conecte-se conosco


Tecnologia

Robô ajuda crianças com autismo a desenvolverem habilidades sociais

Publicado

Olhar Digital

robô arrow-options
Reprodução/Youtube

Robô Kiwi ajuda crianças autistas


Muitas crianças com  autismo  sofrem com a dificuldade no aprendizado e atrasos no desenvolvimento, incluindo interação social, comunicação e comportamento. Isso torna o aprendizado de novas habilidades um grande desafio, que não costuma ser muito bem trabalhado nas escolas tradicionais. Ao saber dos obstáculos enfrentados por esse grupo, pesquisadores desenvolveram o Kiwi , um pequeno robô de aprendizado personalizado para crianças autistas.

Como parte do estudo, a equipe da Universidade do Sul da Califórnia (USC) instalou o ” robô socialmente assistente” na residência de 17 crianças autistas, para saber se conseguiriam medir o interesse demonstrado por uma criança para uma determinada tarefa.

Leia também: Robô-aspirador de pó voa para subir escadas; assista ao vídeo

Durante um mês, as crianças que participaram do estudo foram desafiadas com jogos de matemática de temas especiais em um  tablet , enquanto o Kiwi fornecia feedback e instruções, como dar dicas após uma resposta errada ou parabenizá-las por um acerto. Conforme as lições avançavam, os  algoritmos  ajustavam o feedback do robô e a dificuldade dos jogos para cada criança, de acordo com suas necessidades individuais. Para adaptá-las, o aparelho usava aprendizado de máquina .


Ao final do mês, os cientistas analisaram o envolvimento dos participantes e notaram que o robô teve 90% de precisão em detectar o interesse da criança . Isso foi comprovado com uma série de dados como posição da cabeça, desempenho na tarefa, contato visual com o Kiwi e tom de voz. No final do estudo, todas as crianças obtiveram melhora em suas habilidades matemáticas, e 92% delas tiveram avanços positivos na capacidade social. Os resultados foram publicados nas revistas  Frontiers in Robotics and AI Science Robotics .

Leia também: Robô aprende a cozinhar e servir cachorro-quente; assista ao vídeo

O auxílio dado por robôs a crianças autistas já era objeto de estudo. Segundo os pesquisadores da USC, isso é mais eficaz se o robô puder reagir ao comportamento de cada criança, algo difícil para a maioria dos sistemas robóticos. 

“Se você pensar em um ambiente de aprendizado real, o professor aprenderá coisas sobre a criança e aprenderá com ela”, afirmou Shomik Jain, principal autor do estudo. “É um processo bidirecional e isso não acontece com os sistemas robóticos atuais. Este estudo tem como objetivo tornar os robôs mais inteligentes, entendendo o comportamento da criança e respondendo a ele em tempo real”.

Esse método de ensino poderia ser mais eficiente que os cuidados humanos, visto que não depende de locais e horários, mas os críticos da metodologia temem que esses benefícios possam também se tornar um risco.

Leia também: Robô avestruz consegue cabecear bola; assista ao vídeo

“Os métodos com inteligência artificial não podem e não devem ser usados como substitutos mais baratos para o tratamento com médicos humanos” disse Alena Buyx, professora de ética em medicina e tecnologias da saúde da Universidade Técnica de Munique, em comunicado.

“Os terapeutas humanos são cruciais, mas nem sempre estão disponíveis ou acessíveis para as famílias”, explicou Kartik Mahajan, coautor do estudo. “É aí que entram robôs socialmente assistentes como esse”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Quanto ganha um influenciador no TikTok? Forbes revela números que surpreendem

Publicado


source
TikTok
Unsplash/Kon Karampelas

Veja os salários dos principais nomes do TikTok


Além de ser a rede social do momento, o TikTok também se tornou fonte de renda para muita gente. Nesta quinta-feira (6), a revista Forbes divulgou uma listas dos influenciadores mais ricos da plataforma, e os números impressionam. 

Em primeiro lugar, está a TikToker Addison Rae, de 19 anos. A jovem acumulou US$5 milhões em um ano – cerca de R$27 milhões. Os vídeos de dança publicados por ela abriram porta para contratos publicitários e ela chegou, inclusive, a lançar sua própria linha de maquiagem.

Em segundo lugar está a jovem de 16 anos Charli D’amelio, a pessoa com mais seguidores dentro do TikTok (mais de 77 milhões). A também dançarina lucrou US$4 milhões em um ano – em torno de R$22 milhões.

Confira os influenciadores mais ricos do TikTok e seus grandiosos salários anuais:

  1. Addison Rae – US$5 milhões
  2. Charli D’amelio – US$4 milhões
  3. Dixie D’amelio (sim, são irmãs) – US$2,9 milhões
  4. Loren Gray – US$2,6 milhões
  5. Josh Richards – US$1,5 milhão
  6. Michael Le e Spencer X – US$1,2 milhão

Continue lendo

Tecnologia

O Face ID não te reconhece? Veja o truque para desbloquear o iPhone de máscara

Publicado


source
Face ID
Unsplash/engin akyurt

Veja como desbloquear o celular usando máscara


Uma das principais medidas para evitar o contágio pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) é o uso de máscaras de proteção. Mas para quem está acostumado a desbloquear o iPhone com o reconhecimento facial do Face ID , esse pode ser um problema. 

Depois de muitos usuários reclamarem, pesquisadores de segurança digital do laboratório Xuanwu Lab, da chinesa Tencent, encontraram uma forma simples de fazer com que o iPhone reconheça as pessoas mesmo de máscara. As informações foram divulgadas pelo jornal Wall Street Journal. 

A dica é bastante simples, bastando dobrar a máscara ao meio para que a tecnologia do iPhone reconheça tanto o seu rosto de máscara quanto sem. Confira o passo a passo:

  1. No seu iPhone, acesse a página “ajustes”
  2. Clique em “Face ID e código”;
  3. Digite sua senha de desbloqueio;
  4. Clique em “configurar um visual alternativo”;
  5. Coloque a máscara em metade do seu rosto (segurando-a apenas na parte esquerda ou direita da face) e clique em “começar”;
  6. Siga as orientações de escaneamento facial que aparecerem na tela. 

Pronto! Agora, seu iPhone deve te reconhecer mesmo sem máscara. Se a dica não funcionar em algum momento, a recomendação é digitar a senha, e não tirar a proteção.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana