conecte-se conosco


Saúde

Saúde assina intenção de compra de vacinas da Pfizer e da Janssen

Publicado


O Ministério da Saúde publicou nesta quarta-feira (3), em edição extra do Diário Oficial da União, avisos de dispensa de licitação que sinaliza a intenção de compra de 100 milhões de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer e de 38 milhões da vacina da Janssen (braço da Johnson e Johnson). Os documentos preveem a entrega dos imunizantes até dia 31 de dezembro de 2021.

Segundo a pasta, as doses da Pfizer começam chegar ao Brasil no segundo trimestre de 2021, mas não houve detalhamento do cronograma. Com a Janssen, o cronograma proposto prevê a disponibilidade de 16,9 milhões de doses entre julho e setembro e 21,1 milhões de doses entre outubro e dezembro de 2021. 

O ministro reforçou que o governo trabalha para que, até o fim do ano, todos os maiores de 18 anos que puderem, sejam vacinados. “Enquanto isso, alerto sobre a importância de que todos mantenham os cuidados preventivos individuais para diminuir os riscos de ficar doente”.

A compra foi negociada depois que projeto de lei aprovado ontem (3) na Câmara dos Deputados facilitou a compra de vacinas com autorização para uso em caráter emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por estados, municípios e por empresas.

Mais cedo, o ministro da Saúde Eduardo Pazuello esteve em reunião com representantes dos laboratórios. “A proposta de cronograma de entrega é uma boa proposta e, a partir de agora, a gente segue para fechar o contrato o mais rápido possível. Agradeço à equipe da Pfizer que está à disposição aqui e vamos juntos cumprir essa missão de vacinar o povo brasileiro”, afirmou Pazuello, sobre a reunião com a Pfizer.

Recorde de mortes

O ministro ainda disse em vídeo que hoje é um dia difícil para os brasileiros. “Atingimos um grave momento da pandemia, as variantes do corona nos atingem de forma agressiva. A todos vocês quero dizer que estamos trabalhando firme para mudar esse quadro”.

O país registrou desde ontem 1.910 mortes por covid-19, maior número de mortes pela doença em um dia.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Brasil contabiliza 42.980 novos casos de covid-19

Publicado


Em 24 horas, houve 42.980 novos casos de covid-19 no Brasil. O número consta da atualização do Ministério da Saúde (MS) deste domingo (18). No balanço, foram confirmados 13.943.071 diagnósticos positivos desde o primeiro, em fevereiro de 2020. 

O número de mortes em decorrência da pandemia do novo coronavírus chegou a 373.335. De ontem para hoje, foram confirmados 1.657 novos óbitos.

Ainda há 3.660 mortes em investigação por equipes de saúde. Isso porque há casos em que o diagnóstico sobre a causa só sai após o óbito do paciente. O número de pessoas recuperadas está em 12.391.599. Já o total de pacientes com casos ativos, em acompanhamento por equipes de saúde, ficou em 1.178.137.

Dados

Os dados em geral são menores aos domingos e segundas-feiras pela menor quantidade de trabalhadores para fazer os novos registros de casos e mortes. Já às terças-feiras eles tendem a ser maiores porque neste dia o balanço recebe o acúmulo das informações não processadas no fim de semana.

Estados

O ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo (88.350), Rio de Janeiro (41.310), Minas Gerais (30.309), Rio Grande do Sul (23.192) e Paraná (20.349). Já as unidades da Federação com menos óbitos são Acre (1.418), Roraima (1.445), Amapá (1.467), Tocantins (2.374) e Sergipe (3.955).

Boletim epidemiologico  Covid-19  18.04.2021  Boletim epidemiologico  Covid-19  18.04.2021

Boletim epidemiologico Covid-19 18.04.2021 – Ministério da Saúde

Edição: Claudia Felczak

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Saúde

Fiscalização impede festa para 500 pessoas no Rio

Publicado


A realização de uma festa com estrutura para receber 500 pessoas foi impedida de acontecer no Rio de Janeiro, informou hoje (18) a prefeitura. Uma multa foi aplicada ao estabelecimento por violação das medidas sanitárias impostas em decorrência da pandemia de covid-19.

O evento ocorreria na tarde de ontem (17) no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste da cidade. Uma equipe de fiscalização da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) chegou ao local quando cerca de 50 pessoas já estavam presentes. Uma bilheteria estava estruturada para venda de ingressos. O equipamento de som para um show ao vivo também estava montado. Todo o material foi apreendido, incluindo comidas e bebidas, totalizando 3.774 itens. 

Na quinta-feira (15), foi publicado o Decreto 48.761 atualizando as medidas sanitárias em vigor na capital fluminense. Ele traz uma lista de serviços considerados essenciais. Continuam suspensas uma variedade de atividades, entre elas boates, danceterias, salões de dança e casas de espetáculo.

Além de impedir o evento para 500 pessoas, a Seop efetuou ontem 1.829 autuações, com 85 multas aplicadas a bares, restaurantes e ambulantes. A fiscalização também levou ao fechamento de 30 estabelecimentos.

Segundo dados oficiais, a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para covid-19 é de 94% nos hospitais da rede pública situados na capital fluminense. Somente neste sábado foram confirmados mais 1.316 casos na cidade e 165 óbitos.

Edição: Claudia Felczak

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana