conecte-se conosco


Registro Geral

Reforma prevê aposentadoria aos 65 anos para homens e 62 para mulheres em Mato Grosso

Publicado

O governador Mauro Mendes (DEM) deve encaminhar a Assembleia Legislativa, nos próximos meses, um novo projeto que trata sobre a previdência estadual. A minuta foi aprovada nesta terça-feira (14), pelo Conselho da Previdência de Mato Grosso.

O objetivo é atender à exigência legal de implementação da reforma da previdência estadual até 1º de agosto de 2020. As mudanças nas regras de concessão de aposentadorias dos servidores estaduais seguem a reforma nacional.

Conforme a proposta, os servidores passarão a se aposentar com 65 anos no caso dos homens e 62 anos no das mulheres, e terão que contribuir pelo menos por 25 anos com a Previdência Social.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registro Geral

Vereadora de Cuiabá monta equipe e curte bronze nas belas praias do litoral nordestino

Publicado

Vereadora de Cuiabá, Michelly Alencar (DEM): com menos de uma semana empossada no cargo, parlamentar tirou férias para curtir praia no litoral brasileiro

Água de coco, mar e muito sol. Após tomar posse como vereadora de Cuiabá, devidamente remunerada pelo contribuinte, a jornalista Michelly Alencar (DEM), tirou uns dias para se deleitar nas maravilhosas praias do litoral brasileiro. Antes, segundo ela, sua equipe parlamentar foi “capacitada” para iniciar os trabalhos na Capital. Enquanto isso, os pobres mortais que ganham um salário mínimo ao mês, enfrentam a maior crise sanitária da história do País. Muitos choram seus mortos por estas bandas, levados pela devastadora Covid-19. Detalhe: no próximo dia 1º, Michelly receberá o provento, cerca de R$ 18 mil, limpinho na sua conta bancária. O vida boa, né?

Continue lendo

Registro Geral

Após trombar com MPE por festas barulhentas, deputado pode ser expulso do PV por “traição”

Publicado

Deputado estadual, Faissal Kalil: risco de expulsão por ter traído o PV nas últimas eleições municipais

O ano não começou bem para o deputado estadual, Faissal Calil. No início do mês, ele foi obrigado a firmar um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) com o Ministério Público Estadual (MPE), por conta de promoção de festas barulhentas na sua residência, o que incomodava centenas de moradores do bairro Shangri-Lá. Nem bem se recuperou do desgaste público, acima citado, o parlamentar se vê em outra enrascada. Segundo fontes da coluna, o chefão do seu partido, José Roberto Stopa (PV), vice-prefeito de Cuiabá, pretende expulsá-lo da sigla por infidelidade partidária, uma vez que Faissal teria apoiado abertamente a candidatura derrotada do ex-vereador, Abílio Júnior, o Abilinho (Podemos), em detrimento do projeto majoritário do próprio PV. Pelo visto, o deputado precisa de um descarrego nas gélidas águas da nossa querida Chapada dos Guimarães.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana