conecte-se conosco


Mato Grosso

Sedec e Sudam assinam termo de cooperação para vistoriar indústrias em MT

Publicado


O secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, e a superintendente de Desenvolvimento da Amazônia, Louise Caroline Campos Löw, assinaram na noite desta segunda-feira (27.09), um termo de cooperação técnica para que a Sedec realize a vistoria em incentivos fiscais administrados pela Sudam, no Estado. O termo de cooperação terá validade de dois anos.

O protocolo de intenções estabelece que a secretaria estadual ficará responsável pela inspeção das indústrias de transformação que recebem o incentivo do imposto de renda de pessoa jurídica de 75% de desconto. Para que a Superintendência da Amazônia libere o benefício fiscal é necessária a efetiva verificação in loco da beneficiária.

Podem pleitear o benefício, pessoas jurídicas que mantém empreendimentos em operação na região da Amazônia Legal. Os incentivos são para projetos de implantação, ampliação, modernização e diversificação industrial.

De acordo com o secretário César Miranda, a parceria firmada entre a Sedec e a autarquia federal sediada em Belém (PA) mostra que tanto governo estadual como federal ganham com a colaboração mútua.

“Essa assinatura mostra que podemos trabalhar juntos. Governo federal e estadual são um só quando o objetivo é servir à população e garantir o desenvolvimento de Mato Grosso, do Brasil. São parcerias como esta que fazem o país crescer, ter economia forte. Quando fomos sondados sobre a possibilidade de prestar esse apoio a Sudam, de imediato nos colocamos à disposição, porque é isso que o governo Mauro Mendes deseja, ter indústrias fortes financeiramente para garantir emprego e renda para os trabalhadores do nosso Estado”, pontuou o secretário.

A superintendente da Sudam, Louise Caroline Campos Löw, destaca que essa ação atende ao propósito de interiorizar os incentivos fiscais concedidos pela Sudam. 

“Viemos modular com os Estados que compõem a Amazônia Legal, precisamos desse apoio. Temos muitos convênios celebrados em Mato Grosso e queremos otimizar esse trabalho, o nosso passivo aqui é muito grande, por isso, a contribuição da Sedec será de extrema importância para alcançarmos nossos objetivos”, disse.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Auxílio do programa SER Família deverá ser depositado entre final de outubro e início de novembro

Publicado

 

Os cartões do programa Ser Família deverão ser abastecidos entre final de outubro e início do mês de novembro. Com isso, mais de 100 mil pessoas de Mato Grosso serão beneficiadas com o auxílio de R$ 200 a cada dois meses.

A transferência de recurso é assegurada pela Lei 602/2021 que permitiu a ampliação do programa emergencial, que teve prazo de cinco meses encerrando em setembro, para até dezembro de 2022. Neste ano, ainda serão pagas para todos os beneficiários duas parcelas, referentes aos meses de outubro e dezembro.

A secretária de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho, explica que a pausa na transferência do recurso foi necessária para ajuste no programa. “Trocamos a empresa que administra o cartão e teremos que fazer a troca dos cartões”, justifica.

No entanto, somente os beneficiários dos municípios de Várzea Grande e Cuiabá receberão o auxílio, referente ao mês de outubro, com o cartão atual. Nas demais cidades, será feita a substituição dos cartões de todos os beneficiários para o recebimento das duas parcelas.

Os municípios receberão os referidos cartões até o dia 5 de novembro. Desta forma, o beneficiário deverá procurar a Secretaria de Assistência Social para fazer a troca do cartão.

“Tínhamos um saldo com a empresa anterior que permitirá o pagamento do recurso para os beneficiários cuiabanos e várzea-grandenses, referente a parcela de outubro”, diz Rosamaria. Ela esclarece ainda que o recurso é garantido para aquelas famílias que já recebiam o auxilio emergencial.

O Ser Família é fornecido às famílias com renda mensal per capita de até R$ 89, inscritas no Cadastro Único das Políticas Sociais Brasileiras do Ministério da Cidadania (CadÚnico), e também no Programa Bolsa Família.

 

Continue lendo

Mato Grosso

Treinamento do Indea busca melhoria na gestão de programas de defesa sanitária

Publicado


Servidores das áreas finalísticas da defesa agropecuária, equipe do Planejamento (Núcleo de Gestão Estratégica para Resultados) e Tecnologia da Informação (TI) do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) receberam capacitação sobre o software Power-BI e em conceito de Business Intelligence (BI). O objetivo é criar um ambiente organizacional favorável à assimilação e desenvolvimento do conceito dentro da organização.

O software permite a elaboração de painéis visuais que reúnem e organizam dados de forma mais clara e com atualização automática. Com a ferramenta é possível melhorar o planejamento das informações, detectando falhas mais facilmente e produzindo estratégias eficazes na área de defesa sanitária.

O Business Intelligence combina análise empresarial, mineração de dados, visualização de dados, ferramentas/infraestrutura de dados e práticas recomendadas para ajudar as organizações a tomar decisões impulsionadas por dados.

Conforme a presidente do Indea-MT, Emanuele Almeida, o treinamento é importante para otimizar a eficácia do órgão. “Investir na formação dos servidores resulta em melhor atendimento aos cidadãos que necessitam dos serviços do Instituto”, explica.

A qualificação é resultado de parceria entre o Indea e o Fundo Emergencial de Saúde Animal do Estado de Mato Grosso (FESA).

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana