conecte-se conosco


Várzea Grande

Saúde entrega novos kits com fardamentos e equipamentos a agentes de combate a endemias

Publicado

O cuidado com a saúde, conforto e bem-estar dos profissionais que atuam no dia a dia no combate a endemias, e oferecer qualidade de trabalho para os servidores também é uma das metas da gestão Lucimar Sacre de Campos. A secretaria de Saúde entregou, aos agentes de combate a endemias, e agentes comunitários de saúde da cidade, novos kits contendo uniformes e equipamentos individuais de trabalho. A iniciativa integra as ações da gestão de valorização dos profissionais que desenvolvem importante trabalho de controle à doenças e visa promover mais qualidade ao serviço ofertado à população. O ato de entrega dos kits – ocorreu no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e contemplou 111 servidores.

 A secretária adjunta de Saúde, Maria das Graças Metelo, destacou a importância dos novos itens entregues, para a efetivação das ações de combate às arboviroses como dengue, chikungunya e zika vírus em Várzea Grande. "Além de garantir uma melhor apresentação e identificação de nossos agentes no trabalho de porta a porta nas ações de combate às endemias, os novos equipamentos promovem também mais segurança no desempenho de suas funções e melhores condições à execução desse trabalho que é fundamental para garantir a saúde da população. Os kits entregues contém camiseta, boné, calça, bota, mochila e protetor solar. Já os coletes foram destinados aos coordenadores de cada equipe", afirmou Maria das Graças.

Segundo o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes, para a aquisição desses uniformes, os agentes foram ouvidos, e procuramos adquirir o que realmente fosse necessário e que melhor se adequasse a segurança destes trabalhadores. "São eles que estão à frente do trabalho diário travando essa guerra contra o mosquito Aedes aegypti, portanto, nada mais importante e democrático que ouvi-los sobre o que melhor convém à categoria na execução de seu trabalho", frisou o secretário, acrescentando ainda que graças ao bom trabalho desempenhado pelos profissionais a Prefeitura de Várzea Grande conseguiu reduzir significativamente este ano, em relação ao ano passado os índices destas doenças.

Segundo a Agente de Combate à Endemias (ACE), Roseane Figueiredo Félix, os uniformes são bem vindos, porque ajuda na segurança do nosso trabalho e identificação. “Muitas famílias ainda resistem em abrir suas residências para executarmos nossos serviços de combate aos criadouros do Aedes, agora com identificação adequada ajuda mais, na confiança. Em nome de todos os servidores agradeço ao secretário Diógenes Marcondes e a prefeita Lucimar Campos por nos proporcionar melhores condições de trabalho”, disse Roseane, que também atua como supervisora geral do Setor I em Várzea Grande.    

A Secretária Adjunta de Saúde, Maria das Graças Metelo, destacou ainda que os agentes fazem um trabalho árduo, de sol a sol, e que eles são o elo entre a comunidade e a secretaria de Saúde. “A prefeita Lucimar preza muito a valorização dos nossos servidores e os funcionários têm a obrigação de atender bem à população. Temos procurado atender os servidores, com pagamento dos salários em dia. Sabemos que a saúde tem as suas particularidades, mas estamos conseguindo honrar com nossos compromissos e investir em melhores condições de trabalho para cada servidor, com reformas de unidades de saúde, abertura de novos serviços, aumentando a cobertura da atenção primária, e com a abertura de duas novas Upas 24 hs, reorganizando a assistência de urgência e emergência, tudo isso no fortalecimento da rede SUS do município”, disse Maria das Graças.

Para o gerente do Centro de Controle de Zoonoses, Isac Abrão Nassarden, a entrega dos uniformes além de valorizar o trabalho dos agentes também garante à população a identificação necessária dos agentes públicos e a total segurança ao abrir as portas de suas casas para vistoria. “A identificação dos trabalhadores é de extrema importância para que a população reconheça o agente de endemias e de saúde que atuam na sua comunidade. Eu me sinto privilegiado de fazer parte desta equipe”, finaliza.

Por: Letícia Kathucia – Secom/VG

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Escolha do desenho ‘Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente 2021’ vai até final de Julho

Publicado


.

07/07/2020    5

A votação para a escolha do desenho ‘Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente 2021′  já pode ser feita no Portal da Prefeitura até o final do mês de julho. A ação está sendo realizada pelo 5º ano consecutivo e tem como objetivo identificar e certificar as empresas de Várzea Grande em conformidade com a legislação ambiental no âmbito municipal, estadual assim como ações alinhadas com  as políticas públicas de sustentabilidade.

De acordo com o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis, em virtude da suspensão das aulas no município e em todo o país em razão das medidas de combate à pandemia do novo coronavírus, os trabalhos artísticos selecionados para o Selo do próximo ano foram executados pelos alunos dentro das atividades realizadas em casa com o acompanhamento remoto dos professores.

“Durante a semana do Meio Ambiente, comemorada no início de junho, uma das atividades propostas aos alunos foi a reflexão sobre o Meio Ambiente e as questões relativas à sustentabilidade. As atividades resultaram nos trabalhos de arte selecionados e colocados a disposição da comunidade para a escolha do desenho que será eleito o Selo do próximo ano” informou.

Os trabalhos que estão concorrendo ao Selo são de alunos das escolas: EMEB Manoel João de Arruda, EMEB Tenente Abílio da Silva Moraes, EMEB Faustino Antônio da Silva, EMEB Paulo Freire, Centro Educacional Abdala José de Almeida e EMEB Honorato Pedroso de Barros.

Segundo a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Helen Ferreira Farias, o sucesso da votação para a escolha do desenho para o Selo é comprovado pelo grande volume de acesso e pelo total de votos alcançados ao final do concurso nos anos anteriores. A secretária reforçou que empresa certificada com Selo tem um diferencial com relação às concorrentes.

“Adquirindo produtos ou serviços nas empresas certificadas, o consumidor tem a certeza de que está contribuindo com o meio ambiente sustentável e de qualidade. Consequentemente, o empresário se sente mais estimulado a adotar práticas autossustentáveis como forma de conquistar mais espaço no mercado”, explicou.

A secretária Helen Farias disse ainda que em 2019, o desenho da aluna Maria Helena Capitani, estudante do 5º ano matutino da Escola Municipal de Ensino Básico – EMEB Ana Francisca de Barros, do bairro 23 de Setembro, foi eleito para ser o ‘Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente de 2020’ com mais de 345 mil votos. O trabalho da aluna retratava a situação da natureza nos dias atuais e uma hipotética consequência das ações feitas pelo homem se não houvesse um cuidado maior com a preservação ambiental.

“ Este trabalho educativo que é realizado pelas equipes da Educação e Meio ambiente, junto aos alunos é de extrema importância, porque não só desperta a educação ambiental entre eles como também é extensivo as famílias. E realizando esta atividade, que externa junto a sociedade e classe empresarial, os alunos se sentem a cada ano mais desafiados, a darem o melhor de si, e aprofundam nas pesquisas para realizarem a tarefa final, que é a produção do selo, que é colocado para a escolha junto a população da cidade. Sendo esta ação de extrema responsabilidade social”, disse a secretária do Meio Ambiente Helen Farias.    

O secretário Silvio Fidelis, explicou que para a enquete deste ano houve pequena mudança “Para não direcionar nem influenciar na votação, os trabalhos foram publicados sem os nomes dos autores e das escolas. O público interessado em participar da votação vai apreciar o melhor desenho que expressa o zelo que o homem deve ter com o meio ambiente e as consequências por não cuidar do meio em que vivemos. Para votar basta acessar o site da prefeitura pelo endereço eletrônico www.varzeagrande.mt.gov.br/enquete  , ou clicar no banner, indicando para votação, no portal da prefeitura, varzeagrande.mt.gov.br. A votação é na modalidade livre, não contendo base científica, e sim, a pura expressão do aluno com referência ao tema. A Votação é aberta para toda a sociedade que pode acessar o site institucional da prefeitura e escolher até o dia 31 de julho, um dos seis desenhos, sendo apenas um deles, o vencedor do selo “Empresa Amiga do Meio Ambiente 2021”,detalhou o secretário.

 

Por: Fred Nogueira – Secom/VG

Continue lendo

Várzea Grande

Lucimar confirma prioridade com Saúde Pública

Publicado


.

06/07/2020    0

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, reafirmou seu compromisso em dobrar os recursos destinados à saúde e a área social neste ano de 2020 em meio à pandemia da Covid- 19.

Ela apresentou o relatório resumido de prestação de contas do primeiro quadrimestre deste ano (Janeiro a Abril) quando foram investidos na área de Saúde quase 22% das Receitas Correntes Municipais no que tange as receitas próprias.

“A Lei prevê que os gestores públicos municipais devem aplicar até 15% de suas receitas em Saúde e os Estados até 12%, e nós enquanto Várzea Grande, aplicamos somente nos quatro primeiros meses deste ano quase 22%, ou seja, 7% a mais e vamos chegar a 30% até o final do ano, repetindo os índices dos anos anteriores”, explicou a prefeita sinalizando que a prioridade continuará sendo as áreas essenciais, como Saúde, Social, Educação, Segurança e Obras.

Citando os princípios constitucionais da Administração Pública, o LIMPE – Legalidade; Impessoalidade; Moralidade; Publicidade e Eficiência, a Prefeitura de Várzea Grande quer demonstrar a população que vem cumprindo além do que a lei determina em torno das receitas próprias do município de Várzea Grande para as áreas essenciais principalmente a saúde, social e segurança que têm sido muito utilizadas neste momento de pandemia.

Com base na arrecadação de impostos apuradas de 1 de janeiro até 30 de abril, incluindo as transferências obrigatórias do Governo Federal, se tem uma receita da ordem de R$ 230.824.172 milhões, dos quais R$ 150.284.377 milhões são referentes as transferências.

Já o secretário de Saúde de Várzea Grande, Diógenes Marcondes, apontou que foram aplicados em Saúde Pública de Várzea Grande, nos quatro primeiros meses de 2020, recursos da ordem de R$ 24.642.739 milhões, R$ 7.233.283 milhões a mais do que o previsto na Lei para serem  aplicados no setor e frisou que se descontar do total de receitas arrecadadas as transferências obrigatórias do Governo Federal se terá mais de 30,6% aplicadas na Saúde.

“Aqui nestes valores estão demonstrados os compromissos da atual administração com a saúde pública e pode apostar que iremos fechar o ano com mais de 30% das receitas aplicadas neste que se tornou o mais importante setor da economia e da vida das pessoas”, frisou o titular da Saúde Pública.

Lucimar Sacre de Campos assinalou que semana passada o Hospital Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande abriu 10 novos leitos de UTI para casos não Covid- 19 com recursos próprios municipais e ajuda do Governo Estado  e ponderou que mesmo no Plano de Contingência, a estrutura de saúde da cidade ter ficado como atendimento não Covid- 19, porém,  o atendimento ambulatorial para os casos de coronavírus são realizados nas Unidades de Pronto Atendimento – UPA IPASE e Dr. Farid Seror (Grande Cristo Rei) e no Hospital e  Pronto Socorro para triagem e transferência dos casos de coronavírus para as unidades referências que são muitas no Estado e que na Região Metropolitana são o Hospital Estadual Metropolitano em Várzea Grande, o Hospital Estadual Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, o antigo Pronto Socorro Municipal de Cuiabá e o Hospital São Benedito.

O titular da saúde lembrou que novas medidas estão sendo adotadas e podem ser anunciadas em breve.  “Temos mais ações sendo planejadas e implementadas, porém, só serão anunciadas quando se tiver certeza absoluta das mesmas. Neste momento de pandemia dependemos de uma série de fatores externos, como mais servidores da saúde, mais equipamentos, mais medicamentos e mais insumos e como estamos fazendo tudo dentro do devido processo legal com licitação, compras em valores corretos e transparentes, por isso precisamos adotar e colocar em prática protocolos que buscam resultados neste momento explicou Diógenes Marcondes.

Por: Rafaela Maximiano – Secom/VG

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana