conecte-se conosco


Mato Grosso

Sábado (01): Mato Grosso registra 53.151 casos e 1.876 óbitos por Covid-19

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (01.08), 53.151 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 1.876 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado e 34 mortes nas últimas 24 horas. 

Foram registradas 1.073 novas confirmações de coronavírus no Estado. Dos 53.151 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 18.339 estão em monitoramento e 32.936 estão recuperados. 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 329 internações em UTIs públicas e 300 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 88,52% para UTIs adulto e em 33,94% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (11.686), Várzea Grande (4.204), Rondonópolis (3.290), Lucas do Rio Verde (2.860), Tangará da Serra (2.322), Sorriso (2.114), Sinop (2.077), Primavera do Leste (1.798), Nova Mutum (1.461) e Pontes e Lacerda (936). 

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria. 

O documento ainda aponta que um total de 48.051 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 4.351 amostras em análise laboratorial. 

Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Neste sábado (01), o Governo Federal confirmou 2.707.877 casos da Covid-19 no Brasil e 93.563 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 92.475 óbitos e 2.662.485 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. 

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

“Estamos entregando títulos esperados há décadas pelas famílias em Mato Grosso”, afirma presidente do Intermat

Publicado


O Governo de Mato Grosso, por meio Instituto de Terra Mato Grosso (Intermat), vem promovendo uma grande regularização fundiária com a entrega de títulos urbanos e rurais, esperados há mais de três décadas pela população de vários bairros de Cuiabá e outros de demais municípios. Parte desta longa espera foi ocasionada por gestões passadas que iniciaram os trabalhos, mas não o finalizaram.

“Nós estamos pegando vários projetos de regularização fundiária que tiveram apenas início, mas foram deixados pela metade e não foram finalizadas por outras gestões de outros governos passados. A regularização é uma pendência que vem se arrastando há décadas, por isso, estamos concluídas aquelas missões que não foram 100% completas”, disse o presidente do Intermat, Francisco Serafim de Barros, durante entrevista no programa Giro da Rádio Conti FM, de Cuiabá, nesta quarta-feira (23.06).

Ainda de acordo com o gestor da pasta, o Intermat executa um plano de ação para concluir as entregas de títulos urbano e rural atender ao direito do cidadão de receber o documento da sua propriedade.

“O governador Mauro Mendes nos determinou que fosse realizado um levantamento de tudo que foi deixado pela metade, todas as pendências de regularização, não interessa quem começou e abandonou, nossa meta é corrigir as deficiências do passado. O que importa é atender ao cidadão que está precisando do título definitivo da sua residência para que tenha segurança e tranquilidade de ser o dono de direito, totalmente documentado”, afirmou.

Na entrevista, Francisco Serafim destacou ainda que a pandemia da Covid-19 desacelerou os trabalhos de regularização realizado pelo Intermat. Porém, na primeira quinzena de junho 2021, a autarquia, por determinação do governador Mauro Mendes retornou com o processo de entrega de títulos em Cuiabá, levando os documentos na residência do morador.

A realização dos trabalhos de regularização fundiária e entrega de títulos de devidamente registradas em cartórios, aos moradores dos bairros, conta com a parceria da empresa pública MT Par que injetou R$ 7,4 milhões no projeto.

Somente com o imóvel escriturado é que o cidadão é legitimado o proprietário legal, podendo realizar a venda do mesmo, reformar e construir com segurança. Além disso, somente com essa documentação são oportunizadas linhas de diversos financiamentos usando o bem como garantia.

Nesta quarta-feira (23.06), serão entregues 600 títulos de propriedade em Cuiabá, no Bairro São João Del Rey. Nos últimos dias, outros 77 títulos foram concedidos para as famílias que moram no assentamento Facão, em Cáceres (a 220 km de Cuiabá).

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Dois suspeitos de roubo a cooperativas de crédito são presos após tentarem comprar carro à vista

Publicado


Dois criminosos envolvidos nos roubos a duas cooperativas de crédito em Nova Bandeirantes (1.026 km ao norte de Cuiabá) foram presos pela Polícia Civil nesta quarta-feira (23.06), em Nova Monte Verde, durante diligências realizadas pela equipe da delegacia do município.

As prisões ocorreram no momento em que os suspeitos negociavam a compra de um veículo, mas não efetivaram a aquisição. Em poder dos suspeitos foi apreendido o valor aproximado de R$ 20 mil em dinheiro, além de outros itens utilizados na prática dos roubos, como roupas camufladas, arma de fogo e munições.

Entre as armas apreendidas estão um fuzil .30, que aparece em posse dos suspeitos nas imagens dos circuitos de segurança das agências bancárias.

Após a compra do veículo, um dos suspeitos foi abordado em via pública e o segundo em uma residência nas proximidades. Na abordagem, foi encontrada uma quantia em dinheiro em poder dos suspeitos e chaves de um quarto de hotel, onde eles estavam hospedados.

Em buscas na residência foram apreendidas mais notas de diversos valores em sacolas, um fuzil, que estava camuflado em meio a lixo e carregadores. No hotel foram localizadas roupas camufladas, luvas e outros pertences pessoais.

Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Nova Monte Verde, onde serão interrogados pelo delegado Antenor Pimentel Marcondes e autuados em flagrante pelos crimes de roubo majorado, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Segundo o delegado da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, o flagrante será realizado na Delegacia de Nova Monte Verde e o procedimento será posteriormente encaminhado ao GCCO, sendo representado pela conversão da prisão em flagrante dos suspeitos em prisão preventiva.

“É importante ressaltar que a ação foi realizada por policiais civis da Delegacia de Nova Monte Verde. Os policiais civis da cidade por conhecer bem a região vêm auxiliando muito no trabalho investigativo, que avança a cada dia, na identificação dos suspeitos envolvidos direta e indiretamente nos crimes”, disse o delegado.

As diligências na região continuam em andamento contando com a participação das equipes da GCCO, GOE e Delegacia Regional de Alta Floresta.

Dinheiro recuperado e identificação

Ainda no final da tarde desta terça-feira (22.06), o Batalhão de Operações Especiais (Bope) voltou ao local do confronto entre policiais militares da Força Tática e de dois suspeitos do assalto às cooperativas de crédito, ocorrido na segunda-feira (21.06) e acabou encontrando R$ 45.025,00 em dinheiro após varredura na área. Também foram encontradas gandolas camufladas, roupas e uma rede de selva.

Além disso, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) identificou pela papiloscopia os dois suspeitos mortos no confronto de segunda-feira. Trata-se de Diego Almeida Costa, de 31 anos e Adailton Santos da Silva, de 40 anos.

*Com informações das assessorias da PJC, PM e Politec

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana