conecte-se conosco


Economia

Rio repagina campanha para comemorar Dia dos Namorados

Publicado


A campanha O Rio não Para, lançada pelo setor produtivo do turismo em 2019, foi retomada agora, com a meta de proporcionar aos turistas da cidade benefícios e descontos exclusivos, que se estenderão ao longo de todo o ano.

O vice-presidente do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Rio de Janeiro (HotéisRIO), Ronnie Arosa, informou hoje (10) à Agência Brasil que a ação promocional foi totalmente repaginada e, aproveitando duas datas do mês de junho, o Dia dos Namorados(12), e o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ (28), a campanha se chamará O Rio Não Para, para Você Não parar de Se Apaixonar.

“Vários setores do turismo, atrativos turísticos, comércio dedicado ao turismo. se uniram para ver o que nós podemos fazer de melhor para a retomada do setor. Como o mês de junho é o mês dos namorados, a gente quis aproveitar esse gancho para chamar as pessoas para virem conhecer o Rio de Janeiro e mostrar que o Rio está preparado, cumprindo todas as normas sanitárias, e não estamos parados. Continuamos abertos, funcionando, seguindo estritamente as regras sanitárias”, disse Arosa.

A céu aberto

Segundo Arosa, a iniciativa visa a atrair o turista, mesmo o local, da própria cidade, ou de cidades próximas, para o Rio, porque há muito a oferecer nesta época do ano. “Para mostrar que os atrativos culturais e turísticos estão funcionando”. Arosa enfatizou que o de Janeiro é uma cidade aberta, porque a maioria de seus atrativos é a céu aberto. “Isso ajuda muito as pessoas que visitam os pontos turísticos sem maiores problemas, porque não há tanta aglomeração. A gente acredita que o Rio é uma cidade fantástica para atrair o público nessa retomada de viagens.”

Ele destacou, entretanto, que, embora a pandemia se mostre mais controlada na capital, é preciso tomar todos os cuidados e requisitos para poder viajar em segurança. E lembrou que o Aeroporto Internacional Tom Jobim-RIOgaleão recebeu, em dezembro do ano passado, o certificado internacional do Programa de Saúde Aeroportuária e, da mesma forma, os parques e atrativos turísticos têm certificados internacionais de cumprimento das normas sanitárias, assim como a hotelaria, que conquistou o selo do Turismo Consciente do estado. “Estamos cumprindo todas as normas de segurança”, reiterou.

De acordo com Arosa, os turistas que vierem para o Rio de Janeiro terão uma experiência “maravilhosa” e controlada. Ele destacou que, além de atrair visitantes, a campanha pretende apresentar aos turistas experiências novas. “A cada mês, vamos trazer novos pacotes. A ideia é não ver o Rio como duas ou três atividades. Vamos poder aproveitar melhor o Rio. Todos os atrativos culturais e hotéis estão fazendo promoções específicas, pacotes românticos”. O objetivo é pensar que o turismo do Rio de Janeiro vai ser um turismo de experiência. Cada mês haverá uma temática nova. “Vamos trabalhar sobre essas temáticas, para trazer experiências novas a cada mês para os turistas.”

Benefícios

Ao longo do mês de junho, quem visitar a cidade terá direito a benefícios especiais dos parceiros envolvidos no projeto, para que o turista viva uma experiência única na cidade. Quem se hospedar nos hotéis cariocas, por exemplo, vai obter descontos nas diárias, que podem incluir pacotes românticos para o Dia dos Namorados, oferecidos por cada empreendimento. A maioria dos pacotes conta com jantar romântico, espumante e decoração especial.

O Bondinho Pão de Açúcar elaborou a campanha promocional Casal Maravilha. Na compra de um bilhete no site oficial, usando o cupom CASALMARAVILHA, o segundo bilhete terá desconto de 50%. O desconto será aplicado ao ingresso de menor valor, sendo válido somente para bilhetes comprados para a mesma data de visitação, desde que utilizados juntos na entrada do parque, até o dia 20. Outra ação especial será um ponto “instagramável” para os casais apaixonados, que poderão fazer fotos em uma moldura de um coração gigante, localizada estrategicamente, de forma a render belos registros fotográficos.

Outras atrações turísticas da cidade como o Cristo Redentor, o AquaRio e o BioParque do Rio também estão dando descontos que chegam a 45% no valor dos ingressos, quando comprados juntos. A ação é denominada Par Perfeito e objetiva facilitar às pessoas celebrarem o amor e ficarem conectadas à natureza.

O projeto O Rio não Para é promovido por um grupo de trabalho formado por empresários dos setores de entretenimento e indústria hoteleira, e visa promover o desenvolvimento do setor de turismo e incrementar o fluxo de visitantes na cidade. Entre os parceiros e apoiadores do projeto estão HotéisRIO, RIOgaleão, Bondinho Pão de Açúcar, Grupo Cataratas, RioLine e Campo Olímpico de Golfe.

Edição: Nádia Franco

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Guedes defende redução no desperdício de alimentos

Publicado


O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse hoje (17) que é possível estabelecer ações contra o desperdício de alimentos para fortalecer os programas sociais. “A principal ideia é conectar a solução do problema do desperdício com o ataque direto à fome que é justamente objetivo das nossas políticas sociais. Precisamos facilitar a conexão entre as políticas sociais de um lado e o desperdício que ocorre do outro lado”, ressaltou ao participar de evento promovido pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

Segundo o ministro, podem ser elaboradas propostas para que diferentes setores reaproveitem comida que seria perdida para apoiar famílias em insegurança alimentar. “Podemos, por exemplo, pensar em um incentivo para que todos esses alimentos perdidos, ao invés de serem jogados fora, possam serem canalizados para programas sociais, como postos de atendimento endereçados aos mais necessitados”, acrescentou.

Para Guedes, é preciso que o país concilie as diversas necessidades para promover crescimento econômico e melhoria da qualidade de vida da população. “Queremos manter toda a cadeia produtiva funcionando. Que o Brasil consiga expandir sua área de produção sem destruir o meio ambiente. Esse tratamento de água e esgoto também é preocupação do nosso governo, assim como a perda de alimentos”.

O ministro enfatizou ainda a contradição entre o Brasil ser um dos maiores produtores do mundo e ainda ter pessoas vivendo com insegurança alimentar. “O país não pode ser o celeiro do mundo sem acabar com a fome”, destacou.

Edição: Valéria Aguiar

Continue lendo

Economia

Caminhoneiros ameaçam greve e acusam governo de fazer marketing com demandas

Publicado


source
Wallace Landim, Chorão, líder caminhoneiro
Reprodução/Facebook

Wallace Landim, Chorão, líder caminhoneiro

O presidente da Abrava (Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores) , Wallace Landim, afirmou que a categoria poderá entrar em greve nos próximos dias . Líder da greve da categoria em 2018, “Chorão”, como é conhecido, disse estar no limite e lembra das dificuldades dos caminhoneiros nos últimos meses. 

“Possibilidade há. Estamos no limite, na UTI, estamos tomando esse remédio para salvar a categoria”, disse Landim, em entrevista ao UOL.

Chorão ainda acusou o governo federal de se promover com as demandas da categoria . Segundo o presidente da Abrava, a promessa de linha de crédito para caminhoneiros por meio do BNDES não foi cumprida. 

“Outra coisa que me deixou muito chateado é aquela [linha de crédito] de R$ 500 milhões para manutenção da categoria, que foi proposta para nós. Não conheço nenhum caminhoneiro que pegou. A vigência terminou agora. Eu pedi, mandei ofício para Ministério da Economia e nem sequer me retornou. Conversamos com vários setores financeiros, esse plano nunca existiu. Estão fazendo marketing em cima da categoria”, ressaltou. 

Você viu?

O programa foi anunciado em 2019 e teve sua vigência encerrada no último dia 8 de junho. Para tentar amenizar e atender os pedidos de caminhoneiros, o governo federal lançou o “Gigantes do Asfalto” , um projeto que promete desburocratizar a situação de caminhoneiros autônomos. 

Nos últimos meses, o Palácio do Planalto tenta atender a todo custo as demandas da categoria, a fim de evitar outra greve, como a realizada em 2018. O presidente Jair Bolsonaro, inclusive, decretou a redução de impostos federais no diesel para diminuir a pressão sobre o governo. 

Nas eleições de 2018, Bolsonaro prometeu manter bom relacionamento com os caminhoneiros, mas atritos registrados no último ano provocaram um racha entre a categoria e o presidente. No começo deste ano, parte dos caminhoneiros autônomos ameaçaram entrar em greve, no entanto, recuaram após pouca adesão.  

Após negociações, o Planalto prometeu incentivos à categoria, mas, segundo Chorão, não foram efetivadas. Entre as promessas estava a prioridade na imunização, o que também não foi cumprido. 

“A gente vem participando de muitas reuniões no governo e nada. Nós temos várias situações, uma delas é referente à vacina. A gente está no grupo prioritário desde janeiro, mas até agora a gente não foi imunizado”, lembra. 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana