conecte-se conosco


Opinião

ROMILDO GONÇALVES – O inverno chegou

Publicado

Dicas para vidas saudáveis! O inverno chegou! Aviso as populações humanas, redobrem os cuidados com a saúde nesse período do ano. Em especial as crianças, anciãos, anciãs e a população humana de modo geral.

Um dos primeiros e mais importantes passos a serem tomados nesse período são: ao amanhecer, você deve abrir portas e janelas de sua residência para que sol e ar novo e fresco possam adentrarem o interior do seu lar, permitindo a reoxigenação do ambiente e da vida livremente.

É importante lembrar que outros fatores igualmente importantes influência sobremaneira a vida, então todo cuidado com você e com seus familiares é pouco, evitar aglomerações humanas é um deles onde vírus circulam facilmente.

Como se sabe o inverno começou dia 21 de junho nesse período o que se vê na prática, período temporal em que as condições intempéries variariam de maneira brusca e intensas e difusamente.

As temperaturas nesse período variam de 0º a 50º graus Célsius em pequenos intervalos de tempo horas, dias, semanas… Causando estresse e fragiliza a resistência natural do organismo humano.

Leia Também:  LICIO MALHEIROS - Energias Limpas e a Biosfera Terrestre

Nesse período a proliferação como se vê a proliferação de vírus, bactérias, ácaros, fungos… No ambiente é uma constante. Daí para acometerem as pessoas e agravar a situação é daqui pra li!

Dados oficiais apontam que no Brasil morrem todo ano em média entre 2,5 a 3 mil pessoas acometidas de asma, e demais variantes de doenças respiratórias. Nesse período então a situação fica ainda mais aguda.

Assim sendo, devemos utilizar sempre aquela máxima de que, “prevenir é melhor que remediar ou uma pessoa prevenida vale por duas”, como queira. Lembre-se tomar vacina na hora certa é fundamental.

A utilização de práticas simples, porém, eficientes para ajudar a reduzir a secura do ar no ambiente é fundamente, como por exemplo: nebulizadores, toalhas molhadas, bacia com água…

Este ano de 2019, com a presença do fenômeno El Niñio novamente no Brasil, o inverno será mais quente e mais rigoroso em todo o território nacional, não há escapatória, isso é um fenômeno natural independe da intervenção humana para impedi- ló, porém, podemos prevenir-se.

Leia Também:  GAUDÊNCIO TORQUATO – Populismo não é ameaça

Para o Instituto Nacional de Meteorologia, outros fenômenos meteorológicos comuns nessa época do ano também estarão presentes como inversões térmicas, concentração de neblinas e nevoeiros nas primeiras horas do dia, queda da umidade relativa do ar, intensificação da movimentação eólica…

A ausência de chuvas, e o ar seco contribuem sobre maneira para o aumento da suspensão de materiais particulados na atmosfera como poeira, fumaça oriunda da queima de biomassa e de veículos automotores, são fatores também complicador nessa estação do ano.

Então! Vamos prevenir e evitar males previsíveis e evitáveis, porque não? Seja altruísta e inteligente não polua o meio ambiente.

Romildo Gonçalves é Biólogo, Prof. Pesq. Em Ciências Naturais da Ufmt/Seduc

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Opinião

ONOFRE RIBEIRO – Trilhos e futuro

Publicado

Antes de falar sobre a ferrovia de São Paulo a Rondonópolis e daí a Cuiabá e Sorriso, gostaria de falar um pouco sobre o ambiente de negócios e de investimentos para o Brasil nos próximos meses e anos.

Meu filho Fábio Ribeiro esteve no começo do mês em São Paulo pra participar do Congresso “ExpertXP 2019”.  Foi o maior encontro mundial sobre investimentos neste ano. Lá estiveram os grandes pensadores e investidores nacionais e representantes internacionais.  Vou tentar sintetizar algumas das ideias apresentados no congresso pela maioria dos palestrantes e debatedores.

Começo pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Ele teve a coragem de prometer publicamente naquele ambiente que ainda neste ano serão votadas e aprovadas a reforma da previdência, o pacote anti-crime de Moro, a reforma tributária e uma reforma do Estado. Esta, disse ele, deverá iniciar o processo de reduzir o Estado, com intensas privatizações e simplificação burocrática. Garantiu que a renovação de 70% no Congresso nas eleições de 2018, trouxe uma geração de parlamentares dispostos a mudar o país. Se assim for, o grande entrave político do atraso brasileiro começa a rever-se e a modificar posições cínicas e hipócritas da sua longa história.

Leia Também:  LICIO MALHEIROS - Energias Limpas e a Biosfera Terrestre

Outra colocação do ministro Paulo Guedes foi a de que alguns grandes empresários maduros de ponta estão ocupando cargos decisivos no Ministério da Economia, com missões que vão desde a política de privatizações, até a simplificação da máquina pública emperrada de hoje e a abertura do país à economia mundial. São amigos e confiam no ministro Paulo Guedes. Uma espécie de missão em favor do país.

O consenso do congresso pode ser resumido em alguns pontos essenciais:

1 – as transformações em andamento não tem volta.

2 – recomeçaram os interesses mundiais sobre o Brasil por conta dos espaços para investimentos de grande porte, especialmente na área das infraestruturas e em setores industriais hoje sucateados pelo fechamento não-competitivo dos últimos anos.

3- a crença é a de que as reformas, a abertura da economia brasileira,  o fim do lobby dos bancos com a recuperação da economia e o fim dos déficit público, os juros cairão e haverá recursos para financiamentos privados em todos os níveis. Por fim, a simplificação da máquina de poder em que se transformou o Estado brasileiro, abrirá espaços para a eficiência e investimentos e negócios numa escala muito grande.

Leia Também:  PERCIVAL PUGINA - Esperanças imobilizam o País

Portanto, há mais esperanças do que tristezas nos cenários futuros. Confesso a minha esperança quando olho pros cenários mundiais e vejo muitas incertezas lá e boas possibilidades aqui.

Nesse ambiente no próximo artigo, terça-feira, gostaria de falar sobre a ferrovia citada no começo do artigo e os cenários de Mato Grosso.

Onofre Ribeiro é jornalista em Mato Grosso – [email protected].  www.onofreribeiro.com.br

Continue lendo

Opinião

JUACY SILVA – Férias virtuais

Publicado

Amigos e amigas, bom dia, ótimo sábado e final de semana a vocês e respectivas famílias, gostaria de informa-los de uma decisão que estou tomando hoje e compreendam que as vezes precisamos de um tempo de reclusão para podermos conversar com nosso “eu interior”, refletir mais sobre a realidade concreta da vida e os nossos desafios cotidianos e que também se relacionam com nosso futuro.

A partir de hoje, por quanto tempo eu não sei, estou entrando de FÉRIAS VIRTUAIS.

As férias representam um período de descanso físico, mental e emocional que todos os trabalhadores e trabalhadoras tem direito, após um ano de trabalho. Isto é o reconhecimento de que o labor intenso desgasta as pessoas de uma forma geral e as férias representam a possibilidade das pessoas se desligarem de suas atividades rotineiras para recomporem suas energias físicas, mentais e emocionais, usarem todo este tempo para descansarem, trocarem de ambiente, enfim, darem a oportunidade para se desintoxicarem de tantas pressões do dia-a-dia do mundo do trabalho.

De forma semelhante, as FÉRIAS VIRTUAIS representam também um período de reclusão, um certo rompimento com o mundo virtual que, da mesma forma que o mundo do trabalho e as vezes em maior grau, também prendem as pessoas, tomam muito tempo, sugam as energias, principalmente mentais e emocionais e, se não percebido, o MUNDO VIRTUAL pode acabar como uma adição, um vício, exigindo até mesmo tratamento, afinal, todos os vícios são doentios e precisam ser tratados.

Assim, a partir de hoje, 20 de Julho de 2019, por um período que não sei bem qual a duração estarei entrando em FÉRIAS VIRTUAIS, período em que não estarei mais acessando as redes sociais, não estarei acessando, enviando ou veiculando mensagens e não estarei lendo mensagens.

Peço que me compreendam e me desculpem por esta minha ausência virtual. Preciso de um tempo para refletir sobre a vida e os desafios que ela nos impõem e que o mundo virtual as vezes podem agrava-los.

Nessas férias virtuais estarei aprofundando meus estudos sobre temas da realidade e da atualidade, escrevendo artigos, os quais continuarão sendo veiculados nos diversos meios de comunicação com os quais tenho colaborador por anos e décadas.

Abraços a todos/todas e a cada uma/uma de vocês, tudo de bom e fiquem com Deus, sempre!

 

JUACY DA SILVA, professor universitário, titular e aposentado Universidade Federal de Mato Grosso, sociólogo, mestre em sociologia.

 

Leia Também:  GAUDÊNCIO TORQUATO – Populismo não é ameaça
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana