conecte-se conosco


Mato Grosso

Sefaz e CRC promovem webinar para debater fraude contábil e conformidade tributária

Publicado


A Secretaria de Fazenda (Sefaz-MT) promove em parceira com o Conselho de Regional de Contabilidade (CRC-MT) um seminário, com duas temáticas centrais – Fraude Contábil e Conformidade Tributária. O encontro será entre os dias 24, 25 e 26 de novembro das 14h às 17h, por meio de videoconferência (Webinar) com transmissão via Zoom Mettings.

Estão convidados a participar do encontro, a classe contábil, estudantes, os fiscos de todos os Estados, Ministério Público e a Delegacia Fazendária de Mato Grosso. As inscrições estão abertas e os interessados podem acessar o link no site do CRC. 

Participarão também do seminário, a Academia Mato-Grossense de Ciências Contábeis (Amacic) e o Sindicato da Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas de Mato Grosso (Sescom).

O objetivo da Sefaz por meio deste encontro é alertar aos contadores para os cuidados, complice e conformidade, porque há risco que pode ser visto como uma fraude. Além de abordarem que existem meios de compliance e de conformidade tributária que evita a fraude. Portanto, demonstrar que o contador tem um papel fundamental, tanto para a prática da conformidade do complice como para evitar os crimes, que é a fraude contábil, sendo assim trazendo prejuízo para o Estado.

A Webinar terá uma sequência, iniciando sobre o aspecto conceitual, depois do aspecto prático e risco, e para finalizar o resultado do trabalho realizado pela Sefaz-MT.

No primeiro dia do encontro, o secretário de Fazenda de Mato Grosso, Rogério Gallo, irá tratar da temática compliance tributário que está relacionado à conformidade tributária. Já o secretário Luiz Dias, coordenador geral do Encontro Nacional dos Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat), abordará a temática da conformidade tributária e a autorregularização.  

“O tema do compliance tributário é muito atual e o papel dos contabilistas é fundamental no correto manejo dos dados fiscais. A palestra objetiva mostrar os riscos para o profissional que se distanciar da conformidade legal e também expor o nosso trabalho na Sefaz para tornar mais simples e segura a apuração do ICMS”, declara Gallo.

A fraude contábil será trabalhada no segundo dia de encontro, o presidente do Conselho Fiscal do Instituto dos Auditores Fiscais do Estado da Bahia (IAF), o auditor Alexandre Alcântara, abordará o tema fraude contábil e repercussão tributária no ICMS.

Ainda no mesmo dia, a superintendente de planejamento fiscal da Secretaria de Fazenda do Estado de Alagoas, auditora Alexandra Vieira, tratará do risco de responsabilização do contador em situações de fraude contábil, em que erros na escrituração contábil pedem representar um indício de fraude com repercussão de crime de responsabilidade, tanto pelo Fisco como para o Ministério Público, trazendo risco ao exercício da profissão.

Outro tema importante, para o último dia do Webinar,  é quanto a importância da contabilidade para a auditoria fiscal do ICMS e do ITCD, e o papel do contador nesse processo, ministrado pelo auditor fiscal da Sefaz-GO, Bruno Marçal. No mesmo dia, o superintendente de fiscalização da Sefaz-MT, FTE José Carlos Bezerra Lima, fará uma apresentação dos trabalhos desenvolvidos na Sefaz envolvendo a temática, bem como o resultado e as tendências do Fisco estadual na fiscalização por meio dos livros e demonstrativos da contabilidade.  

Todos os assuntos tem como objetivo fomentar o interesse dos contadores sobre as temáticas tratadas e evitar problemas fiscais e criminais que poder trazer transtornos ao exercício da profissão, podendo se constituir de um erro ou até mesmo um fraude contábil com repercussão nos impostos estaduais.

Questões, que se não tiverem a atenção adequada  podem trazer prejuízo para empresa, para o profissional e para a sociedade. No caso da empresa poderá gerar custos que poderiam ser evitados, pela atuação do profissional da contabilidade, tais como gastos com a defesa, custos com multa que poderia ter evitado. Para o contabilista, há um risco de responsabilização solidária nos tributos e ainda de suspensão do registro profissional.

Já no caso da sociedade, porque a fraude  impede o investimento público nas áreas fins como a educação, saúde e segurança. Também traz prejuízo para o Fisco estadual, pois terá que deslocar pessoas para ações de fiscalização numa intensidade que não precisava, se houver uma colaboração integrada de compliance e acompanhamento de conformidade.

Para o presidente do CRC-MT Paulo Rühling, o conselho sempre teve como um dos seus principais objetivos levar conhecimento aos profissionais da contabilidade. Portanto, ressalta  que o encontro  é uma  oportunidade para que todos os profissionais da área possam discutir sobre os temas apresentados, informações que serão determinantes no dia a dia e nas decisões.

“Esse webinar é de extrema relevância para nós profissionais, porque uma das grandes  responsabilidades que temos, é com a sociedade. E é para isso que temos que estar  inteirados do que vem acontecendo no mundo tributário, no mundo dos negócios e os riscos que todos nós estamos correndo assim como a sociedade. Sendo assim, vejo como oportuno e importante esse evento para nós contadores e profissionais da contabilidade”, destaca Paulo Rühling.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Confira a programação da 7ª Semana Nacional de Educação Financeira

Publicado


A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e os Procons participam, de 23 a 29 de novembro, da 7ª Semana Nacional de Educação Financeira. Neste ano, o tema do evento, promovido pelo Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF), é Resiliência Financeira: Como atravessar a crise?. O objetivo é promover práticas financeiras conscientes, responsáveis e autônomas, além de contribuir para que cada cidadão encontre os seus caminhos para superar momentos de crise, como o que estamos vivenciando com a pandemia de Covid-19, e no futuro se sinta cada vez mais preparado para ser o protagonista de sua vida financeira.

De acordo com o Fórum Nacional, o “novo coronavírus trouxe complicações para a vida financeira de uma grande parcela dos brasileiros, hoje mais sujeitos a flutuações na renda familiar e fraudes financeiras. Em um momento de crise como este, o planejamento das finanças familiares é ainda mais importante, e o cidadão precisa estar bem informado para tomar suas decisões financeiras, mesmo sob estresse”.

Durante a semana, haverá diversas ações gratuitas para os consumidores, como ações educativas, palestras on line, renegociação de dívidas pela plataforma Consumidor.gov.br, dentre outros. Veja a programação completa no site oficial do evento

Confira abaixo algumas das atividades desenvolvidas pela Senacon e pelo Procon-MT

Renegociação de dívidas pelo Consumidor.gov.br: Até o dia 29/11/2020, os consumidores podem renegociar suas dívidas com instituições financeiras e de telecomunicações pela plataforma de reclamação on line Consumidor.gov.br.  O prazo médio de respostas é de sete dias, com 80% das demandas resolvidas. Participam da ação as empresas Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú, Santander, Banco do Brasil, BMG, Banco PAN, Oi Vivo, Claro e Tim.

Live: No dia 24/11/2020, às 10h, a Senacon promove live sobre “Crédito consignado e o superendividamento”, com diferentes enfoques, como o assunto ‘Tele-saque’. A live será transmitida pelo YouTube do Ministério da Justiça e Segurança Pública (hps://www.youtube.com/user/JuscaGovBR).

Vídeos Educativos: Recentemente, o Procon-MT produziu dez vídeos curtos, para whatsapp, com dicas de Educação para o consumo e de Educação Financeira, voltados para crianças. O material, elaborado em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), foi encaminhado para a Secretaria de Educação para ser compartilhado com alunos da Rede Estadual de Ensino.

Estratégia Nacional de Educação Financeira: Conheça mais sobre a Estratégia Nacional de Educação Financeira no sítio oficial ‘Vida e dinheiro’. No site é possível acessar o Programa de Educação Financeira nas Escolas, que disponibiliza ferramentas e cursos gratuitos, além do aplicativo http://taosso.vidaedinheiro.gov.br/, que é um jogo sobre educação financeira para crianças e jovens. O objetivo da ENEF é contribuir para o fortalecimento da cidadania ao fornecer e apoiar ações que ajudem a população a tomar decisões financeiras mais autônomas e conscientes. A nova ENEF reúne representantes de órgãos e entidades governamentais, que juntos integram o Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF).

 

 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Carreta MT Ciências completa 3 anos com mais de 80 mil visitas e cerca de 20 mil km rodados por 22 cidades

Publicado


Inaugurada em novembro de 2017, a carreta do projeto MT Ciências completa três anos com quase 20 mil quilômetros rodados por Mato Grosso e outros estados, somando mais de 80 mil visitas à maior mostra científica itinerante do país, idealizada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci).

O secretário da Seciteci, Nilton Borgato, explica que a carreta foi um projeto ousado e grandioso, se consagrando no maior circuito itinerante de popularização da ciência do país.

“Somente em Minas Gerais há uma unidade móvel no mesmo padrão da carreta ‘MT Ciências’, mas a de Mato Grosso é a maior. Este projeto proporciona experiências interessantes tanto para adultos, quanto para crianças e adolescentes, pois desperta a curiosidade pela tecnologia, inovação e ciência, agregando diversão com conhecimento”, ressaltou o gestor.

Segundo a superintendente de Desenvolvimento Científico Tecnológico e de Inovação da Seciteci, Lectícia Figueiredo, a carreta contribui para despertar nas pessoas o interesse pela ciência e mostrar a importância de grandes descobertas da humanidade.

“Ao longo destes três anos a carreta vem se consagrando num poderoso instrumento de popularização da ciência, percorrendo quase 20 mil quilômetros, ao levar experimentos científicos para 22 cidades, sendo 20 em Mato Grosso, além da capital paulista e Campo Grande, oportunizando o conhecimento para milhares de pessoas”, disse.

A coordenadora de Popularização da Ciência da Seciteci, Marilene Passos, explica que neste ano, a carreta recebeu visitas presenciais somente de janeiro a março, quando iniciou a pandemia.

“Quando começou a pandemia, tivemos que nos readequar e por isso desde então o projeto tem sido apresentado virtualmente. Para o próximo ano a ideia é retomar as atividades presenciais, com os devidos cuidados, com um número reduzido de pessoas dentro da carreta, para evitar aglomerações, além de medir a temperatura dos visitantes, exigir o uso de máscara e álcool gel”, falou.

Além de toda a sociedade, excursões escolares e público em geral, a carreta já recebeu a visita do nosso governador, Mauro Mendes, secretários municipais e estaduais, prefeitos, deputados estaduais e federais, ministros, o presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), entre outras autoridades.

A equipe do MT Ciências recebeu mensagens de diversas pessoas que participaram ativamente do projeto ou visitaram a carreta. Os vídeos foram publicados no Instagram do MT Ciências, quem quiser assistir aos depoimentos, pode acessar AQUI.

O projeto

A estrutura do projeto MT Ciências é composta por uma carreta com baú adaptado, dividida em quatro salas de visitação, com 22 instalações, relacionadas a biologia, física e matemática, como o gerador Van de Graaff, o tubo de kundt, um jogo de plasma e os painéis oculares com figuras da fauna e flora de Mato Grosso. Além de um escritório e um auditório.

A carreta ainda tem a representação do rio Cristalino, os biomas mato-grossenses, a bicicleta geradora de energia (que transforma energia cinética em energia elétrica), o painel de pinos e o túnel de espelho infinito.  

Na parte externa existem duas tendas infláveis, sendo uma com 10 experimentos e outra com as novas tecnologias, como óculos de realidade virtual, tablets, drone e impressora 3D.

Ainda integrando o circuito externo, tem o planetário digital que atrai os visitantes por proporcionar uma imersão nos vídeos projetados em 360º onde são abordados conceitos de astronomia.

Ao todo, são 32 instalações que tratam de temas do conhecimento multidisciplinar e sensibilizam os visitantes para a importância da ciência e da biodiversidade do Estado. 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana