conecte-se conosco


Esportes

São Paulo conquista vantagem sobre o Ceará no Morumbi com golaço de Nikão

Publicado

O São Paulo fez o básico para conseguir sair do Morumbi com vantagem na disputa de um mata-mata. Desta vez foi contra o Ceará, na noite desta quarta-feira (03.08), vencido pelo Tricolor por 1 a 0 no duelo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana.

A vantagem poderia ter sido maior, visto que o VAR apontou e a arbitragem marcou um pênalti na reta final do segundo tempo, perdido por Calleri.

Menos mal para o Tricolor que Nikão, que entrada na etapa final, havia aberto o placar instantes antes em um belo chute de fora da área.

Resultado magro, mas suficiente para fazer com que o time paulista tenha a possibilidade de jogar por um empate no jogo de volta do duelo, semana que vem, no Castelão. Mesma situação vivida na Copa do Brasil, onde o adversário é o América-MG.

Placar também serviu para manter o tabu são-paulino em sua casa nos jogos de mata-mata. O clube alcançou nove vitórias seguidas no Morumbi em partidas eliminatórias, um feito inédito em sua história. Para quem aposta nas copas para festejar um título, é um alento ao torcedor ante o futebol pragmático apresentado.

O JOGO

São Paulo e Ceará fizeram um primeiro tempo de muita intensidade e disputa, mas de pouco futebol objetivo, de criação de jogadas claras de gol.

Era um Tricolor de muita intensidade, muita busca nas jogadas de profundidade pelas laterais do campo, mas de pouca efetividade ofensiva. Parte por precariedade na construção das jogadas, parte pela esquema defensivo muito bem armado pelo visitante alvinegro.

E o que esperar de um jogo assim? Muito pouco. Salve chances medíocres de rebote no desvio da bola por parte dos cearenses, como aos 14′, quando Igor Gomes chutou e conseguiu um escanteio, nada de proveitoso na construção são-paulina.

Mas os paulistas não jogaram sozinhos. Do outro lado havia um adversário que parecia bem preparado para o que ia enfrentar. E aí passou a jogar no erro tricolor. Deu certo.

Aos 17′, Fernando Sobral indiciou o caminho ao roubar a bola de Miranda, exposto a maior parte do tempo. Mas chutou por cima do travessão.

Aos 29′, na melhor chance da etapa inicial, Nino Paraíba até calibrou o pé, mas faltou sorte. Ele roubou a bola de Léo pelo lado esquerdo, arrancou livre, invadiu a área e acertou a trave na finalização.

Foram duas finalizações são-paulinas durante todo os 45 minutos. Já relatamos um, o outro foi de Gabriel Neves, aos 36′, nas mesmas circunstâncias. Pouco, muito pouco. E do outro lado o Ceará continuou a jogar no erro dos mandantes. E continuou assustando.

Aos 42′ Miranda se atrapalhou ao tentar deixar a bola para Felipe Alves, Mendoza tomou a frente e desviou, mas o goleiro tricolor conseguiu se recuperar e abafar de barriga o novo chute.

Para não dizer que não falamos das flores, o São Paulo, enfim, arrancou um suspiro do seu torcedor aos 45′. Igor Gomes desviou a bola pelo alto após cobrança de escanteio e Léo finalizou à queima-roupa para a defesa de João Ricardo.

Fonte: Agência Esporte

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esportes

Mengão vence Athletico-PR, com golaço de Pedro e garante vaga na semifinal da Copa do Brasil

Publicado

O Flamengo foi até a Arena da Baixada e venceu o Athletico-PR por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (17,08) e avançou para as semifinais da Copa do Brasil.

O gol do Mengão foi marcado por Pedro, no início do segundo tempo. Agora, o Rubro-Negro aguarda seu adversário, que sairá do confronto entre São Paulo e América-MG.

O jogo

O Flamengo começou a partida tomando a iniciativa de ficar com a bola, trocando passes no campo ofensivo. Aos seis minutos, o Mais Querido criou a primeira boa oportunidade. Arrascaeta dominou na intermediária, limpou a jogada e bateu para o gol. A bola passou por cima do travessão.

O Athletico parava o jogo com muitas faltas, dificultando a saída de bola do Fla. Na reta final da primeira etapa, o time rubro-negro voltou a crescer na partida e ocupava o campo de ataque em busca de espaços na defesa paranaense. Aos 38’, Everton Ribeiro lançou Gabigol pela direita, o atacante cruzou na área e Arrascaeta cabeceou para fora.

Aos 41’, Arrascaeta ajeitou para Gabigol soltar a bomba de canhota. Bento espalmou para escanteio. O Flamengo foi melhor na etapa inicial, porém o placar não saiu do zero.

O segundo tempo começou com o mesmo panorama do primeiro: o Flamengo dominando as ações e o Athletico fechado atrás esperando para descer no contra-ataque. Aos 6’, Rodinei recebeu de Everton Ribeiro e bateu cruzado. Bento deu rebote para o meio da área e Fernandinho fez o corte.

De tanto insistir, o Mengão abriu o placar com um golaço! Rodinei foi na linha de fundo e cruzou na pequena área. Pedro apareceu livre para emendar uma linda bicicleta, sem chances para o goleiro: 0 a 1.

Após o gol, o Athletico passou a sair mais para o ataque, deixando o jogo mais aberto. Aos 29’, Pedro arrancou em velocidade, ficou cara a cara com o goleiro e rolou para Gabi, que chutou na trave. Ótima oportunidade desperdiçada.

Nos minutos finais, o Athletico pressionou em busca do empate, mas o Fla conseguiu se segurar e saiu de campo com a vitória e a classificação garantida para a semifinal.

Próximo compromisso

O Mais Querido volta a campo no domingo (21) para enfrentar o Palmeiras, às 16h, no Allianz Parque, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA: 

ATHLETICO-PR 0 x 1 FLAMENGO

Competição: Copa do Brasil – jogo de volta das quartas de final

Data e hora: 17 de agosto de 2022 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Neuza Ines Back (SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Cartões amarelos: Terans, Fernandinho, Hugo Moura (ATH); João Gomes (FLA) Gol: Pedro, aos 11 minutos do primeiro tempo (FLA)

ATHLETICO: Bento; Matheus Felipe (Cuello), Thiago Heleno e Pedro Henrique; Khellven, Erick, Hugo Moura (Vitor Bueno), Fernandinho e Abner; Terans (Vitinho) e Pablo (Canobbio). Técnico: Luiz Felipe Scolari

FLAMENGO: Santos, Rodinei, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Filipe Luís; João Gomes, Vidal (Victor Hugo), Arrascaeta (Diego) e Everton Ribeiro (Pablo); Gabigol (Everton Cebolinha) e Pedro (Lázaro). Técnico: Dorival Júnior.

Fonte: Agência Esporte

Continue lendo

Esportes

Timão goleia o Atlético-GO e garante vaga na semifinal da Copa do Brasil

Publicado

A noite desta quarta-feira (17.08) foi marcante para a Fiel! O Corinthians entrou em campo para mais um desafio importante na temporada 2022 e conseguiu um resultado grandioso, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o Timão encarou o Atlético-GO e, após derrota na partida de ida por 2 a 0, venceu diante da Fiel na Neo Química Arena por 4 a 1.

Os gols alvinegros foram marcados por Gil, na primeira etapa, e três de Yuri Alberto, na segunda.

Com a vitória por 4 a 3 na soma dos placares, o Coringão se garantiu na fase semifinal da competição nacional. O Timão não conquistava este feito desde o ano de 2018, quando foi vice-campeão. O adversário do Corinthians será o Fluminense e as datas ainda serão definidas pela CBF.

O Timão começou a partida já em busca do gol. Logo no primeiro lance de jogo, o Coringão trocou bons passes e chegou até a grande área adversária. Yuri Alberto tentou cruzamento rasteiro, mas foi bloqueado pela zaga. 

Aos dois minutos, com Róger Guedes, mais uma chegada de perigo. O camisa 10 mandou uma bomba da entrada da área e obrigou o goleiro a fazer a defesa e mandar pela linha de fundo. 

Aos cinco minutos, quem quase abriu o placar foi Yuri Alberto. O centroavante recebeu passe de Adson na entrada da área, abriu espaço e bateu cruzado, mas o goleiro mais uma vez evitou o gol alvinegro.

Os minutos seguintes seguiram com domínio corinthiano, com boas jogadas em direção ao ataque. 

Aos 35 minutos, o Coringão chegou muito perto de abrir o placar. Róger Guedes fez ótima jogada, carregou e, de fora da área mesmo, finalizou forte, mas a bola explodiu na trave esquerda do goleiro. 

O Timão tentou, tentou, e conseguiu o gol ainda na primeira etapa! Aos 41 minutos, Renato Augusto recebeu na direita, dominou e cruzou na segunda trave para Gil. O zagueiro subiu bem e testou forte para abrir o placar para o Corinthians. 1 a 0 para o Alvinegro na Neo Química Arena! 

Segundo tempo

O Corinthians iniciou a etapa complementar sem alterações e em busca do segundo gol. A primeira finalização veio logo aos dois minutos. Du Queiroz trabalhou na direita, bola sobrou para Fausto chegar batendo, mas a bola desviou na defesa do Atlético-GO. 

E na segunda finalização, o segundo gol do Corinthians! Róger Guedes foi lançado em velocidade, abriu espaço e tocou para Yuri Alberto. O atacante recebeu, invadiu a área e bateu com força. A bola passou entre as pernas do goleiro e balançou a rede. 2 a 0 pro Timão em Itaquera!

Aos oito minutos, quase o terceiro gol! Mais uma vez Gil subiu bem na grande área e cabeceou firme, mas agora o goleiro conseguiu buscar no cantinho e mandar para escanteio. 

E foi aos 10 minutos que veio o terceiro! E mais uma vez com ele, Yuri Alberto. Renato Augusto cobrou falta no meio da área e o centroavante subiu mais alto que todo mundo e desviou para ampliar a vantagem alvinegra. 3 a 0 Corinthians! 

Aos 18 minutos, a primeira alteração na equipe. Entrou Giuliano no lugar de Du Queiroz. 

E ainda tinha mais guardado para o Yuri Alberto. Aos 27 minutos, o terceiro gol do camisa 7! Gil deu chutão e Renato Augusto ajeitou de cabeça. O atacante invadiu a área do Atlético-GO e tocou com classe, por cima do goleiro. Um golaço do Corinthians na Neo Química Arena. 4 a 0! 

Em seguida, mais duas alterações no Alvinegro. Saíram Adson e Renato Augusto para as entradas de Cantillo e Gustavo Silva. 

As duas últimas mudanças na equipe aconteceram aos 38 minutos. E ambas foram no ataque. Saíram Róger Guedes e o artilheiro da noite, Yuri Alberto, para as entradas de Giovane e Jr. Moraes. 

Em seguida, o Atlético-GO ainda conseguiu marcar aos 41 minutos. Depois, foi só segurar a vantagem. Goleada e classificação garantida na Copa do Brasil 2022. 

FICHA TÉCNICA 

CORINTHIANS 4×1 ATLÉTICO-GO 

Competição: Copa do Brasil (volta das quartas de final) 

Data e hora: 17 de agosto de 2022 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília) Local: Neo Química Arena, em São Paulo 

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ) 

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ)

Árbitro de Vídeo (VAR): Rafael Traci (SC)

 Cartões amarelos: Wellington Rato (ATG), Raul Gustavo (COR), Yuri Alberto (COR), Giovane (COR), Cássio (COR) 

Cartões vermelhos: não houve

 Gol: Gil (COR), aos 41 min do 1° tempo; Yuri Alberto (COR), aos 4 min do 2° tempo, aos 11 min do 2° tempo e aos 26 min do 2° tempo; Wellington Rato (ATG), aos 42 min do 2° tempo 

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Balbuena e Fábio Santos; Du Queiroz (Giuliano), Fausto Vera e Renato Augusto (Cantillo); Adson (Gustavo Mosquito), Róger Guedes (Giovane) e Yuri Alberto (Júnior Moraes). Técnico: Vitor Pereira 

ATLÉTICO-GO: Renan; Dudu (Hayner), Wanderson, Lucas Gazal e Jefferson (Arthur Henrique); Baralhas, Marlon Freitas e Jorginho (Airton); Wellington Rato, Léo Pereira (Ricardinho) e Luiz Fernando. Técnico: Jorginho

Fonte: Agência Esporte

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana