conecte-se conosco


Tecnologia

Samsung deve lançar celular com bateria que carrega em menos de 30 minutos

Publicado

source

Olhar Digital

celular samsung arrow-options
Wikimedia Commons

Samsung deve lançar celular com bateria que carrega em menos de meia hora

A Samsung pode estar trabalhando em uma alternativa às baterias de íons de lítio para seus telefones. De acordo com o repórter Evan Blass, a empresa espera lançar pelo menos um smartphone com bateria de grafeno no próximo ano ou até 2021. O jornalista, que ficou conhecido como @evleaks e ganhou renome pela reputação impecável de vazamentos de celulares antes do lançamento, divulgou a informação em sua conta no Twitter, nesta segunda-feira (12).

Leia também: Xiaomi lança impressora de bolso que será vendida por menos de R$ 200

O post explica que o telefone seria “capaz de receber uma carga completa em menos de meia hora”, mas que ajustes ainda precisam ser feitos para aumentar as capacidades sem que isso signifique um aumento pesado nos custos. A Samsung não confirmou as informações.

O grafeno tem sido apontado como o “material dos sonhos” graças às suas propriedades únicas. Cientistas acreditam que as baterias de grafeno podem melhorar o armazenamento de energia e acelerar significativamente o carregamento nos telefones. Em 2017, a Samsung anunciou que seus pesquisadores desenvolveram uma “bola de grafeno” que permite velocidades de carregamento cinco vezes mais rápidas que as tradicionais baterias de íon-lítio.

O desastre do Note 7

Um grande motivo por trás da busca da Samsung por baterias alternativas é o fiasco do Note 7 , em 2016. Na ocasião, pouco depois do aparelho ter sido colocado à venda, usuários começaram a relatar problemas de superaquecimento e explosões. A Samsung ligou os incidentes a uma falha no design da bateria e fez o recall de todos os telefones Note 7 no mercado. O problema é que, após relançar o telefone “consertado”, a empresa se deparou com os mesmos relatos negativos. Isso encerrou de vez a fabricação do Note 7.

Leia também: Apple oferece US$ 1 milhão para quem conseguir hackear iPhone

Após a situação desastrosa, a fabricante sul-coreana mudou o processo de testes para os principais componentes de aparelhos móveis e instituiu um processo de inspeção de oito etapas para as baterias .

Fonte: CNet

Fonte: IG Tecnologia
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Tecnologia

Xiaomi lança trena a laser que pode medir até 40 metros de distância

Publicado

source

Olhar Digital

A Xiaomi é uma empresa conhecida principalmente por conta dos seus smartphones que alinham desempenho com preços mais acessíveis, sobretudo no Brasil . Porém, a marca possui uma variedade gigante de produtos, muitos existentes apenas em mercados alternativos, como Índia e a própria China .

Estoque do Xiaomi Mi 10 acaba em um minuto na China

Cama, capacete, mochila, bebedouro para gatos e diversos eletrodomésticos são apenas alguns exemplos. Agora, a empresa anunciou mais uma novidade: uma trena a laser .

Reprodução

O dispositivo é mais voltado para profissionais de obras e segmentos que necessitam medir distâncias longas e precisas . O Xiaomi Duka tem a capacidade de medir até 40 metros.

Anatel limita número de chips pré-pagos por CPF; entenda o motivo

Em comunicado, a empresa afirma que “não será mais preciso pedir ajuda para medir o seu quarto, algum objeto ou até mesmo ferramentas de trabalho. O novo dispositivo oferece medição precisa usando um laser de alta potência”.

Reprodução

A bateria do equipamento é surpreendente. Com 200 mAh, é possível fazer até 3.500 medições por carga. A trena é feita inteiramente de alumínio e, além de distância, é possível calcular o volume de salas , ângulos , diagonais e muito mais. O Xiaomi Duka vai ser vendido na China e na Europa com preço de 23 euros, aproximadamente R$ 111. Não há previsão para lançamento no Brasil .

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Tecnologia

Estoque do Xiaomi Mi 10 acaba em um minuto na China

Publicado

source

Olhar Digital

Xiaomi Mi 10 arrow-options
Divuldação/Xiaomi

Xiaomi Mi 10 esgota estoques em um minuto


A Xiaomi realizou na última sexta-feira (14) a primeira venda do seu novo smartphone topo de linha, o Mi 10 . Aqueles que quiseram comprar, no entanto, tiveram que agir rápido. A empresa anunciou que o estoque esgotou em apenas um minuto , gerando uma renda de 200 milhões de yuans, aproximadamente R$ 123 milhões.

No anúncio, a empresa afirmou também que a segunda venda do aparelho vai acontecer na próxima sexta-feira (21). O smartphone Xiaomi Mi 10 possui três variantes, com valores de R$ 2.470, R$ 2.655 e R$ 2.902, para versões com 8 GB de RAM e 128 GB de memória, 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento e 12 GB de RAM e 256 GB de memória, respectivamente.

Leia também: A espera acabou: Xiaomi apresenta Mi 10 e Mi 10 Pro com câmera de 108 MP

Demais especificidades incluem um processador Qualcomm Snapdragon 865 , com sistema operacional Android 10 com interface MIUI 11, tela super AMOLED de 6,67 polegadas e resolução de 2340 x 1080. O conjunto de câmeras possui um sensor principal de 108 MP, uma lente grande angular de 13 MP, um sensor de profundidade de 2 MP e uma lente macro de 2 MP. A câmera frontal possui 20 MP.

Essa conquista da Xiaomi mostra a força da empresa no mercado chinês e no mundo. A marca é a quarta colocada nas vendas mundiais de smartphones , com quase 125 milhões de unidades comercializadas em 2019.

Além disso, a empresa conquistou espaço na China em diversos outros setores. Recentemente, a Xiaomi anunciou que se tornou a primeira fabricante de TV a vender 10 milhões de unidades em um ano. Ademais, um em cada cinco televisores vendidos no país asiático era da empresa. Esses números apenas comprovam que a Xiaomi chegou ao mercado para ficar e deve crescer ainda mais com seu mais recente lançamento.

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana