conecte-se conosco


COVID-19

Secretário lamenta “não exigir passaporte” em Cuiabá e diz que vacinação em alguns municípios não chega a 50%

Publicado

O secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, disse  durante solenidade no Palácio Paiaguás, que a baixa vacinação em alguns municípios é preocupante. Ele adiantou que trabalha com números e que o governo está preocupado com o que classifica de pouco interesse da população pela vacina. Segundo o secretário, um grande número de municípios está com a vacinação abaixo de 50% de cobertura populacional.

“Eu trabalho com números, acabei de receber uma parcial. Nós estamos preocupados com a vacinação, um número grande de municípios está abaixo de 50% da cobertura vacinal da covid. Nós temos 450 mil doses da vacina estocada na nossa Central e muitas doses vencendo. Então nós vamos fazer uma convocação desses municípios. Esse assunto será tratado com os envolvidos na próxima semana para definirmos um plano de ação.

O secretário preferiu não comentar o fato de a prefeitura de Cuiabá ter revogado a exigência de apresentação do passaporte sanitário em hospitais públicos e privados e nos órgãos públicos municipais. Porém, advertiu que neste momento, qualquer decisão é prematura. “Acho que qualquer decisão radical neste momento, sem estudo científico não é recomendável. Normalmente essas decisões levam em consideração uma análise territorial. Generalizar uma decisão, ou de flexibilizar ou de proibir, eu acho perigoso. Enquanto o próprio País não tem uma decisão disso, acho complicado tomar qualquer decisão”, declarou.

Sobre a terceira dose da vacina, Gilberto Figueiredo argumentou que a definição do Ministério é a nota técnica oficial pública que ainda mantém cinco meses depois da primeira dose. “Nós vamos avaliar isso ainda em dezembro, mas por prudência, no Estado de Mato Grosso seguimos a orientação do Ministério da Saúde. Sendo assim, permanece o prazo de cinco meses depois da segunda dose”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COVID-19

Brasil recebe segunda remessa com 1,2 milhão da vacina pediátrica da Pfizer

Publicado

 

Brasil recebe segunda remessa de vacina pediátrica da Pfizer
Alex Sandro/TV Brasil

Brasil recebe segunda remessa de vacina pediátrica da Pfizer

O Ministério da Saúde confirmou que uma segunda remessa de vacinas pediátricas contra covid-19 chegou hoje (16) ao aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Desta vez, foram recebidas 1,2 milhão de doses da Pfizer, a única autorizada até agora pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa) para aplicação em crianças entre 5 e 11 anos. De acordo com o secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, a remessa mais recente estava prevista para chegar ao país apenas em 20 de janeiro, mas foi antecipada. No próximo dia 27, está prevista a chegada de mais 1,8 milhão de doses. A primeira remessa de doses da vacina foi descarregada na madrugada da última quinta-feira (13), também em Viracopos. No dia seguinte, o estado de São Paulo aplicou a primeira vacina pediátrica contra covid-19 da Pfizer em uma criança. “Para a imunização desse público [entre 5 e 11 anos] será necessária a autorização dos pais. No caso da presença dos responsáveis no ato da vacinação, haverá dispensa do termo por escrito. A orientação da pasta é que os pais ou responsáveis procurem a recomendação prévia de um médico antes da imunização”, disse o Ministério da Saúde.da Saúde.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

COVID-19

Vacina pediátrica para Cuiabá será aplicada no domingo, diz governo

Publicado

O Ministério da Saúde informou ao Estado de Mato Grosso a alteração do horário da entrega de 23 mil doses de vacina da Pfizer para imunização contra Covid-19 de crianças de 05 a 11 anos. As doses estavam previstas para chegarem às 8h30 desta sexta-feira (14), mas, após mudança da programação por parte do governo Federal, a previsão é para que a nova remessa chegue às 16h15 desta sexta, no aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

Todas as informações e recomendações sobre a aplicação da vacina contra Covid-19 para crianças de 05 a 11 anos foram repassadas aos secretários municipais em reunião ocorrida nessa semana com o Secretário Adjunto de Vigilância em Saúde da SES, Juliano Mello. O documento com as recomendações da Anvisa pode ser acessado neste link. 

Logística

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalham no recebimento das doses, que consiste na conferência da quantidade, catalogação e no encaixotamento para retirada dos municípios.

Conforme Resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB) nº 126 de 2021, as novas doses das vacinas contra a Covid-19 passarão a ser distribuídas mediante solicitação das gestões municipais.

A medida se deve ao risco de perda de doses, devido ao prazo de validade, e à baixa procura por imunização em alguns municípios. Desta forma, será encaminhado um quantitativo compatível com a necessidade local.

Essa logística já ocorre com todos os outros imunizantes da Campanha Nacional de Imunização e, agora, também passa a valer para as vacinas contra a Covid-19. As solicitações deverão ser feitas por meio do Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (Sies), conforme fluxo já estabelecido com as demais vacinas.

A Resolução ainda prevê que os municípios deverão solicitar o quantitativo de doses uma vez por semana, às sextas-feiras. A entrega das doses será realizada na semana seguinte.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 6.701.217 doses de imunizantes contra a Covid-19 e aguarda a chegada da primeira remessa para crianças de 05 a 11 anos.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana