conecte-se conosco


Internacional

Secretário de Estado dos EUA debaterá crise do petróleo na Arábia

Publicado

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, seguiu para a Arábia Saudita onde discutirá possíveis respostas para o que os funcionários governamentais americanos acreditam ter sido um ataque do Irã contra importantes instalações petrolíferas sauditas.

A Arábia Saudita e os Estados Unidos dão a entender que o Irã estava por trás dos ataques de sábado passado. O lado iraniano nega envolvimento.

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, durante entrevista coletiva no Itamaraty

Mike Pompeo debaterá,na Arábia Saudita, desdobramentos da crise do petróleo     (Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Pompeo viajou ontem (17). De acordo com o Departamento de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo vai se encontrar com o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, da Arábia Saudita, para “coordenar esforços visando conter a agressão do Irã na região”.

O secretário de Estado americano também vai visitar os Emirados Árabes Unidos.

Edição:

Fonte: EBC Internacional
Leia Também:  Polícia italiana prende capitã de navio de resgate de imigrantes
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Internacional

Bolsonaro vai ao Japão para incentivar comércio e buscar investimentos

Publicado

O presidente Jair Bolsonaro inicia, dentro de uma semana, visita oficial ao Japão e à China, com o objetivo de consolidar o comércio com essas duas nações líderes da economia global e de dar uma sinalização para o mundo de que o Brasil está comprometido com a abertura econômica, com o ambiente de negócios e com o programa de reformas, disse o secretário de negociações bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Itamaraty, embaixador Reinaldo José de Almeida Salgado.

Juntos, Japão e China têm um estoque de US$ 100 bilhões em investimentos no Brasil. A Ásia lidera as exportações e importações brasileiras. Só nos primeiros nove meses de 2019, 40% das exportações brasileiras foram destinadas à região, ao mesmo tempo em que 33% das importações brasileiras vieram da Ásia.

A visita do presidente Bolsonaro começará pelo Japão. O programa do presidente brasileiro inclui o evento de entronização do imperador Naruhito. em 22 de outubro, seguido de um banquete oferecido a todos os presidentes pelo primeiro-ministro japonês Shinzo Abe em 23 de outubro. No mesmo dia, haverá uma reunião de Bolsonaro com os membros do grupo de notáveis, formada pelos dirigentes das principais empresas do Japão (Mitsui, Toyota, Honda, Mitsubishi etc). “O prato mais forte serão os investimentos [para o futuro]”, afirmou o embaixador Reinaldo Salgado.

Acordo Comercial

Segundo ele, tanto o Brasil quanto o Japão têm interesse em retomar o dinamismo do comércio bilateral. Os dois países, juntamente com os outros integrantes do Mercosul, pretendem inclusive iniciar as negociações em breve para a assinatura de um acordo comercial que inclua os países do Mercosul e o Japão.

De acordo com o embaixador Reinaldo Salgado, o comércio entre os dois países atingiu US$ 7 bilhões de janeiro a setembro deste ano, o que significa um crescimento de 15%. “Não é ruim. O que é ruim é que esse número é declinante [nos últimos anos]”, afirmou o diplomata. Em 2011, os números do comércio bilateral eram duas vezes maior que os de hoje, observou.

Para o embaixador Reinaldo Salgado, o Japão, que antes não era um país favorável a acordos comerciais, agora está também favorável a buscar uma negociação com o Brasil. Conforme disse, cálculos realizados por consultorias japonesas alertam que, do ponto de vista do Japão, o acordo União Europeia-Mercosul retira força do mercado exportador japonês. De acordo com esses estudos, 97% das exportações da União Europeia para o Brasil correspondem a produtos que já são exportados pelo Japão para o mercado brasileiro.

China

O presidente brasileiro seguirá do Japão para a China. Na China, Bolsonaro cumprirá programa de encontro com autoridades do países asiáticos nos dias 24 e 25 de outubro. A visita à China constituirá o prosseguimento de uma extensa agenda de visitas mútuas de autoridades dos dois países, afirmou o embaixador.

Além de ministros brasileiros que foram à China e de autoridades chinesas que vieram ao Brasil, o embaixador citou a visita do vice-presidente feita pelo vice-presidente Hamilton Mourão, em maio, para o país asiático. Ele lembrou que o vice-presidente copresidiu uma comissão bilateral sino-brasileira de alto nível e coordenou as atividades de 12 subcomissões.

“A visita do presidente Bolsonaro celebra os 45 anos de relações diplomáticas Brasil-China”, disse o embaixador Reinaldo Salgado. Segundo ele, haverá um encontro de empresários e de brasileiros e chineses promovido pela Apex-Brasil, a agência que promove as exportações brasileiras. O diplomata disse que a ampliação das exportações brasileiras para a China e para o resto do continente asiático é feito por meio desses encontros, que ajudam a remover dificuldades nas exportações e a atrair investimentos.

Edição: Bruna Saniele

Fonte: EBC Internacional
Continue lendo

Internacional

Tufão Hagibis causa alagamento em mais de 12 mil residências no Japão

Publicado

A emissora pública de televisão NHK apurou que 12 mil residências foram inundadas pelo tufão Hagibis, que atingiu o Japão no fim de semana.

Informações coletadas em todo o país revelaram que cerca de 900 casas foram destruídas ou parcialmente danificadas.

As águas subiram acima do nível do solo em 7.907 residências em 16 províncias, incluindo Nagano e Tochigi.

Em 4.296 residências de 21 províncias, incluindo Shizuoka e Saitama, a água invadiu as casas pelo subsolo.

Cerca de 66 residências em sete províncias, incluindo Chiba, ficaram parcialmente destruídas, enquanto 914 em 20 províncias, incluindo Tóquio e Kanagawa, sofreram danos parciais.

Edição:

Fonte: EBC Internacional
Leia Também:  Número de refugiados e migrantes da Venezuela chega a 4 milhões
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana