conecte-se conosco


Geral

Santa Casa de Cuiabá passa por reforma de mais de R$ 1 milhão e deve ser reaberta ainda este mês

Publicado

Unidade de saúde está fechada há mais de três meses e passa por readequações em suas estruturas

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, visitou o Hospital Estadual Santa Casa de Cuiabá nesta terça-feira (18). O gestor vem acompanhando o andamento dos trabalhos de reforma e readequação predial das estruturas do Hospital, que será reaberto no final do mês de junho.

“Todos os setores passaram por readequações e, em breve, nós estaremos entregando à população um hospital moderno e de capacidade ampla de atendimento a todos os usuários do Sistema Único de Saúde”, disse Gilberto.

As mudanças já podem ser notadas na parte interna da unidade, que teve paredes pintadas, piso e forros trocados e reparos na rede elétrica e hidráulica. Além disso, a reforma já foi finalizada em alguns setores, como o da enfermaria.

Após a conclusão dos procedimentos de readequação predial, o hospital terá 30 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) para garantir o melhor atendimento aos pacientes.

 

De acordo com o secretário, a reforma foi necessária para atender a algumas exigências técnicas, pois a antiga estrutura não obedecia às normas estabelecidas pela Vigilância Sanitária. Por isso, era inviável manter a unidade em funcionamento sem antes realizar os trabalhos de manutenção. “Se tivéssemos começado a funcionar, depois, teríamos que paralisar o atendimento para fazer isso. Portanto, não tem como paralisar uma UTI, tirar o paciente para depois fazer uma reforma”, pontuou Gilberto.

O gestor esclareceu que o Governo do Estado já investiu mais de R$ 1 milhão no processo de readequação da estrutura do hospital. Quando estiver em funcionamento, a unidade será o maior hospital estadual de Mato Grosso – com 242 leitos totais, sendo 30 de UTI.

A gestão ainda se preocupa em manter todos os serviços que já eram prestados via Sistema Único de Saúde (SUS). “Oncologia, nefrologia, cardiovascular, neurologia, ortopedia e UTIs são algumas das áreas que serão contempladas; a unidade ainda será uma referência em pediatria. No entanto, é importante frisar que também contaremos com procedimentos de média complexidade”, concluiu o secretário.

 

Ala Pediátrica

Os três blocos onde irão funcionar a Ala Pediátrica estão ganhando um novo visual. As paredes dos corredores foram revestidas de cores vivas e alegres, com desenhos lúdicos e inspiradores. Diversas iniciativas estão sendo realizadas para garantir o conforto e estímulo às crianças que estiverem em processo de tratamento.

O hospital contará com 10 leitos de UTI pediátrica, nove leitos de UTI neonatal, 33 leitos de pediatria clínica, 27 leitos de pediatria cirúrgica e 22 leitos exclusivos para o Pronto-Atendimento Infantil. Apenas o setor pediátrico engloba 101 leitos da unidade – isto é, a pediatria abrange mais de 40% da totalidade de leitos do Hospital Estadual Santa Casa.

 

 

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Cuiabá libera vacinação contra covid para crianças de 10, 9 e 8 anos sem comorbidades; veja locais de aplicação

Publicado

Na próxima segunda-feira, começa a aplicação de Coronavac para crianças a partir de 6 anos

O prefeito Emanuel Pinheiro anunciou, em sua live na noite desta terça-feira (25), que a partir desta semana as crianças de 10, 9 e 8 anos sem comorbidades já podem se vacinar em Cuiabá.  Na semana passada foi dado início à vacinação de crianças com imunizante da Pfizer pediátrico, entretanto, conforme o cronograma do Ministério da Saúde, a imunização das crianças de 5 a 11 anos começou por crianças com comorbidades, crianças que moram com imunossuprimidos, quilombolas e crianças com 11 anos sem comorbidades.

Devido a um problema no sistema, alguns cadastros de crianças sem comorbidades e crianças abaixo de 11 anos receberam uma mensagem de que poderiam comparecer aos locais de vacinação. Para evitar que os pais perdessem a viagem a vacina foi aplicada.

“Gostaríamos de poder liberar para todas as crianças de 5 a 11 anos de uma só vez, mas são 60 mil e ainda não temos esse quantitativo de vacinas pediátricas. Lamentamos o transtorno e estamos organizando a vacinação para evitar aglomerações”, explicou o prefeito Emanuel Pinheiro.

O Ministério da Saúde liberou recentemente a utilização do imunizante da Coronavac em crianças de 6 a 11 anos e adolescentes de 12 a 17 anos (que ainda não se vacinaram). A partir da próxima segunda-feira (31), Cuiabá começará a aplicar o imunizante nessas faixas etárias.  Os pais poderão optar entre Pfizer e Coronavac no ato da vacinação.

Crianças de 5 anos, crianças imunossuprimidas ou com comorbidades só podem tomar Pfizer pediátrica. A segunda dose da Pfizer pediátrica deve ser tomada após 60 dias da aplicação da primeira. Já da Coronavac, após 28 dias da primeira dose.

Confira os locais de vacinação de crianças 

Unic Beira Rio – 8h às 16h30

UBS Quilombo – 8h às 11h / 13h às 16h30

UBS Jd Vitória – 8h às 11h / 13h às 16h30

UBS Parque Cuiabá – 8h às 11h / 13h às 16h30

UBS Pedra 90 I e II – 8h às 11h / 13h às 16h30

UBS Guia – 8h às 11h / 13h às 16h30

Continue lendo

Geral

Com aumento de casos, hospitais estaduais suspendem visitas a pacientes para prevenção à Covid-19 e Influenza

Publicado

Medida faz parte das ações de enfrentamento do avanço das Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG) Covid-19 e Influenza em Mato Grosso [Foto – Marcos Vergueiro]

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) suspendeu, a partir desta terça-feira (25), visitas a pacientes internados em hospitais geridos pelo Governo do Estado. A medida faz parte das ações de prevenção e enfrentamento da Covid-19 e Influenza em Mato Grosso.

Conforme Portaria Nº 032/2022, publicada no Diário Oficial que circulou nesta terça-feira, além da suspensão das visitas, o revezamento de acompanhantes de pacientes ocorrerá em casos extremamente necessários a ser avaliado pela equipe técnica/clínica de cada hospital.

“Caberá à unidade de internação monitorar os acompanhantes quanto ao surgimento de sintomas gripais e a necessidade de nova testagem desses casos”, diz trecho da portaria.

As novas regras se aplicam ao Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá, e ao Hospital Metropolitano, em Várzea Grande. As medidas também valem para os Hospitais Regionais de Sorriso, Colíder, Sinop, Cáceres, Alta Floresta e Rondonópolis

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana