conecte-se conosco


Esportes

Santos FC sufoca o Coritiba, marca três gols em 20 minutos e garante a classificação na Copa do Brasil

Publicado

O Santos FC pressionou o Coritiba desde os minutos inicias do jogo, deixando seu adversário acuado em toda a partida. E no início do segundo tempo, a pressão funcionou, e em 20 minutos, o time santista liquidou o jogo. Marcos Leonardo abriu o placar, Madson fez o segundo e Rodrigo Fernández garantiu a classificação para as oitavas da Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira (12), na Vila Belmiro.

No jogo de ida, o Peixe havia perdido por 1 a 0, portanto, na soma dos resultados, o confronto terminou em 3 a 1 para o time santista.

Diante da sua torcida, o Alvinegro teve uma atuação impecável, e não deu nenhuma chance para o seu adversário pensar em sair com a classificação. Destaque para a grande partida realizada pela dupla de zaga, Eduardo Bauermann e Velázquez, que não deixaram o ataque do Coritiba furar a marcação. O meio campo liderado por Rodrigo Fernández e Zanocelo estava em perfeita sintonia com os laterais e o ataque, e o resultado foi mais uma grande vitória do Santos.

Com o triunfo, o Alvinegro aguarda o sorteio para conhecer o seu próximo adversário no certame nacional.

O próximo jogo do Santos FC será pelo Campeonato Brasileiro, no domingo (15), às 19h00, diante do Goiás no Estádio Hailé Pinheiro.

O jogo
O início do Santos foi sufocante, principalmente com bolas alçadas para a grande área.

O primeiro chute que ocasionou mais perigo ao goleiro do Coritiba, ocorreu aos 9 minutos. Léo Baptistão recebe na entrada da área e bate firme, mas o arqueiro realiza a defesa.

Três minutos depois, Lucas Pires coloca na área, Velázquez sobe mais que os defensores adversários mas cabeceia por cima do gol.

Pelo lado direito do ataque, aos 21 minutos, Marcos Leonardo recebe na área e balança a rede, mas o árbitro invalida o gol do Menino da Viola.

Aos 23 minutos, em novo levantamento na área, Léo Bapitstão sobe entre a marcação e cabeceia com perigo, e a bola sai pelo lado esquerdo do goleiro.

No ataque seguinte, Jhojan Julio sobre falta na entrada da área, e Zanocelo vai para a cobrança. O camisa 25 coloca por cima da barreira ,e a bola passa raspando o travessão.

Já aos 42 minutos, em boa trama entre Lucas Pires e Jhojan Julio pelo lado esquerdo, o lateral santista invade a área e bate na rede pelo lado de fora.

Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos voltou para a segunda etapa da mesma forma que terminou a primeira, e aos 4 minutos, a pressão fez efeito. Lucas Pires coloca na área, Velázquez arremata pro gol e a bola explode em cima do zagueiro. Na sobra, Marcos Leonardo aproveita e abre o placar na Vila Belmiro. Gol número 20 do Menino da Vila goleador.

E o time santista pressionou ainda mais após o gol marcado, visando se classificar durante os 90 minutos. E aos 11, Vinícius Zanocelo carrega a bola com categoria pelo meio de campo, e entrega para Lucas Pires pelo lado esquerdo. Com grande inteligência, o lateral limpa a jogada e coloca na medida para Madson cabecear e estufar a rede adversário. Grande jogada do ataque santista, e um lindo gol na Vila Belmiro.

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Com os dois gols de vantagem, a torcida cantou ainda mais alto, e os jogadores seguiram no embalo dentro do gramado. E quatro minutos após marcar o segundo, o Alvinegro marcou o terceiro. Rodrigo Fernández recebe na entrada da área, ajeita, limpa o defensor e acerta um lindo chute no ângulo. Primeiro gol do volante uruguaio com a camisa santista.

No restante do jogo, o time santista cadenciou a bola, e na arquibancada, a torcida fazendo uma grande festa, com mais um grande triunfo do Santos FC na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA
Santos FC 3 x 0 Coritiba FBC
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Data: quarta-feira, 12 de maio de 2022
Horário: 21h30
Público pagante: 13.692
Renda: 339.262,50
Árbitro: Savio Pereira Sampaio
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Alessandro Alvaro Rocha de Matos
Cartões Amarelos: Rodrigo Fernández (SFC); Muralha, Régis e Guilherme Biro (CFBC)
Gols: Marcos Leonardo aos 4min, Madson aos 15min e Rodrigo Fernández aos 19min do segundo tempo.
Santos FC: João Paulo; Madson, Eduardo Bauermann, Velázquez e Lucas Pires; Rodrigo Fernández (Felipe Jonatan), Vinícius Zanocelo (Camacho) e Ricardo Goulart (Angulo); Jhojan Julio (Sandry), Léo Baptistão (Rwan) e Marcos Leonardo.Técnico: Lucas Ochandorena (auxiliar técnico)
Coritiba: Alex Muralha; Guillermo (Adrián Martínez), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Andrey (Pablo Garcia) Robinho (Régis) e Matheus Alexandre; Alef Manga (Warley) e Clayton (Léo Gamalho). Técnico: Gustavo Morínigo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esportes

Em jogo com arbitragem polêmica, Cuiabá perde de virada para o São Paulo no Morumbi

Publicado

Dourado reclama de pênalti que resultou no primeiro gol tricolor e de um cartão vermelho

O Cuiabá perdeu por 2 a 1 para o São Paulo, na tarde deste domingo (15), no Morumbi, pela sexta rodada do Brasileirão. O gol do Dourado foi marcado por Jenison, no primeiro tempo. O empate do adversário veio em pênalti duvidoso marcado pela arbitragem.

Com o resultado, o time auriverde segue com sete pontos na tabela de classificação. O Cuiabá volta a jogar na quarta-feira, contra o River Plate-URU, pela quinta rodada da Copa Sul-Americana, em Montevidéu, às 18h15. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso é no sábado, diante do Internacional, na Arena Pantanal, às 20h.

No começo do segundo tempo, o São Paulo pressionou o Dourado que se segurou bem com a boa postura da defesa e a ótima fase de Walter. O placar foi aberto aos 33 minutos, após passe de Pepê para Alesson chutar na trave. No rebote, Jenison só completou para correr para o abraço. Bem postado, o Cuiabá segurou as investidas do adversário principalmente nas defesas de Walter. Em uma delas, salvou cabeçada por cobertura de Calleri.

No segundo tempo, o Cuiabá apostou nos contra-ataques e vinha se defendendo bem até a arbitragem aparecer e marcar um pênalti bem duvidoso, que Calleri converteu, aos 20 minutos. Pouco depois, o árbitro deu as caras novamente ao não marcar falta clara em André Luís após contra-ataque. Cafú acabou expulso após intervenção do VAR e minutos depois veio a virada do rival com Nikão.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 1 CUIABÁ

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo

Público: 27.511 Renda: R$ 1.134.642,00 Horário: 16h (de Brasília) Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ) Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ) VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Cartões amarelos: Luciano, Igor Gomes (São Paulo), Marllon (Cuiabá) Cartão vermelho: Jonathan Cafu (Cuiabá)

GOL: Cuiabá: Jenison (32 minutos do 1º tempo) São Paulo: Calleri (20 minutos do 2º tempo), Nikão (36 minutos do 2º tempo)

SÃO PAULO: Jandrei; Rafinha, Arboleda, Léo e Welington (Reinaldo); Pablo Maia (André Anderson), Igor Gomes, Patrick (Nião) e Alisson (Rigoni); Luciano (Éder) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni

CUIABÁ: Walter; João Lucas, Marllon, Paulão e Uendel (Igor Cariús); Marcão Silva, Pepê e Valdívia (Rodriguinho); Alesson (Jonathan Cafu), Felipe Marques (Rafael Gava) e Jenison (André Luis). Técnico: Luiz Fernando Lubel

Continue lendo

Esportes

Sem vencer há cinco jogos, Cuiabá enfrenta o São Paulo no Morumbi pelo Brasileirão

Publicado

O Cuiabá enfrenta o São Paulo neste domingo às 15 horas (de MT) no estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro 2022. As equipes buscam o resultado positivo para subir na tabela da competição.

O time mato-grossense não vive um bom momento. Sem vencer há cinco jogos, foi eliminado em casa na terceira fase da Copa do Brasil após perder uma disputa de pênaltis contra o Atlético-GO na última quarta-feira (12), que culminou na demissão do técnico Pintado. A equipe ocupa o 11º lugar na tabela do Brasileirão, com sete pontos, e hoje será comandada pelo auxiliar-fixo Luiz Fernando Iubel.

Para a partida deste domingo, o Dourado terá o desfalque do centroavante Elton, vice-artilheiro do time na temporada, que sofreu uma lesão de grau 2 no músculo posterior da coxa esquerda e só deverá retornar aos gramados em alguns meses. Ele fez 10 gols em 25 jogos do clube, ficando atrás apenas de Rodriguinho, com 11. Outro que deve seguir de fora é o volante Camilo, que se recupera de uma entorse e está sem atuar pela equipe desde a reta final do estadual.

Em contrapartida, a equipe conta com o retorno de João Lucas, que estava suspenso, e também do atacante André Felipe, que recuperou de tendinite no joelho esquerdo.

Já  o clube paulista avançou na competição ao vencer o Juventude no meio de semana na Arena Barueri. No Brasileirão, ocupa a sétima colocação com oito pontos. As duas equipes já se enfrentaram duas vezes pela competição, tendo as partidas terminadas em empate. No primeiro duelo, um empate por 2 a 2 em junho, em Cuiabá e, depois, um empate sem gols na capital paulista, em outubro.

O Tricolor tem 100% de aproveitamento em casa nesta edição do torneio. Venceu o Athletico por 4 a 0 e o Santos por 2 a 1, e busca diante do time mato-grossense sua décima vitória consecutiva como mandante.

Ficha técnica

Horário: 15h (horário de MT) Local: Estádio do Morumbi, São Paulo – SP Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus Auxiliares: Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Thiago Rosa de Oliveira VAR: Diogo Carvalho Silva.

São Paulo

Jandrei; Rafinha, Arboleda, Léo e Welington; Pablo Maia, Igor Gomes, Rodrigo Nestor e Alisson (Patrick); Luciano (Eder) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni

Cuiabá: Walter; João Lucas, Alan Empereur, Marllon e Uendel; Valdivia, Everton, Pepê e Marcão Silva; Alesson e Elton. Técnico: Luiz Fernando Iubel,

 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana