conecte-se conosco


Nacional

Rodízio de veículos volta a partir de hoje em São Paulo

Publicado

Agência Brasil

rodpízio arrow-options
Paulo Pinto/ Fotos Públicas

Rodízio volta a valer em São Paulo

Adotado em dias úteis, o sistema de rodízio de automóveis e caminhões na capital paulista tornou a vigorar na manhã desta segunda-feira (13). Conforme estabelece a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), na Operação Horário de Pico, os veículos ficam proibidos de circular durante um dia da semana, nos períodos de 7h às 10h e de 17h às 20h. A data é determinada a partir das placas que os identificam.

O objetivo do rodízio é evitar congestionamentos. No sistema de revezamento, restringe-se o acesso ao centro expandido da cidade, que é delimitado pelo minianel viário.

Às segundas-feiras, a regra se aplica aos veículos com placa final 1 e 2. Às terças-feiras, placas de final 3 e 4. Nas quartas-feiras e quintas-feiras, o impedimento vale para placas terminadas em 5 e 6 e 7 e 8, respectivamente. Às sextas-feiras, a medida compreende as de final 9 e 0.

Mesmo com o rodízio vigente, ficam autorizados a transitar livremente motocicletas, táxis, veículos de transporte escolar, guinchos, entre outros. A lista completa pode ser consultada no site oficial do órgão. Dúvidas também são respondidas na página da CET.

Leia também: Menina desaparece enquanto brincava em parquinho em São Paulo

Confira as ruas onde o acesso é restrito: Marginal do Rio Tietê, entre Avenida Salim Farah Maluf e Marginal do Rio Pinheiros; Marginal do Rio Pinheiros, da Marginal do Rio Tietê até a Avenida dos Bandeirantes; Avenida dos Bandeirantes, em toda a extensão; Avenida Afonso D’Escragnole Taunay, em toda a extensão; Complexo Viário Maria Maluf, em toda a extensão; Avenida Presidente Tancredo Neves, em toda a extensão; Avenida das Juntas Provisórias, em toda a extensão; Viaduto Grande São Paulo, em toda a extensão; Avenida Professor Luís Ignácio de Anhaia Melo, entre Viaduto Grande São Paulo e Avenida Salim Farah Maluf; Avenida Salim Farah Maluf, em toda a extensão.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Hospital nega atendimento a ‘primo Antônio Carlos’, que teria usado cloroquina

Publicado


source
Montagem com vários tuítes contendo a mesma mensagem sobre o primo Antônio Carlos arrow-options
Reprodução/Twitter Marcelo Rubens Paiva

Diversos perfis compartilharam a mesma mensagem

O Hospital Unimed-Rio negou que tenha tratado com cloroquina ou sequer atendido um paciente de 67 anos infectado com o novo coronavírus (Sars-Cov-2) chamado Antônio Carlos.  Verificação feita pelo Projeto Comprova aponta que é falsa a informação sobre o ” primo Antônio Carlos ” que viralizou no Twitter .

A mensagem que circulou afirmava que o primo do autor teria se curado completamente da Covid-19 após ficar doente por 16 dias e realizar um tratamento com cloroquina no Hospital Unimed-Rio, que fica na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. 

O tuíte foi publicado por uma série de perfis diferentes e, por isso, alguns usuários da rede social já haviam questionado a veracidade da informação, ironizando a quantidade de primos que Antônio Carlos possuiria.

Leia também: Epidemia de primos de porteiro mortos “com Covid-19” toma conta das redes

O Projeto Comprova então entrou em contato com o hospital que teria realizado o atendimento, que afirmou por e-mail desconhecer “o referido atendimento ao paciente Antonio Carlos, de 67 anos, diagnosticado com a Covid-19”. 

Continue lendo

Nacional

Brasil ultrapassa mil mortes por Covid-19 e tem 19,6 mil infectados

Publicado


source

Agência Brasil

pessoa na rua com máscara arrow-options
Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Ministério da Saúde atualizou os números de casos de Covid-19 no Brasil nesta sexta-feira (10)

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (10) os números atualizados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) . De acordo com a pasta, o número de infectados, no momento, é de 19.638. o que representa aumento de 1.781 casos em relação ao balanço divulgado ontem (9). Além disso, o número de mortes superou hoje os mil casos. Até o momento, foram registradas 1.057 mortes pela doença. A taxa de letalidade do vírus no Brasil é de 5,4%.

Leia também: Coronavírus: Brasil é o país que menos testa entre mais atingidos pela Covid-19

O estado de São Paulo ainda concentra o maior número de casos (8.216) e de mortes (540). O Rio de Janeiro vem em segundo lugar, com 2.464 casos e 147 mortes. Na Região Norte, o Amazonas concentra o maior número de casos, com 981, além de 50 mortes.

No Nordeste, o Ceará se destaca, com 1.478 casos e 58 mortes. No Centro-Oeste, o Distrito Federal tem o maior número de casos, muito à frente dos demais, com 555 casos e 17 mortes. Os estados do Sul do país apresentam números de casos mais próximos. Santa Catarina é o estado da região com mais casos, 693, e o Rio Grande do Sul com menos casos, 636.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana