conecte-se conosco


Mulher

Saiba 8 maneiras de como os governos locais podem ajudar nos seus negócios

Publicado

O governo local da sua cidade não pode comercializar ou anunciar sua empresa para você. No entanto, existem muitas maneiras com que a Prefeitura da cidade ou a câmara de comércio local podem ajudá-lo a estabelecer ou expandir o seu negócio, conta Mario de Oliveira.

Todos os anos, tem que pagar impostos em  todos os níveis de governo, municipal, estadual e federal. Isso inclui o governo local da sua cidade. Se você possui uma empresa registrada e você é um bom contribuinte, então você tem direito a várias coisas.

Além disso, os governos locais desempenham um papel importante no desenvolvimento do comércio. Eles podem impulsionar a economia de uma cidade e melhorar seu turismo. Quando sua cidade atrai pessoas, sua empresa obviamente crescerá.

Leia também: Confira 11 maneiras de promover o seu negócio quando está sem dinheiro


Mario de Oliveira dá dicas de governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais

O que é o desenvolvimento do comércio?

O desenvolvimento do comércio relaciona-se com o crescimento ou expansão de atividades comerciais em uma determinada região. Isso inclui sistemas tecnológicos, culturais, sociais, políticos, econômicos e legais em uma cidade ou país.

O comércio, a ação de compra e venda de bens e serviços, desempenha um papel importante no desenvolvimento de uma determinada localidade. Segundo Mario de Oliveira, o comércio impulsiona muito o crescimento de uma cidade. Também pode criar ganhos para as partes envolvidas.

Leia também: Conheça 6  cruzeiros extraordinários


Mario de Oliveira fala sobre governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira fala sobre governos locais


Agentes envolvidos

 Em economia, os ganhos são os benefícios líquidos dos agentes econômicos. Tecnicamente, os ganhos são o aumento do excedente do consumidor resultante da liberalização do comércio ou de tarifas mais baixas. Em termos gerais, um ganho é um aumento em uma propriedade particular ou valor do ativo.

Como o comércio, os agentes econômicos também são importantes no desenvolvimento das cidades. Eles influenciam diretamente a economia, vendendo, comprando ou produzindo. Um indivíduo, organização ou empresa pode ser um agente econômico.

No processo econômico, empresas ou indivíduos tomam decisões econômico-financeiras, explica Mario de Oliveira. Quando eles fazem isso, eles se comportam como tomadores de decisão, e quando os agentes econômicos aplicam suas decisões, eles tentam influenciar a direção dos eventos econômicos.

Agentes econômicos, como os governos locais, podem influenciar as expectativas de outros agentes. Ao promover instituições e novas regulamentações, eles também podem mudar o contexto econômico de uma cidade.

Os governos locais podem moldar o contexto econômico da cidade. Eles também podem influenciar empresas e organizações para criar empregos e fazer investimentos.

Portanto, o governo local da sua cidade pode mudar a estrutura física e econômica da localização da sua empresa. Pode também reforçar o turismo da área.

Leia também: Mário Pagnozzi Júnior dá 5 dicas de SEO no YouTube para novos canais


Mario de Oliveira governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira governos locais


Como os Governos Locais podem ajudar a desenvolver o comércio em uma cidade

Os governos locais desempenham um papel importante em ajudar os desenvolvedores e startups da comunidade. Eles podem ajudar proprietários de negócios novos e experientes na promoção ou no lançamento de seus negócios ou eventos.

Seu governo local também pode definir prioridades e alocar fundos públicos para projetos de infraestrutura, moradia acessível e iniciativas de desenvolvimento comunitário.

Eles podem optar por se associar a uma Community Development Corporation, uma organização sem fins lucrativos que oferece serviços, fornece programas e participa de atividades que apoiam e promovem o comércio e o desenvolvimento da comunidade.

Além disso, eles também supervisionam o desembolso e a reparação de moradias, terras e outros recursos pertencentes ao governo de sua cidade.

De acordo com Mario de Oliveira, tanto empresários quanto desenvolvedores costumam se associar a um governo local para progredir e promoverem o desenvolvimento da cidade.

Aqui estão cinco maneiras pelas quais o governo da cidade pode ajudar seu negócio a crescer.

Leia também: Renato Franchi contas os 10 melhores destinos para visitar na Alemanha em 2019


Mario de Oliveira governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais


Estacionamento

Um estacionamento perto do seu estabelecimento pode resultar em clientes em potencial que não querem ir em qualquer lugar perto da sua área. As pessoas não parar para fazer uma refeição ou depois de realizados tarefas, se não houver espaço para estacionamento acessível.

A oferta de áreas de estacionamento convenientes e acessíveis é importante para atrair clientes no centro comercial da sua cidade diz Mario de Oliveira.

Junte-se a outros empresários. Em seguida, peça formalmente ao governo da cidade que forneça amplas áreas de estacionamento, políticas e opções para os seus clientes.

Hoje, muitos governos locais concordam em desativar o estacionamento após as 19h. Isso incentiva as pessoas a permanecerem no distrito comercial depois de jantar em seu restaurante favorito.

Leia também: Renan Batista Silva mostra 7 dicas para gerar mais leads na economia da internet


Mario de Oliveira da dicas de governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira da dicas de governos locais

Sinais Informativos

Alguns distritos comerciais são muito grandes. Eles abrangem vários blocos. Se a sua empresa estiver localizada nas partes externas do shopping center, talvez esteja com dificuldades.

Há menos tráfego de pedestres na periferia do que na parte central de um distrito comercial. Ao publicar sinais informativos, os compradores são informados das outras lojas e estabelecimentos existentes na área.

Sinais Wayfinding orientam as pessoas através de um ambiente particular. À medida que os shopping centers se tornam mais complicados, os possíveis clientes precisam de dicas visuais, como símbolos, rotas e mapas, para ajudá-los a encontrar o que estão procurando.

Você pode pedir ao seu governo local para criar e publicar um mapa comercial do distrito. Ele deve ser colocado em vários cantos da cidade para que visitantes, compradores e turistas possam ter uma visão geral do distrito de sua empresa.

Além disso, sinais direcionais perto da vizinhança do seu estabelecimento podem aumentar o tráfego de pedestres na sua área. Seu governo local deve financiar sinais informativos para impulsionar o turismo e o desenvolvimento do comércio de sua cidade.

Leia também: Cristina Boner revela as 10 características da mulher bem sucedida e criativa 


Mario de Oliveira dá dicas de governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais


Eventos

Eventos patrocinados podem levar muitas pessoas ao seu distrito de compras. Isso aumenta o tráfego de pedestres.

Quando muitas pessoas de outros lugares vêm visitar sua cidade, o nome do seu negócio se espalhará e isso potencialmente pode gerar mais renda para você. Um evento pode criar oportunidades comerciais, possibilitando transformar visitantes em clientes regulares.

Leia também: Tarsilinha do Amaral fará visita guiada super exclusiva no MASP


Mario de Oliveira dá dicas de governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais


 Iluminação

Se o seu negócio é na periferia da cidade, você terá menos clientes do que aqueles localizados na parte central do seu distrito. A mesma coisa pode ser dita quando o seu estabelecimento está localizado em uma rua escura.

Na verdade, é pior do que estar na periferia. Má iluminação e becos escuros afugentam os clientes, enfatiza Mario de Oliveira. A maioria dos crimes acontece nesses lugares. Também faz com que você seja propenso a assaltos.

Se este for o seu problema, você pode transferir sua empresa ou pedir para o governo local adicionar mais iluminação pública. Isso também reduz a taxa de criminalidade em sua cidade.

Leia também: Saiba mais a respeito dos alimentos que fazem detox no organismo


Mario de Oliveira governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais

Lixo 

Calçadas cobertas com lixo e lixeiras transbordando afugentam as pessoas.

Pergunte aos funcionários do governo local se é possível colocar latas de lixo nas esquinas das ruas. Além disso, solicite formalmente que o dia de coleta de lixo seja regular para que a limpeza seja mantida no distrito de compras.

Leia também: Confira 8 dicas de onde comer em Whistler, Canadá


Mario de Oliveira governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais


Conclusão

O governo local da sua cidade não pode ajudá-lo diretamente a promover seu negócio, mas pode definitivamente ajudá- lo a conquistar mais clientes do que antes. Conheça os regulamentos e regras da sua cidade e o que eles podem fazer para os proprietários de empresas locais. De acordo com Mario de Oliveira, ao tornar sua área, distrito comercial ou cidade um lugar agradável para compras e turistas, pois a empresa crescerá, bem como a comunidade se desenvolverá.

Fonte: IG Delas
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mulher

Mulher fala como é ter vício em sexo: “Desmarcava qualquer coisa para transar”

Publicado

source

A britânica Frankie Considine, de 28 anos, diz que o vício em sexo quase destruiu sua vida. Ela conta que, desde que perdeu a virgindade – aos 14 anos – já dormiu com mais de 130 homens, chegando a transar com 4 deles em um único dia. 

mulher arrow-options
Adrian Orange/The Sun

Viciada em sexo, Frankie desabafa e diz que doença quase destruiu sua vida

“Eu só conseguia funcionar e fazer minhas obrigações do dia se soubesse que, em algum momento, haveria sexo ”, explica ela, que conta se relacionar predominantemente com amigos de amigos e ex-namorados, mas também com pessoas que conhece em aplicativos de encontros. 

Frankie foi diagnosticada como viciada sexual há apenas dois anos, mas convive com o distúrbio desde que consegue se lembrar da sua vida sexual. “Perdi minha virgindade aos 14 e, aos 16, iniciei um namoro de quatro anos. Mesmo que eu o amasse, não conseguia evitar as traições ”, recorda ela, em entrevista ao portal The Sun

Leia mais: Viciada em sexo dá detalhes sobre como problema atrapalha sua vida

O quadro, então, piorou após o falecimento da sua mãe. “Quando minha mãe morreu eu tinha 20 anos. Terminei o namoro e comecei a usar o sexo para lidar com o luto. Eu estava desesperada por atenção e contato com outras pessoas e essa foi a maneira que encontrei de lidar”, diz.

Foi nessa fase que Frankie conta ter se envolvido com a maior quantidade de homens. Foi quando viveu o episódio de quatro transas em um único dia. “Eu tive um encontro pela manhã, nós ficamos e depois eu levei meu carro para o mecânico. Naquele dia eu ainda dormi com o mecânico e um amigo e, logo depois, saí para outro encontro”, relembra ela. 

Além da forma como o sexo absorveu sua vida prática, a mulher diz que as outras relações interpessoais também ficaram de lado, trazendo problemas. “Eu desmarcava qualquer coisa com amigos se fosse para transar. Eu inventava doenças no trabalho. Me tornei ausente”, diz. 

Como praticava todas as relações sem proteção ou anticoncepcionais – conta ela – as infecções também não demoraram a aparecer. “Tive muitas IST’s . Fui infectada com o vírus HPV em 2013 e depois cheguei a ter clamídia duas vezes”, conta ela. 

Leia mais: Viciado em sexo descreve processo difícil em busca de cura

O maior problema, porém, surgiu em 2014, quando Frankie descobriu que estava grávida . “Eu não fazia ideia de quem poderia ser o pai. Tinha cinco ou seis opções e não poderia recorrer a ninguém. Foi quando tomei a decisão de um aborto”, conta. Para Frankie, o episódio foi decisivo para que ela procurasse ajuda. 

Na terapia, ela entendeu a raiz de alguns dos seus problemas e recebeu o diagnóstico de vício em sexo. “Foi um alívio para mim perceber que eu não era um monstro, que muitas das coisas não eram minha culpa”, explica ela. Segundo Frankie, o principal motivador para o seu vício era a necessidade de atenção. 

“Meus pais se divorciaram quando eu tinha 13 anos. Fiquei com meu pai, que é taxista e passava o dia inteiro fora de casa. Eu lembro de procurar chats na internet para conseguir conversar com alguém”, lembra. 

Hoje, Frankie diz que seu tratamento envolve mais calma e consciência nas relações. “O sexo funciona como uma droga pra mim, eu sei que me faz mal. Por isso, quando conheço alguém, vou com calma, quero conhecer a pessoa”, diz ela. 

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Mulher

Já aproveitei, mas tem mais! Como não perder o pique no carnaval?

Publicado

source

O carnaval com certeza é a festa mais animada do ano: todo mundo dança, pula e se diverte. Isso pode fazer com que, no meio do feriado, você sinta muito cansaço. Mas não vai desistir de aproveitar, né? Por isso, saiba como não perder o pique do carnaval quando bater aquela exaustão depois dos primeiros dias.

Leia mais: No Carnaval, Google Maps mostra blocos de rua e vias interditadas

Manter-se hidratado é essencial para aguentar todos os dias de carnaval arrow-options
Elena Fragoso/Shutterstock

Manter-se hidratado é essencial para aguentar todos os dias de carnaval

Antes de mais nada, o carnaval já é uma atividade aeróbica, segundo o educador físico Robson Caetano. Por isso, o ideal é que nos preparemos para a chegada dele. Mas, quando isso não acontece, ainda existem formas de melhorar a disposição.

Se você está pensando nos energéticos , essa não é a aposta de Robson: “Os energéticos são ricos em carboidratos e possuem um alto teor de açúcar. Quando misturados com outras bebidas, principalmente alcóolicas, normalmente te levam a uma falsa sensação de bem estar e energia”.

Ao invés disso, o corpo, na verdade, está se forçando a reter uma energia para qual não está totalmente condicionado.

O educador diz que para aguentar os dias de folia, é preciso ter bastante força nas pernas. Então uma dica é fazer alguns alongamentos . Por exemplo, ele explica que dá para alongar a parte de trás das pernas, apenas apoiando as mãos numa parede e levantando as panturrilhas.

Outro alongamento indicado por Robson é para o quadríceps, realizando uma flexão dos joelhos em pé (apenas descendo e subindo).

Ele também recomenda alongar a parte posterior da coxa, e para isso o ideal é flexionar o joelho da perna que ficará na frente, enquanto estica totalmente a outra perna.

Leia mais: Pabllo Vittar, Michel Teló e mais blocos de Carnaval invadem São Paulo

Esses exercícios devem ajudar a ter mais resistência para a festa, pois com a musculatura flexível, há uma melhora da nossa performance corporal.

Mas além deles, Robson diz que ingerir alimentos ricos em carboidratos ajuda muito, pois assim evitamos as contrações musculares involuntárias. Ou seja, se alimentar bem é essencial para não ser surpreendido por aquela famosa cãimbra.

Como o gasto energético durante o carnaval é bem alto, há uma exigência maior para que o nosso corpo reponha energia. Pensando nisso, o principal é manter-se hidratado e alimentado de muitos nutrientes, fugindo dos industrializados.

O outro ponto de destaque que o educador coloca é dormir bem . Se você está muito cansado, deve dormir de 6 a 8 horas para aproveitar o outro dia. Isso ajuda na multiplicação de células no nosso corpo, o que mantém a disposição e melhora o humor.

Leia mais: Carnaval em São Paulo: confira o que abre e o que fecha durante o feriado

Portanto, já sabe: nada de energéticos, mas sim fazer alongamentos, boa alimentação e bom sono para recarregar as forças. Com essas dicas, você irá aproveitar bastante e não vai perder o pique do carnaval.

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana