conecte-se conosco


Mato Grosso

REM-MT prorroga prazo para seleção de empresa especializada em terceirização de mão de obra

Publicado


.

O Programa REDD for Early Movers em Mato Grosso (Programa REM-MT) prorrogou o prazo de seleção de empresa pessoa jurídica para disponibilização de profissionais terceirizados que irão auxiliar o Grupo de coordenação do REM-MT nas tarefas de gestão técnica e administrativa. Pelo novo cronograma, as propostas podem ser enviadas até 9 de julho e a seleção será feita pelo Fundo Brasileiro de Biodiversidade (Funbio), entidade responsável por gerenciar os recursos.

A carta convite 231/2020 disponível no site do Funbio prevê a terceirização de até 15 profissionais de diversas áreas, como administração e comunicação.  Os profissionais irão atuar nas áreas administrativas do Programa REM-MT e/ou do Instituto Produzir Conservar e Incluir (PCI).

Para o coordenador de Fortalecimento Institucional do Programa REM-MT, Felipe Sant’Anna, o apoio técnico especializado será de grande importância para andamento das missões. “Temos um grande volume de trabalho e de especificidades, tais como os programas de fortalecimento dos órgãos de governo que combatem o desmatamento e valorização da floresta em pé por meio de ações para a agricultura familiar, territórios indígenas, produção sustentável”, complementa Sant´Anna.

A seleção segue os Procedimentos Operacionais de Compras e Contratações do Funbio e Diretrizes do KfW – Banco Alemão de Desenvolvimento através de Tomada de Preços Ampla Nacional (NCB). Informações adicionais e documentos necessários estão disponíveis no link: https://www.funbio.org.br/compras_contratacoes/funbio-seleciona-pessoa-juridica-para-prestacao-de-servicos-continuados-de-contratacao-de-recursos-humanos-para-auxiliar-a-equipe-do-grupo-de-trabalho-do-programa-rem-gtp-rem/

Sobre o Programa REM MT

O Programa REM remunera e premia o esforço de mitigação das mudanças climáticas de pioneiros do REDD+ (Early Movers) em nível estadual, subnacional ou nacional pretendendo fomentar o desenvolvimento sustentável e gerar aprendizados até que um mecanismo global de REDD seja operativo.

O principal objetivo do programa é a valorização da floresta em pé. O REM segue todos os princípios e critérios da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC, na sigla em inglês), na qual não ocorre transferência de créditos de carbono.

O contrato do REM Mato Grosso prevê recursos na ordem de 44 milhões de euros do governo da Alemanha por meio do Banco Alemão de Desenvolvimento (KfW), e o governo do Reino Unido, por meio do Departamento Britânico para Energia e Estratégia Industrial (BEIS). A totalidade do recurso só será liberado se o Estado mantiver o desmatamento abaixo do limite, chamado de gatilho de performance, que é de 1.788 Km2/ano.

Os recursos do Programa estão distribuídos da seguinte maneira: 60% para os subprogramas de agricultura familiar, povos e comunidades tradicionais na Amazônia, Cerrado e Pantanal; territórios indígenas; e produção sustentável, inovação e mercados.

Os demais 40% são destinados ao fortalecimento institucional de entidades governamentais do Estado e na aplicação e desenvolvimento de políticas públicas estruturantes.

 

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Operação Pantanal II reduz focos de calor em 73%

Publicado


.

A Operação Pantanal II reduziu em 73% o número de focos de calor no bioma. Na sexta-feira (07), quando foi deflagrada a operação, o satélite NPP registrou 1.370 focos de calor e nesta sexta (14.08), foram registrados 368. Os dados foram repassados hoje pela manhã pelo Centro Integrado Multiagências de Coordenação Operacional (Ciman-MT).

Os combatentes obtiveram êxito na construção de uma linha de defesa de 14 quilômetros para proteção de uma área de mais de 26 mil hectares da Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) Sesc Pantanal. A área protegida equivale a 10 vezes o arquipélago de Fernando de Noronha.

Também foram destinadas equipes para monitoramento nas proximidades da casa do senhor Dito Verde. A casa de barro, patrimônio Cultural do Pantanal, foi defendida em um intenso combate realizado na quinta-feira (13). Graças ao trabalho das equipes o local continua sendo preservado. O pantaneiro nasceu e cresceu na área da RPPN e construiu a casa há 64 anos.

As ações para defesa da maior planície alagável do mundo, contam mais 134 pessoas atuando no combate aos incêndios. São 38 bombeiros militares de Mato Grosso e 12 de Mato Grosso do Sul.  Do Governo Federal, atuam oito militares da FAB e 23 da Marinha, além de 14 brigadistas do ICMBio. O Sesc Pantanal disponibilizou 39 funcionários, sendo quatro em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso.

Para ação, estão sendo empregados duas aeronaves de combate a incêndio do CBMMT e outas duas do ICMBio. Um helicóptero da Força Aérea Brasileira e outro da marinha atuam na operação para deslocamento de equipes e identificação das éreas atingidas. Nesta sexta-feira (14), mais um helicóptero do Ibama irá atuar na região do Porto Jofre, em Poconé.

Por terra, as equipes recebem o apoio de duas camionetes, uma van, um caminhão, um ônibus e dois quadriciclos também do Corpo de Bombeiros Militar e três máquinas oriundas de apreensão cedidas pela Sema. De recursos privados, estão em campo uma aeronave e três camionetes do Sesc Pantanal, três caminhões pipa, três tratores pipa, um microônibus, um quadriciclo e uma van. Máquinas de diversos produtores rurais estão sendo empregadas na construção das linhas de defesa. As estimativas apontam que uma área de 204 mil hectares foi atingida pelo fogo nos municípios de Barão de Melgaço e Poconé.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Escola distribui cadeira de rodas personalizadas para seus alunos

Publicado


.

A Escola Estadual Especial Raio de Sol entrega cadeiras de rodas para seus alunos que mais necessitam dos aparelhos. De imediato sete cadeiras estão sendo entregues para os pais, por meio de agendamento – os pais vão até a escola em dia e hora marcada. As cadeiras, confeccionadas conforme as medidas de cada aluno, são entregues em uma parceria entre a escola e o Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac).

Segundo a coordenadora pedagógica Valdite Heinsen, as cadeiras atendem as necessidades dos estudantes, uma vez que são adaptadas. A escola enviou as medidas individuais para o Cridac, que fez a adaptação individual.  

“Tínhamos muitas cadeiras velhas que estavam sem condição de uso. Então, a diretora entrou em contato com a gerente do Cridac e fizemos uma permuta. A escola levou as sucatas e eles fizeram as cadeiras adaptadas”, destaca a coordenadora.

Para a diretora Leila Bacani Barbosa, as cadeiras vão fazer a diferença, pois a preocupação da equipe gestora da escola é o atendimento integral aos alunos. As novas cadeiras têm mais conforto e atenderão os estudantes para além da escola, pois é um equipamento que eles utilizam em todas as suas atividades diárias.

“A nossa escola tem a preocupação de atender bem nossos estudantes, e esse atendimento vai muito além da sala de aula, nos preocupamos com o bem-estar deles em casa também. Entramos em contado constantemente para saber como estão. As famílias ajudam muito com informações, pois ninguém os conhecem melhor do que os pais “, salienta da diretora.

Leila explica que a EE Raio de Sol fez arrecadação de fraldas, de produtos alimentícios (além dos kits da merenda escolar que chegaram na sua terceira etapa).

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana