conecte-se conosco


Economia

Reformas inserem o Brasil nos fluxos econômicos globais, diz Receita

Publicado

Em palestra hoje (11) na Confederação Nacional da Indústria (CNI), o secretário especial da Receita Federal do Brasil, Marcos Cintra, disse que a aprovação da Reforma da Previdência, em primeiro turno, pela Câmara dos Deputados, significa o “destravamento” do processo de reorganização das contas públicas do país.

“O Brasil quer aproveitar o momento para aprovar reformas fundamentais, que vão inserir o país nos fluxos econômicos globais”, disse.

O secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, participa do seminário, O padrão OCDE de preços de transferência e a abordagem brasileira: o caminho à frente.

Secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra José Cruz/Agência Brasil

Marcos Cintra falou durante seminário que discutiu o padrão de preços da Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Económico (OCDE). A organização internacional é composta por 34 países e tem como objetivo promover políticas que visem o desenvolvimento econômico em todo o mundo.

Brasil

No final da palestra, Cintra comentou o interesse do Brasil em ingressar como membro efetivo da OCDE e, dessa forma, usufruir de inúmeros benefícios decorrentes de financiamentos a custos mais baixos e ter acesso a mais investimentos . “Estou muito otimista com essa perspectiva”, disse ele. Para que o Brasil integre a instituição, segundo ele, é preciso esperar que as regras de ingresso sejam cumpridas.

Leia Também:  Cronograma de liberação do FGTS começa nesta segunda, dia 05 de agosto

“Existem alguns países que estão à frente do Brasil. A Argentina vai iniciar o processo. Em seguida, Brasil ou Bulgária. Acho que até o final deste ano iniciaremos formalmente o processo de ingresso na OCDE”, afirmou Marcos Cintra.

Convergência

O gerente de políticas fiscal e tributária da CNI, Mário Sérgio Carraro, disse que o pedido do governo brasileiro para ingressar na OCDE “demonstra o firme compromisso de não apenas fazer reformas, mas de promovê-las em consonância com o que há de mais moderno nos países desenvolvidos”.

Ao ressaltar que o Brasil tem as condições necessárias para aderir à organização, Carraro afirmou  que o país, entre todos os candidatos, é o que tem o maior grau de convergência com a instituição. “O Brasil é o país que aderiu ao maior número de instrumentos legais da OCDE:  77, o que representa 31% de um universo de 252”.

Edição: Augusto Queiroz

Fonte: EBC
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Economia

Plataforma da Petrobras começa a operar este ano no pré-sal de Santos

Publicado

A plataforma P-68,uma unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás (FPSO), deixou o Estaleiro Jurong Aracruz, no Espírito Santo, rumo aos campos de Berbigão e Sururu para operar no pré-sal da Bacia de Santos, com previsão de início de produção no quarto trimestre deste ano. 

De acordo com a Petrobras, a P-68 será a quarta plataforma a entrar em operação em 2019, após a P-67, a P-76 e a P-77. A plataforma tem a  capacidade de processar 150 mil barris/dia de óleo e processar 6 milhões de m³/dia de gás, além de armazenar 1,6 milhão de barris de óleo em seu compartimento.

Os campos de Berbigão e Sururu estão localizados na concessão BM-S-11A, operada pela Petrobras (42,5%), em parceria com a Shell Brasil Petróleo Ltda. (25%), a Total (22,5%) e a Petrogal Brasil S.A. (10%), sendo as empresas consorciadas as proprietárias da P-68. Os reservatórios desses campos se estendem para áreas sob o Contrato de Cessão Onerosa (100% Petrobras).

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC
Leia Também:  Agências de viagens também podem ser acionadas em caso de cancelamento de voos pelas empresas aéreas
Continue lendo

Economia

Feirão de empregos atrai milhares de pessoas na capital paulista

Publicado

Um feirão de empregos realizado nesta terça-feira (17) no centro da capital paulista, organizado pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo, atraiu milhares de pessoas interessadas em uma vaga de trabalho. Segundo os organizadores, estão sendo ofertadas cerca de 4 mil oportunidades de emprego. 

Os candidatos formaram longas filas em torno do sindicato, na Rua Formosa, no centro da cidade. Ali eles enfrentaram sol e calor, receberam senhas e foram encaminhados para participar de um processo seletivo que será realizado pelas mais de 40 empresas parceiras do feirão. Também estão sendo oferecidos cursos de capacitação para as pessoas com pouca qualificação, que poderão realizar cursos profissionalizantes e gratuitos no Centro Paula Souza, no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Parte dos candidatos começou a chegar à sede do sindicato na tarde de ontem (16), para garantir uma senha. Muitos deles dormiram no local. Hoje, a fila percorria boa parte do Vale do Anhangabaú, na região central da cidade. De acordo com a organização do evento, serão atendidas cerca de 1,5 mil pessoas por dia até a próxima sexta-feira (20).

Leia Também:  Moratória e favoritismo de peronista agravam crise econômica da Argentina

Para concorrer a uma vaga, os candidatos precisam estar com os documentos pessoais e um currículo. A média dos salários oferecidos é de R$ 1,5 mil. As oportunidades são, principalmente, para trabalhadores de tecnologia da informação, ajudantes gerais, caixas, repositores, padeiros, confeiteiros, e vendedores.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana