunta feita por repórteres para dez em cada dez mulheres famosas: qual o seu segredo de beleza? Em uma pesquisa rápida na internet achei duas reportagens no dia do aniversário da atriz com o título “Bruna Lombardi revela segredos de beleza” ou algo bem próximo disso.

Se para mim ou para você que somos anônimas não é fácil encarar o envelhecimento com absoluta tranquilidade, imagine para mulheres que passaram a maior parte da vida com a imagem exposta tendo que contar para o mundo, ano após ano, o que fazem para se manter bonitas. Mesmo que esse segredo tratado como um tesouro não tenha nada demais – ela nasceu bonita e ponto final – ou corresponda a horas de tratamentos estéticos, muita maquiagem, intervenções cirúrgicas e retoques em imagens feitas por computador.

Divas que estão hoje com 50, 60, 70 anos vivenciam como qualquer uma de nós os calores do climatério, a perda de memória, a maratona de médicos e exames, a dificuldade de encontrar trabalho, limitações físicas, solidão, invisibilidade e tantos outros males que afligem milhões de mulheres comuns.

Você pode estar pensando que o interesse da mídia pela beleza das famosas é coisa de jornalista de fofoca. Mas não é bem assim. Trabalhei como repórter e editora em revistas de celebridades e devo dizer que ter a fórmula da beleza e esplendor revelada pela protagonista da novela das 8 da TV Globo – a Juma Marruá, por exemplo – pode garantir o sucesso de uma reportagem. Ou seja, mais gente vai comprar aquela revista, clicar para ler as revelações no site e ainda compartilhar o link com amigas nas redes sociais, gerando comentários e maledicências. Assim, com audiência alta, os veículos podem atrair grandes empresas a anunciarem em suas páginas.

Em última análise, o que faz um jornalista perguntar à Bruna Lombardi ou à Marquezine sobre dicas de beleza, tratamentos estéticos e produtos somos nós. Nós -eu e você. Temos curiosidade em saber como aquelas mulheres conseguem ser tão lindas. Gente que lida com comunicação, principalmente gestores de sites e revistas direcionados ao público feminino, costuma dizer que nós mulheres gostamos de ver gente bonita e temos naquelas imagens o aspiracional. Aquilo que desejamos ser ou que usamos como inspiração.

E aqui vai um alerta: neste desejo e ambição em torno dos rituais e dicas para manter a juventude eterna devemos ter cuidado. A busca por ser como a Bruna Lombardi aos 70 pode nos levar a uma espiral de tristeza e sofrimento. E vamos combinar que não precisamos disso.

E O SEGREDO DE BELEZA DA BRUNA?

Afinal, qual é o segredo de beleza da Bruna Lombardi? A atriz respondeu tanto a essa pergunta, que decidiu compartilhar seus segredos e ainda ganhar um dinheirinho com isso. Justo. Ela lançou na plataforma de ensino a distância Hotmart um curso intitulado “Beleza Holística”, onde o tema é tratado sob diferentes aspectos: emocional, mental, espiritual e físico. 

“Não existe uma pílula mágica, a verdadeira beleza é holística!”, assegura Bruna com um viés espiritualista na apresentação das aulas. “Esse curso vai te trazer [sic] um novo olhar que vai mudar pra sempre a sua forma de ver e expressar a sua beleza”, explica no texto. “Claro, vou contar todas as minhas práticas e segredos para você manter a sua beleza ao longo do tempo, em cada fase da sua vida”, garante. Custo do segredo: 997 reais à vista ou em 12 vezes sem juros.

Se vale ou não pagar para ver, você escolhe.

Ainda sobre o tema, especificamente produtos de beleza, fiz uma entrevista muito legal com a especialista em cosmetologia Maria Valéria Velasco, professora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP. No vídeo, ela fala sobre os cuidados que devemos ter com a pele e explica o funcionamento de alguns cosméticos que prometem rejuvenescer e prevenir o envelhecimento – anti-idade, antienvelhecimento, antirrugas etc.

Fonte: IG Mulher

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mulher

Laura Keller mostra como recuperou forma física pós-gravidez

Publicado

A atriz Laura Keller
Instagram/Reprodução

A atriz Laura Keller

A atriz Laura Keller mostrou nas redes sociais o antes e depois pelo qual o corpo dela passou depois de dar à luz Jorge Emanuel, 2, seu primeiro filho. Ela chegou a ganhar 23 kg e diz ter tido receio de não conseguir voltar à forma física de antes da gravidez.

Entre no canal do  iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

Em vídeo publicado no Instagram nesta sexta-feira (12), Laura fez um desabafo sobre as frases desmotivacionais que recebeu e postou momentos em que se exercita e tenta colocar uma peça de roupa que tinha antes da gestação.

“Na gravidez engordei 23kg. De 63kg para 86kg. Minhas roupas não entravam em mim, estava inchada e com retenção. Diziam que eu não ia conseguir, porque depois que tem filho, o corpo não volta. Realmente mudou, ser mãe me deixou melhor, mais maravilhosa, madura, segura, mulher”, escreveu.

Ela conta ainda que as mudanças do corpo não a desanimaram. “Um antes e depois com muito amor e satisfação. Amei cada momento do meu corpo na gestação e puerpério. Aproveitei cada fase, tive muito bom humor. Mas quando sabemos até onde podemos chegar, o foco vem e agimos para conquistar. Se ame muito sempre e corra atrás do que te faz bem e feliz”, escreveu Laura, que recebeu diversos comentários e elogios.

Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mulher

Não consegue atingir o orgasmo? Você pode ter anorgasmia

Publicado

Anorgasmia atinge até 4 em 10 mulheres
Foto: Reprodução/Freepik

Anorgasmia atinge até 4 em 10 mulheres

O desfecho de uma relação sexual, para muitas pessoas, é quando se alcança o orgasmo. Dados do periódico médico “Journal of Sexual Medicine” revelam que o clímax feminino demora cerca de 13 minutos e 25 segundos para acontecer e, para os homens, o biólogo americano Alfred Kinsey constatou que o tempo médio até o ápice sexual era de 2 minutos.

Se, mesmo com estímulos, uma pessoa não consegue atingir o orgasmo, isso pode ser um sinal de um problema fisiológico. A falta de orgasmo, conhecida também por disfunção orgásmica ou anorgasmia, é uma disfunção sexual que impede, atrasa ou diminui o prazer no clímax.

Entre no  canal do iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

Anorgasmia

O Diário de Obstetrícia e Ginecologia estima que de 20% a 40% das mulheres sofrem de anorgasmia em todo o mundo. Segundo a publicação, uma pessoa pode ter anorgasmia quando sente dificuldade em atingir o orgasmo em 75% das tentativas por até seis meses. 

Segundo a sexóloga Débora Pádua, os estímulos sexuais são ineficazes para quem sofre desse problema: “Uma pessoa que sofre de anorgasmia nunca chega ao orgasmo, nem com o próprio estímulo nem com estímulo de outra pessoa. Elas podem até ter tentado, mas simplesmente não conseguem”.

Na medicina, existem diversos tipos de anorgasmia: a anorgasmia primária, disfunção onde a paciente nunca sequer atingiu um orgasmo; a anorgasmia secundária, quando a paciente tem dificuldade na hora de gozar, e a anorgasmia situacional, que é variável, como quando mulheres conseguem gozar com masturbação mas não com o sexo.

Foto: Reprodução/Freepik

“O orgasmo traz relaxamento para as mulheres”, afirma médica

Para a ginecologista do corpo clínico do Hospital Sírio Libanês, Débora Oriá, uma das causas desse problema é a falta de autoconhecimento, já que muitas mulheres não conseguem reconhecer os sinais do que é, realmente, um orgasmo. “O orgasmo real é definido pelas contrações múltiplas na região pélvica e genital. Ele tem um pico intenso seguido de outras contrações que vão reduzindo a sua intensidade até pararem e após essa sensação, você tem um resultado de relaxamento físico e emocional”.

Causas

Entre as principais causas para não conseguir atingir esse prazer, estão o estresse, o uso de ansiolíticos e antidepressivos, a ansiedade, o trauma sexual, o envelhecimento, o abuso de substâncias químicas e a falta de conhecimento do próprio corpo.

Sem a possibilidade de chegar ao clímax, mulheres com anorgasmia tendem a ficar estressadas e infelizes com os parceiros, além de reprimirem a própria sexualidade.  

“Eu tentava, tentava, mas nada acontecia”, declara Juliana*, advogada que foi diagnosticada em 2019 com anorgasmia. “Sempre que eu arrumava um namorado, eles acabam se frustrando, já que nunca conseguiram me fazer gozar”.

Anorgasmia causa frustração em mulheres e parceiros
Foto: Reprodução/Pixabay

Anorgasmia causa frustração em mulheres e parceiros

“Eu só descobri que não conseguia gozar aos 26 anos. Assumi, depois de perder a virgindade, aos 19, que o sexo iria acabar melhorando por conta da experiência. E acabou até melhorando, sim. Mas o orgasmo, em si, nunca chegava. Me sentia excluída até da rodinha de amigas, porque elas viviam contando experiências e eu não podia falar nada”.

A jovem alega que a impossibilidade de gozar causou verdadeiros problemas em seu relacionamento com Pedro*, atual noivo. “Como eu percebi que eu não ia conseguir chegar ao final em nenhum momento, eu acabei negligenciando meu parceiro. Deixava o sexo para depois, sabe? Foi me estressando de um jeito que eu fiquei cansada. Até que [Pedro] não aguentou mais e pediu para a gente ver uma terapeuta sexual”.

Tratamento

Por se tratar de uma disfunção sexual, o tratamento pode ser físico e psicológico. Na maioria dos casos, um terapeuta sexual pode ser a solução para a anorgasmia.

Oriá detalha que a anorgasmia pode ser revertida, como foi o caso de Juliana*: “O tratamento é composto por educação e terapia sexual. Ela pode ser feita individualmente ou em casal, pois ela é multidisciplinar”, explica a médica.

Na terepia, os profissionais buscam estimular posições que facilitem o orgasmo feminino, desenvolvem exercícios de Kegel e treinos para assoalho pélvico, além de tratarem a noção do sexo na terapia cognitivo comportamental.

Siga também o perfil geral do Portal iG  no Telegram!

Um dos fatores que auxiliou a vida sexual de Juliana* foi a conversa honesta com seu parceiro. Oriá reflete que a discussão é, também, uma peça essencial para a melhora da anorgasmia: “O parceiro tem que estar ciente dessa situação, né? A falta de comunicação é uma das principais causas da disfunção do orgasmo, então se você não consegue conversar com seu parceiro, é porque ele não conhece o seu corpo”.

A profissional aconselha que o autoconhecimento é primordial: “É preciso se conhecer. Onde está o clitóris? Onde é uretra, onde é a vulva? Quais são os seus pontos de excitação? Um autoconhecimento do corpo é fundamental para o tratamento”.

Brinquedos sexuais são opção para autoconhecimento
Foto: Reprodução/Freepik

Brinquedos sexuais são opção para autoconhecimento

A sexóloga Debora Pádua afirma que também existem alternativas além do sexo e da terapia: “Eu acredito muito nos brinquedos eróticos. No mercado, temos vibradores bem simples, e outros um pouco mais sofisticados. Às vezes, [a falta do orgasmo] pode sim só ser falta de estímulo e de falta de conhecimento”, analisa a médica.

“A mulher tem que se permitir sentir prazer, se permitir sair do controle da situação. Eu acho que isso faz uma grande diferença, e é isso que eu percebo nas minhas pacientes. Não adianta usar um vibrador se ela não tem vontade alguma de conhecer o orgasmo como ele é. É necessário se permitir”, finaliza.

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana