conecte-se conosco


Policial

Réu confesso por matar ex-namorada asfixiada vai a Júri nesta quinta-feira em Cuiabá

Publicado

Wellington Fabricio de Amorim Couto (detalhe) cometeu o crime em maio de 2017

Welington Fabrício de Amorim Couto será julgado pela morte da ex-namorada Dineia Batista Rosa em sessão do Tribunal do Júri, nesta quinta-feira (23), a partir das 9h, no Fórum de Cuiabá. Réu confesso, o acusado responderá pela prática de homicídio qualificado por motivo torpe (sentimento de posse), emprego de meio cruel (asfixia com cabo de energia elétrica), mediante recurso que dificultou a defesa da vítima (rompimento de grade e porta) e feminicídio, em razão de a vítima ser do sexo feminino, no âmbito da violência doméstica e familiar.

O júri estava previsto para o mês de março, mas foi redesignado duas vezes. Conforme o promotor de Justiça Vinícius Gahyva Martins, que será responsável pela acusação durante o julgamento, o crime aconteceu em maio de 2017, no bairro Serra Dourada. A vítima foi asfixiada, espancada e morreu em decorrência de traumatismo crânioencefálico.

De acordo com o Ministério Público, Dineia e Welington tiveram um relacionamento amoroso por aproximadamente um ano e oito meses, e se separaram em novembro de 2016. O denunciado não aceitou o fim da relação, passou a perseguir a vítima e ameaçá-la. “Amedrontada com as ameaças do denunciado, bem como com o fato de ele já ter sido condenado por ter praticado o crime de homicídio contra a ex-convivente, a vítima registrou diversos boletins de ocorrência noticiando as violências sofridas”, narra a denúncia.

No dia 23 de março de 2017, Dineia registrou um novo boletim de ocorrência informando o descumprimento da medida protetiva determinada pela Justiça, e procurou o MPMT, que requereu a prisão preventiva de Welington em 31 de março. Em 20 de maio, cinco dias após tomar conhecimento de que tinha sido decretada sua prisão em razão do descumprimento da medida protetiva, o denunciado foi à residência da vítima simulando que a ajudaria na limpeza da casa nova da mãe dela, no bairro Serra Dourada, onde ocorreu o crime.

Dineia, o filho, a mãe e o ex-namorado se deslocaram para a área do assassinato. Ao ficarem sozinhos, o acusado deu início ao plano de matar a mulher. Ainda conforme a denúncia, para imobilizar a vítima o denunciado pegou um cabo de energia elétrica que carregava no bolso e passou a asfixiá-la. Na sequência, “deferiu diversos murros na face da vítima e, quando ela já se encontrava no chão do banheiro, deu-lhe múltiplos golpes de tijolo no rosto”.

Quando retornaram, a mãe e o filho de Dineia encontraram Welington ensanguentado, fora da residência. Preocupada, a genitora Terezinha Pinto da Silva ligou para o filho Ednei da Silva Rosa e contou o ocorrido. Ao chegar no local, o irmão encontrou a vítima já falecida. O acusado fugiu, mas foi preso em flagrante e confessou o crime. Em março de 2018 foi pronunciado e encaminhado para julgamento pelo Tribunal do Júri. Atualmente Welington está preso preventivamente no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC).

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

PRF apreende carga de pneus contrabandeada em Rondonópolis/MT

Publicado


.

Ocorrência foi durante ação conjunta com o MAPA

Um homem, de 48 anos, foi preso e uma carga de pneus contrabandeados foi apreendida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na manhã de sábado (19), durante fiscalização na BR-364, em Rondonópolis. Fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) atuavam junto aos PRFs.

Por volta das 9h, a equipe PRF abordou o caminhão Volvo/Fh 460 6x2t, com placas de Guaraciaba/SC, que tracionava um reboque.

Ao verificar a carga, os PRFs constataram que o veículo estava transportando 30 pneus, de origem estrangeira, sem documentação fiscal.

Diante da situação, a ocorrência foi encaminhada para Polícia Federal de Rondonópolis, em princípio, pelo crime de contrabando.

SECOM PRF MT
e-mail: [email protected]
Instagram: @prf_mt
Para emergências e denúncias, ligue 191

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil lamenta morte de esposa de policial em acidente em Pontes e Lacerda

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil lamenta o acidente em que ocorreu a morte de Cissa Amaral Guerreiro Andrade, esposa do investigador de polícia, Sebastião Aparecido Faria, lotado na Delegacia de Polícia de Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá). O policial civil também sofreu graves ferimentos e está internado no Hospital de Cáceres.

O casal foi vítima de acidente na BR-174 B, Km 20, na zona rural sentido Vila Bela da Santíssima Trindade/Pontes e Lacerda, na noite de domingo (20.09), quando a motocicleta em que eles estavam saiu da pista.

O veículo era conduzido pela esposa do policial que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Sebastião Aparecido também sofreu ferimentos graves e está internado em estado estável, na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em Cáceres, onde realizou tomografias na cabeça e no tórax.

O corpo de Cissa Amaral Guerreiro Andrade está sendo velado na Igreja Sagrado Coração de Jesus em Pontes e Lacerda. Uma equipe da Polícia Civil prestará homenagem a esposa do policial acompanhando o cortejo até o cemitério onde será realizado o sepultamento.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana