conecte-se conosco


Cuiabá

Secretaria de Saúde zera demanda reprimida de laqueaduras em Cuiabá

Publicado

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da secretaria adjunta de Planejamento e Operações tem atuado fortemente junto à Central de Regulação de Cuiabá com o objetivo de diminuir o tempo de espera de pacientes da capital para a realização de procedimentos cirúrgicos eletivos.

No fim do ano passado a SMS recebeu uma emenda parlamentar para ser utilizada no pagamento de procedimentos no Hospital Santa Helena, com o qual a Secretaria tem pactuações de serviços para pacientes que moram em Cuiabá. De acordo com o secretário adjunto de Planejamento e Operações, Milton Correa da Costa Neto, for realizado um estudo na Regulação para decidir qual seria a melhor utilização deste recurso. “O Hospital Santa Helena é referência para a saúde da mulher. Verificamos que havia mulheres esperando na fila há bastante tempo para passar pelo procedimento de laqueadura, então decidimos usar parte do recurso recebido para este fim”, revelou Milton.

Através deste plano de ação, foram realizadas 149 laqueaduras para pacientes de Cuiabá, até o fim do ano passado. “Com isto, conseguimos atualizar a fila de espera de laqueadura para as cuiabanas. Os pedidos que ainda temos para esse procedimento na Central de Regulação foram feitos em dezembro, então podemos dizer que zeramos a demanda reprimida”, comentou o adjunto.

Milton acrescenta que esta era uma grande preocupação da primeira dama, Marcia Pinheiro desde o início da gestão do prefeito Emanuel. “Ela vem cobrando da SMS uma atenção especial para procedimentos relacionados à saúde da mulher, pois só uma mulher entende sobre o sofrimento de se esperar em uma fila para atendimento por uma necessidade feminina”, disse.

Com a outra parte da emenda, a SMS contemplou pacientes que aguardavam na fila para outros tipos de procedimentos. “O estudo da Regulação identificou um tempo longo de espera para cateterismo e angioplastia convencional também. Então usamos a outra parte do recurso para realizar 50 cateterismos e 20 angioplastias, para pacientes que já esperavam há algum tempo. Ainda há muita gente aguardando nas filas, mas estamos ‘reordenando a casa’. O prefeito Emanuel Pinheiro determinou que façamos tudo o que for possível para atender todos os cuiabanos que precisam do SUS e estamos trabalhando duro para conseguir diminuir cada vez mais o tempo de espera nas filas da Regulação. Não é uma tarefa fácil, mas estamos empenhados para cumpri-la da melhor maneira possível”, concluiu o secretário adjunto.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cuiabá

Sessão Extraordinária da Câmara aprecia conclusão de CPI

Publicado


.

A Câmara Municipal de Cuiabá realizará uma sessão extraordinária remota na manhã desta terça-feira (29), para apreciar o projeto de resolução que aprova o relatório e as conclusões da Comissão Parlamentar de Inquérito Instituída pela Resolução Nº 031 de 04/10/2019, criada com objetivo de investigar possíveis irregularidades praticadas pelo Prefeito Municipal de Cuiabá.

A convocação foi feita pelo presidente do Parlamento Municipal, vereador Misael Galvão (PTB) durante encerramento da sessão ordinária da última quinta-feira, dia 24.

A extraordinária será realizada a partir das 9 horas, via plataforma digital, e será transmitida ao vivo em todas as redes sociais do Legislativo.

Marcella Magalhães / Câmara Municipal de Cuiabá

Continue lendo

Cuiabá

Quatro motoristas são presos por embriaguez ao volante no bairro São Matheus

Publicado

 

.

Sessenta motoristas foram autuados durante a 9º edição da Operação Lei Seca na noite de sábado (26), em Cuiabá. A ação foi realizada na BR 364, km 403, no bairro São Matheus, próximo a Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran). Ao todo, 58 testes de alcoolemia foram realizados, o que resultou na prisão de quatro motoristas por embriaguez ao volante

As abordagens começaram às 22h10 e seguiram até às 23h45. Entre os Autos de Infração de Trânsito, 13 foram por conduzir sob efeito de álcool, um pela recusa do teste do bafômetro e outros 60 AIT’s diversos. Na ação, 21 veículos, entre carros e motocicletas, foram recolhidos.

A Operação Lei Seca é realizada de forma integrada e coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI-E) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).  Nesta edição, participaram representantes das Polícias Militar (PM-MT), Civil (PJC-MT) e Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) e Sistema Penitenciário de Mato Grosso (Sispen).

A multa para o motorista que é flagrado dirigindo sob efeito alcoólico é de R$ 2.934,70.

No momento do teste do bafômetro, o condutor que tiver índice de álcool no sangue superior a 0,33 miligramas por litro de ar expelido será preso, pagará multa, terá a CNH suspensa e responderá por crime.

Quando a quantidade de álcool for abaixo de 0,33mg/l, o condutor é autuado, tem a CNH retida e paga multa.

 

 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana