conecte-se conosco


Várzea Grande

Saúde amplia o programa Hiperdia para trazer mais qualidade de vida aos cidadãos

Publicado


A secretaria municipal de Saúde de Várzea Grande inova e acrescenta mais um projeto ao programa Hiperdia, com apoio tecnológico, disponibilizando aos pacientes videoaulas sobre atividade física, alimentação saudável, autocuidado, exercícios físicos e uso correto da medicação, conforme prescrição médica. O projeto piloto está sendo executado na unidade de saúde da Atenção Primária do Parque do Lago.

Para explicar melhor como funciona o novo projeto, o superintendente de Atenção Primária à Saúde, Giovani Renfro, esclarece como funciona o Programa Hiperdia do Sistema Único de Saúde-SUS.

“O programa Hiperdia é desenvolvido em todas as unidades básicas de saúde do município, que parte do princípio em cadastrar e acompanhar portadores de hipertensão arterial e os de diabetes mellitus atendidos na rede ambulatorial do Sistema Único de Saúde – SUS, permitindo gerar informação para aquisição, dispensação e distribuição de medicamentos de forma regular e sistemática a todos os pacientes. Os pacientes são acompanhados por equipes multidisciplinares, com acompanhamento médico e acesso gratuito aos medicamentos. Na sua maioria, o público é idoso, porém também temos crianças e jovens portadores das doenças”, explicou o superintendente.

Conhecendo este público e querendo melhorar o cuidado especial, de não só dar o medicamento, que é importante por controlar as doenças, segundo ainda Giovani Renfro, foi pensado em garantir uma melhor qualidade de vida a estes pacientes, que segundo pesquisas já realizadas pelo SUS, apontam a necessidade de associar projetos que melhoram ainda mais o bem-estar destes pacientes, com a realização de atividades físicas e alimentação saudável.

“Em decorrência da pandemia, a produção de videoaulas foi pensada para facilitar o acompanhamento das atividades do projeto online “Comunidade Ativa e Conectada”, para que os pacientes que não queiram participar presencialmente do programa, possam acompanhar em casa assistindo os vídeos e permitir que os familiares também possam participar junto com o paciente, desfrutando dos benefícios do projeto e estimulando a mudança de hábitos, como  a prática frequente de exercícios leves e importantes no dia-a dia, que podem ser feitos em casa, além de associar uma alimentação mais saudável, onde o paciente possa ter uma vida mais ativa e assim contribuir para a melhora da saúde e a qualidade de vida de toda a família”, explicou o superintendente.

Segundo a coordenadora do projeto, profissional em Educação Física, Anna Carolyna Costa Marques, os participantes do programa da atenção básica são orientados pelos profissionais da unidade, como enfermeiros, médicos, nutricionistas, tudo para contribuir para a promoção e prevenção da saúde dos participantes do programa Hiperdia, e agora associado ao novo projeto.

Os vídeoaulas são encaminhados via WhatsApp, para aqueles que possuem celular, e aqueles que não possuem celular, as aulas são dadas de forma presencial, atendendo todos os protocolos de biossegurança em decorrência da pandemia.

“Também proporcionamos a eles e os incentivamos a interagirem conosco, como exemplo, gravarem vídeos em casa de como estão evoluindo na prática dos exercícios ou durante a preparação de sua refeição, após as aulas de como ter uma alimentação mais saudável, dentro das suas condições econômicas, como exemplo, diminuir o sal da comida, usar menos óleo de cozinha, deixar de comer alimentos que podem potencializar as doenças e também os autocuidados com sua rotina”, disse ela.

“O projeto é piloto na unidade do Parque do Lago e já vamos estender para a unidade de saúde do Souza Lima (rural) e a localizada no bairro da Manga. Após avaliação dos resultados, pretendemos implantar em todas as unidades de saúde. O que pretendemos é dar mais assistência a nossa população que necessita do SUS, e evitar mortes por estas doenças. De acordo com a Sociedade Brasileiras do Diabetes atualmente, no Brasil, mais de 13 milhões de pessoas são portadoras da doença, o que representa 6,9% da população nacional.  O incentivo para uma alimentação saudável, balanceada e a prática de atividades físicas é prioridade da nossa gestão à este público alvo, uma vez que o Ministério da Saúde adotou metas para frear o crescimento destas doenças crônicas, a hipertensão e diabetes, no país. Se o nosso paciente aceitar o projeto e envolver seus familiares, os benefícios são maiores para todos, porque o projeto trabalha também na prevenção familiar dessas doenças”, pontuou o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros.

Dona Jessi Sabará, 63 anos, moradora do bairro Maringá III, é assistida pela unidade de saúde do Parque do Lago, portadora de hipertensão e diabetes, faz o acompanhamento médico na unidade, recebendo os medicamentos necessários. Ela  participou do projeto Comunidade Ativa e Conectada, nesta semana, e aprovou. 

“Me senti bem, vou continuar neste projeto, acho que vou aprender a me cuidar melhor. Vou orar pelo sucesso deste novo projeto, e que nunca acabe. Adquiri  mais conhecimento sobre as doenças e poderei ensinar minha família. Eu comendo certo, eles vão me acompanhar”, disse ela sorridente.

Já o senhor Eugênio Lourival Silva,  82 anos, também diabético e hipertenso, disse ter gostado da forma com que os profissionais conduziram as atividades físicas.

“Eu não andava muito, porque achava que não aguentava andar. Agora, de forma certa e com as orientações, acabei dando três voltas na pracinha, até eu estou admirado comigo mesmo. Agora é só continuar e melhorar e participar ativamente do projeto”, disse ele.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Várzea Grande

Equipes participam de movimento em prol do Rio Cuiabá

Publicado


Equipes das Secretarias de Meio Ambiente – do Governo do Estado e Prefeitura de Várzea Grande – se uniram neste sábado (18), data em que se comemora o Dia Mundial da Limpeza, para fazerem a coleta de resíduos sólidos nas margens do Rio Cuiabá. A ação faz parte do Programa Nacional Rios+Limpos, lançada oficialmente no Estado, em evento realizado no Distrito de Passagem da Conceição, com a presença do Secretário Nacional do Ministério do Meio Ambiente, André França.

“Estamos neste sábado dando sequência a limpeza das margens do rio, que teve início na quinta-feira passada, com o lançamento do programa Rios+Limpos, onde durante a ação foram coletadas cerca de 2,3 toneladas de lixos, em um trabalho que envolveu equipes de educação ambiental das cidades de Cuiabá e Várzea Grande, além de moradores da localidade do distrito, pescadores e voluntários”, destacou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural e Sustentável, Célio dos Santos.

De acordo com o gestor, equipes de diversas pastam que integram a Secretaria de Meio Ambiente, desenvolvem esse trabalho de forma continua, uma vez que essa atividade faz parte do núcleo de trabalho da nossa pasta, porém nestas datas comemorativas, as ações se tornam mais intensas e envolvem um número maior de pessoas, preocupadas com a preservação ambiental. “Hoje, em todo o mundo está acontecendo uma mobilização em favor ao meio ambiente, envolvendo mais de 180 países e mais de 50 milhões de pessoas estarão realizando a limpeza dos rios de áreas urbanas, córregos e nascentes. Várzea Grande também está envolvida neste movimento em prol da preservação do meio ambiente”.

A presidente da Associação de Catadores de Material Reciclável e Reutilizável (Asmats), Maria Aparecida do Nascimento, destacou a importância da preservação dos rios e do meio ambiente, e da cultura da coleta seletiva do lixo, ações que devem ser praticadas por toda a população. “Nós da associação temos essa preocupação e colocamos em prática essa ação todos os dias, uma vez que o nosso trabalho é justamente o de tirar da rua tudo aquilo que pode ser reciclado, dando uma destinação para cada produto, que para muitos são considerados lixo”, destacou.  Ela disse ainda que a associação tem participado de todos os movimentos em prol do meio ambiente e que a Asmats.

O vereador Joaquin Antunes, morador da região da Alameda Júlio Muller, também participou da mobilização nas margens do Rio Cuiabá. “É importante participar de uma ação que promove a cultura de uma educação ambiental, e a melhoria na qualidade de vida da população. O Rio Cuiabá é importante para a nossa sobrevivência por isso é imprescindível que ações como essa seja realizada de forma constante e consciente.  Todos nós temos que fazer a nossa parte, só assim vamos preservar esse bem natural que é de todos e faz parte da história de nossa cidade”.   

Um grupo de caiaqueiros desceu o Rio Cuiabá para fazer a coleta de lixos nos trechos mais complicados, além disso, barcos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, também percorreram uma extensão do rio para a identificação de descarte de esgoto nas margens do Rio.

Já artistas que trabalham na arte de pintura estarão realizando em vários córregos e bueiros da cidade artes com imagens que representam a natureza e o meio ambiente.

Continue lendo

Várzea Grande

Campanha de Multivacinação para crianças e vacina da influenza para população em geral

Publicado


Visando elevar a proteção das pessoas e das crianças para outras doenças que ainda necessitam de cuidados e que estavam momentaneamente suspensos por causa da COVID-19, levou a Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande a reforçar suas atividades em uma Campanha de Multivacinação.

Várzea Grande inicia amanhã, 18 de setembro, Campanha de Multivacinação ofertando doses de Pentavalente, que garante proteção contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra a bactéria haemophilus influenza tipo b, responsável por infecções no nariz, meningite e na garganta; Pneumocócica; VIP ou VOP que protege contra a Poliomielite ou paralisia infantil e a Tríplice Viral, com foco na atualização das cadernetas de crianças, menores de cinco anos.

Também vai reforçar a campanha de vacinação da Gripe Influenza, lembrando que ela não tem eficácia contra a COVI-19, mas permite aos médicos e enfermeiros em avaliação a pacientes, conseguir um diagnóstico mais apurado e um tratamento mais eficaz para a população em geral, pois assim como a COVID-19 a Influenza se trata de uma Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG.

A vacina contra a Gripe Influenza é indicada para maiores de seis meses e apenas deve se ter o cuidado de receber a vacina com intervalo de 15 dias se foi imunizado contra a COVID ou vice-versa.

O público-alvo da campanha contra poliomielite são crianças de 1 ano a menores de 5 anos, que devem receber a Vacina Oral de Poliomielite (VOP), desde que já tenham recebido as três doses da Vacina Inativada de Poliomielite (VIP), do esquema básico de vacinação. As demais vacinas conforme as indicações do calendário nacional de vacinação.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, neste momento todos os esforços estão sendo concentrados na ação da vacinação contra a COVID-19, porém é uma responsabilidade promover ação na proteção das crianças com vacinas necessárias, principalmente em momento de pandemia.

“Vamos manter um ponto de vacinação contra a COVID-19, neste sábado (18), nas Clínicas Médicas do UNIVAG, ponto fixo, para as pessoas confirmadas e agendadas, e as acima de 18 anos que ainda não receberam a primeira dose. Vinte Unidades Básicas de Saúde vão funcionar na realização da Campanha de Multivacinação. Queremos neste dia que cada pai, cada mãe, cada parente, faça sua parte no processo, leve sua criança à unidade de saúde para que possa ser imunizada e ser protegida de danos que podem repercutir a vida inteira. Estas vacinas são básicas, fazem parte da cobertura vacinal das crianças, e protegem de várias doenças. Já a vacina da Influenza está liberada para a população em geral maior de 6 meses. É importante observar o intervalo de 14 dias, após ter tomado a vacina Contra a COVID-19, para então poder tomar a vacina da influenza”, disse o secretário.

Ele reforçou que o objetivo desta ação é resgatar o sentimento de segurança, de pais e responsáveis em relação à saúde dos seus filhos. ”As vacinas são seguras e protegem de doenças, como exemplo claro da poliomielite, que está erradicada no Brasil, em decorrência da disponibilidade da vacina. Vamos continuar vacinando nossa população contra a COVID-19, sem descuidar das nossas crianças, que necessitam desta atenção da Saúde Pública”, alertou o secretário.

Ele aproveitou para lembrar que a prioridade determinada pelo prefeito Kalil Baracat é da imunização de todas as pessoas, por isso a Secretaria Municipal de Saúde tem trabalhado em diversas frentes, não apenas contra a COVID 19, mas contra toda e qualquer doença que possa ser combatida.

Gonçalo de Barros esclareceu ainda que que a Rede Pública Municipal, está preparada para realizar a Campanha de Multivacinação de forma segura, a fim de se evitar aglomeração das pessoas, o que promove a transmissão da COVID-19.

“Todas as medidas de biossegurança, e entre as orientações dadas as equipes das unidades que aplicarão a vacina, estão garantir a administração das vacinas em locais abertos e ventilados; disponibilizar local para lavagem das mãos e álcool em gel; orientar que somente um familiar acompanhe a pessoas a ser vacinada e realizar a triagem de pessoas com sintomas respiratórios antes da entrada no ambiente da vacinação, o que terá cuidado especial. Diante destas medidas adotadas os pais podem levar suas crianças com tranquilidade às unidades de saúde neste sábado (18) para se vacinarem”, garantiu o secretário municipal de Saúde Gonçalo de Barros.

Várzea Grande está reservando dois sábados, amanhã (18), e dia 25. O horário da Campanha de Multivacinação inicia das 7h30 às 17h, em 20 locais que cobrem toda a cidade.

Estarão abertas para a ação 20 Unidades Básicas de Saúde:

Centro de Saúde do Água Limpa;

Centro de Saúde Cohab Cristo Rei;

Centro de Saúde Jardim Imperial;

Centro de Saúde Nossa Senhora da Guia;

Clínica de Atenção Primária 24 de Dezembro;

Clínica de Atenção Primária Jardim Glória;

Clínica de Atenção Primária Marajoara;

Clínica de Atenção Primária Parque do Lago;

ESF – Estratégia Saúde da Família Água Vermelha;

ESF – Estratégia Saúde da Família Aurília Sales Curvo;

ESF Capão Grande;

ESF Manaíra;

ESF Manga;

ESF São Mateus;

ESF Unipark;

ESF Vila Arthur;

Unidade Básica de Saúde do Construmat;

UBS Jardim Eldorado;

UBS Ouro Verde;

UBS Santa Isabel.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana