conecte-se conosco


Mulher

Receitas para Semana Santa e dicas para passar esses dias sem comer carne

Publicado

Lá em casa, a minha avó não deixava ninguém comer carne – principalmente a vermelha – na Semana Santa. Católica, ela dizia que a carne representava o corpo de Jesus Cristo e, por isso, estava banida do cardápio nesses dias. 


Mulher jogando salsinha picada em uma panela
shutterstock

Para fazer receitas para Semana Santa sem carne você pode usar proteínas vegetais e carne branca, como peixes


Os costumes mudam de família para família, de acordo com suas crenças. Há quem evite carne em toda a quaresma, quem siga a ideia lá de casa e mude o cardápio na Semana Santa ou quem faça isso apenas na Sexta-feira Santa. Tem também aqueles que comem carnes brancas, como os peixes, nessa época (temos dicas disso mais abaixo). 

Para ajudar em qualquer um dos casos, conversamos com a chef e nutricoach Eliane Kina que nos deu uma série de sugestões de receitas para Semana Santa e também dicas de susbstuições simples para passar alguns dias sem carne vermelha. 

O que comer na semana sem carne vermelha?


Tigela de carne de soja crua
shutterstock

Carne de soja é apenas uma das opções para substituir as carnes nos preparos da Semana Santa

Para quem está habituado a comer carne vermelha boa parte dos dias, pensar em pratos sem esse ingrediente pode ser um desafio. Mas é fácil encontrar outras proteínas – que podem até ser preparadas como a carne vermelha – para seus pratos. 

  1. Carne de soja
  2. Cogumelos
  3. Carne de jaca
  4. Tofú
  5. Grão de bico

A primeira da lista, segundo Eliane, é a já bastante popular carne de soja . “É muito gostosa, quando bem temperadinha com alho, ervas e até um pouco de shoyu”, assegura a chef. 

Ela pode ser encontrada nas versões granulada e em pedaços e, antes de prepará-la, a especialista diz que é preciso hidratá-la e espreme-la. “Dá para deixar hidrata e ir usando ao longo da semana”, suegere Eliane. 

Ela fala também que o modo de preparo é semelhante ao da carne de vaca, mas com uma vantagem: a carne de soja leva menos tempo de cozimento. “Dá para frazer a carne de soja xadrez com aquele molho oriental, escondidinho de raízes, refogada com vegetais e até molho de tomate com essa carne para servir com massas”, continua. 

Mais uma ideia é usá-la como recheio de outros preparos. Já pensou em uma berinjela recheada de carne de soja, por exemplo?

Outra sugestão para quem procura algo que lembre a textura da carne é apostar, de acordo com Eliane, nos cogumelo

“Além de ricos em proteína, os cogumelos são bem versáteis e dá para refogar com um pouco de shoyu e flambar com saquê, fazer risoto, bolinho e até patê para servir como entrada em um jantar”, lista a chef e nutricoach.

Se a ideia é ter a textura de frango, a opção é usar jaca verde , na também já conhecida
carne de jaca
.  Para prepará-la é preciso descascar a jaca, cozinhar na panela de pressão e, depois, desfiar.

Segundo Eliane, a carne de jaca é “boa para fazer coxinha, fricassê e estrogonofe”. 

Já o  tofu  está muito presente na culinária oriental, mas também pode fazer parte das suas receitas para Semana Santa. 

É mais uma opção da lista bem versátil e, como apresenta sabor neutro, entra em diversas preparações. “Dá para amassar, colocar cúrcuma e tempero, fazer bolinho, creme e até grelhado com uma pitadinha de sal e pimenta do reino moída na hora”, sugere Eliane. 

Já se bater aquela vontade de comer um  hambúrguer na semana sem carne ou na Sexta-feira santa, uma sugestão é fazer o seu casa, usando grão de bico , mais uma fonte de proteína vegetal.

Leia Também:  Mulher tem reação alérgica severa após tentar corrigir preenchimento labial

Eliane lembra que para isso será necessário deixar de molho, cozinhar na panela de pressão, amassar e temperar com sal e ervas antes de modelar os hambúrgueres. 

Além disso, o grão de bico pode ser usado em uma receita de pizza sem glúten , no preparo de pastas e o que a sua criatividade na cozinha permitir. 

Receitas para Semana Santa 

Opções sem carne

Dicas de substituições anotadas, já é hora de pensar em pratos simples, mas com aquela cara de restaurante, para as receitas para Semana Santa. Eliane separa quatro ideias, da entrada ao prato principal, que são a cara da Páscoa e não levam carne – branca ou vermelha. 

Uma delas, por exemplo, é uma Batatoalga, uma brincadeira com a tradicional bacalhoada da Páscoa. Aprenda: 

Palitinhos com pasta de amendoim


Palitinho de vegetais
Divulgação

Palitinho de vegetais ganha um sabor a mais com uma pasta de amendoim com toque oriental


  • 100 gramas de amendoim torrado e sem pele
  • 3 colheres de sopa de vinagre de arroz
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 2 colheres de sopa de pasta de missô
  • 2 cenouras
  • 1 pepino

Modo de preparo: o primeiro passo é preparar a pasta de amendoim. Em um processador triture o amendoim e misture com o missô, o vinagre e o açúcar. Reserve.

Feito isso, prepare os vegetais. Tire a casca das cenouras e corte em forma de palitos. Também
corte o pepino em palitos. 

Sirva a pasta de amendoim com os palitos de cenoura e pepino.

Creme de abóbora


Prato com creme de abóbora sobre a mesa
Divulgação

Creme de abóbora funciona como uma entrada para um almoço ou jantar especial na Semana Santa


  • 1/2 abóbora japonesa, sem sementes
  • 2 dentes de alho
  • 2 ramos de alecrim
  • 1 e meia xícara (chá) de água
  • Sal e pimenta do reino moída, a gosto
  • 1 fio de azeite

Modo de preparo: em uma assadeira, coloque a abóbora, o dente de alho e o alecrim, dentro da cavidade da abóbora, cubra com papel alumínio e leve ao forno por 40 min.

Tire a abóbora, espere ficar morna, cave o miolo da abóbora com ajuda de uma colher e acrescente o conteúdo no liquidificador. Se preferir, pode adicionar mais folhas de alecrim nesse momento. 

No liquidificador, junte a água, tempere com sal, pimenta do reino e bata na potência alta até ficar homogêneo.

Leve o conteúdo para a panela, ferva e sirva em seguida.

Antepasto de vegetais


Antepasto de vegetais
Divulgação

Você pode combinar os vegetais de sua preferência nesse antepasto


  • 2 berinjelas, em cubos
  • 1 abobrinha, em cubos
  • 2 tomates, em cubos
  • 1 cebola, em cubos
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • Sal e pimenta do reino em pó a gosto
  • 3 colheres (sopa) de semente de abóbora

Modo de preparo: em uma assadeira, coloque todos os ingrediente, regue com azeite, tempere com o sal e a pimenta do reino e misture bem. Leve ao forno pré aquecido (180°C) por aproximadamente 25 minutos (mexendo na metade do tempo) ou até os vegetais começarem ficar macios.

Quando esfriar, espalhe as sementes de abóbora e sirva em seguida.

Se preferir, pode variar os legumes da receita. “Pode colocar cenoura ralada, buquês de brócolis ou couve flor, pimentão colorido, cebola roxa. Pode usar a criatividade! Vegetais assado é sempre muito bom”, fala Eliane. 

Batatoalga


Prato de batatoalga
Divulgação

Uma das receitas para Semana Santa com gostinho de Páscoa, mas sem carne, é a batatoalga, uma bacalhoada com alga


  • 20 cm de alga Kombu
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 2 dentes de alho, picados
  • 14 batatas tipo bolinha, cozida
  • 5 mini cebolas, descascadas e cortadas em 4 partes
  • 20 tomates cereja, cortados ao meio
  • Sal e azeite a gosto para finalizar
Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 27 de junho de 2019

Em um recipiente médios, coloque o kombu, cubra com a água e deixe por 30 minutos para hidratar. Depois desse tempo, escorra e corte em tirinhas com ajuda de uma tesoura.

Em uma panela média, aqueça o azeite, doure levemente o alho, coloque as algas e misture bem, desligue o fogo e reserve.

Em um refratário, distribua as batatas, a alga, a cebola, o tomate, regue com azeite e tempere com o sal. Leve ao forno alto 230°C por aproximadamente 12 minutos, ou até dourar. Sirva em seguida.

Para incrementar essa das receitas para Semana Santa, a dica é misturar tomate cereja vermelho com o amarelo. Segundo Eliane, além disso dar um colorido a mais no prato, o sabor também será realçado. 

Opções com peixes

Como foi citado lá no começo, algumas famílias têm a tradição de trocar a carne vermelha pelos peixes na Semana Santa e até no domingo de Páscoa. Para elas, a chef indica uma receita bem oriental: 

Sushi de tigelinha


Sushi de tijela
Divulgação

Fazer um sushi de tigela é um jeito bem diferente de montar um prato com peixe para a Semana Santa


  • 1 copo americano de arroz japonês
  • 1 copo e meio de água
  • 1 colher de sopa de vinagre de arroz
  • 1 colher de sopa de saque culinário
  • Meia colher de sopa de açúcar
  • Meia colher de sopa de sal
  • 6 unidades de tomate cereja
  • Meio pepino em rodelas
  • 3 cogumelos secos fatiados (previamente hidratados e salteados)
  • 60 gramas de broto de alfafa
  • Cream cheese à gosto
  • Manga à gosto
  • 100 gramas de salmão
  • Cebolinha picada à gosto

Modo de preparo: para o arroz, misture o vinagre, o saque, o açúcar e o sal e leve ao microondas por 20 segundos. Use essa mistura para temperar o arroz previamente cozido. 

Para montar o sushi, separe uma vasilha pequena e coloque o arroz cozido e os demais ingredientes em cima (salmão, pepino, tomate, broto de alfafa, manga, cream cheese). Finalize salpicando a cebolinha.

E para quem não abre mão da tradição do bacalhau e de outros peixes, aí vão duas receitas preparadas pela equipe de nutrição e nutrologia do Kurotel – Centro Médico de Longevidade e Spa de Gramado, no Rio Grande do Sul: 

Salada de endívia com salmão


Salada de salmão
Divulgação

Salada de salmão é uma entrada leve, que não compromete a dieta nem na Semana Santa


  • 2 unidades de endívias grandes (aproximadamente 20 folhas)
  • 400 g de filés de salmão
  • 1 colher (sobremesa) de óleo vegetal
  • 1 colher (café) de sal marinho não refinado
  • 1 colher (chá) de pimenta-do-reino branca
  • ½ xícara (chá) de cebolinha-verde picada
  • 1 ramo de alecrim fresco
  • 3 colheres (sopa) de creme de soja (ou iogurte desnatado s/ lactose)
  • 1 colher (sobremesa) de mostarda de Dijon

Modo de preparo: tempere o salmão com sal, pimenta, metade da cebolinha e alecrim. Deixe marinar por 12 horas na geladeira. Asse o salmão já temperado a 180°C por 10 minutos. Pique em pedaços retangulares e regue-os com fios de óleo. Reserve.

Junte o creme de soja, a mostarda e metade da cebolinha picada finamente. Misture o salmão no creme e coloque um pouco do patê em cada uma das folhas. Se desejar, regue com mais óleo e decore com cebolinha e salsinha crespa.

Sirva em uma cama de folhas verdes variadas.

Bacalhau com batata-doce e alho-poró


Bacalhau com puré de batata-doce e alho-poró
Divulgação

Na versão mais leve e saudável, o bacalhau vem acompanhado de purê de batata-doce e alho-poró


  • 1 kg de bacalhau dessalgado
  • 600 g de batatas-doces
  • 3 talos de alho-poró
  • 1 cebola média picada
  • 1 colher (sopa) de óleo vegetal
  • 1 colher (café) de sal marinho não refinado
  • 1 colher de salsinha bem picada
  • Pimenta-do-reino branca moída a gosto

Modo de preparo: coloque as batatas-doces cortadas e descascadas para cozinhar em água com uma pitada de sal. Quando as batatas estiverem cozidas, amasse-as com um garfo até que elas fiquem bem finas, como um purê. Reserve.

Corte o alho-poró em rodelas finas e leve ao forno por 10 minutos a 180° C para que alho fique apenas desidratado. Reserve.

Em uma panela, coloque o óleo e grelhe o bacalhau de ambos os lados, até obter uma cor dourada. Monte o prato colocando o purê de batatas, por cima o bacalhau grelhado e por último o crocante de alho-poró.

Sirva em seguida. Mais essa das receitas para Semana Santa leva um ingrediente clássico, mas uma versão bem saudável, já que não contém glúten e nem leva leite ou ovos. 

Fonte: IG Delas
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mulher

Convidada protagoniza momento constrangedor e acaba com festa de casamento

Publicado

No dia do casamento é muito difícil que alguém roube a cena e ofusque os noivos, mas essa mulher conseguiu a proeza. A convidada ficou muito bêbada na festa e protagonizou um momento bem constrangedor ao “obrigar” o local a ser esvaziado.

Leia também: Noiva lê mensagens de traição no altar e desmascara futuro marido

convidada bêbada faz cocô na pista de dança de festa de casamento arrow-options
shutterstock

Convidada bêbada rouba a cena em festa de casamento ao fazer o número dois em uma pista de dança


Um internauta compartilhou o ocorrido em um grupo do Facebook dedicado a momentos constrangedores de casamentos. Na publicação, ele explica como a festa teve que ser evacuada por conta do mau cheiro causado pela convidada bêbada, que fez cocô nela mesma enquanto dançava.

A mulher, identificada por ele como Liz, estava tomando vinho como ninguém. O usuário conta que, após a oficialização da união, todos foram para outra área do evento, onde havia o jantar com cerveja e vinhos gratuitos. Além disso, tinha uma área para os discursos e uma pista de dança.

Leia Também:  Como a ideia do guarda-roupa cápsula é um passo para aderir à moda consciente?

“Liz conseguiu jantar, mas eu não posso nem contar quantas vezes ela foi para o bar para tomar vinho tinto”, diz ele.

Leia também: Pouca comida e live na web: convite de casamento rico em detalhes dá o que falar

O convidado afirmou ainda que a mulher já estava um pouco alterada durante o discurso. “Ela falou em voz alta em todos os discursos, e todos notaram. Quando chegamos à pista de dança, ela era como um rinoceronte com balas de canhão de vinho tinto “, brinca ele.

Sempre com o vinho na mão, Liz tentava dançar, mas estava esbarrando em outras pessoas o tempo todo. Segundo o internauta, ela aproveitou que estava sem os filhos na festa e gritava que poderia se divertir assim.

Segundo o relato, a mulher ficou completamente coberta de vinho e, quando tentou dançar com a noiva, quase derramou a bebida no “vestido branco muito caro” dela.

Para a surpresa de todos os presentes no evento, o nível de álcool era tão alto que Liz perdeu o controle sobre suas atitudes. “Ela ficou tão bêbada que fez cocô nela mesma na pista de dança e todos evacuaram o lugar porque cheirava muito mal”, complementa o usuário da rede social.

Leia Também:  “Amarraram meus tornozelos à mesa de parto”, diz vítima de violência obstétrica

Leia também: Igualdade? Noivos dividem cardápios por gênero e causam revolta em convidada

Os demais membros do grupo ficaram chocados com a história e se preocuparam com a reputação dessa convidada de agora em diante. “Como ela vai enfrentar alguma dessas pessoas novamente?”, pergunta um.

Outro brincou sobre a situação de ficar bêbado em público e ter que lidar com as consequências. “Eu me colocaria em um programa de proteção a testemunhas”, diz.

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Mulher

Guia Básico da Mesa Posta – dicas sobre utensílios para mesa posta

Publicado

O Guia Básico da Mesa Posta já foi tratado aqui na coluna em um texto publicado no mês passado. A ideia do guia é, através de dicas simples e objetivas, ajudar as pessoas a montar um acervo funcional, prático e econômico, que reflita seu estilo e reais necessidades. 

Guia Básico da Mesa Posta arrow-options
Pinterest

Guia Básico da Mesa Posta: colunista do Delas dá dicas de como usar guardanapos e a toalha de mesa

Nessa tarefa, é importante compreender o siginifcado dos itens e as suas variadas funcionalidades. Para começar a série de textos sobre o assunto, vamos conhecer mais detalhes sobre o guardanapo e a toalha de mesa

a) Guardanapo 

guardanapo arrow-options
Pinterest

As dobraduras de guardanapo também constituem uma forma prática de decoração

Sabiam que foi Leonardo Da Vinci que inventou o guardanapo? Ele trabalhou durante muito tempo como mestre de banquete e se incomodava com o hábito dos convidados de usarem a toalha de mesa para limpar  a boca. Então, com a intenção de erradicar tal hábito anti-higiênico, criou algo que os convidados poderiam usar individualmente. Surgia, portanto, o que hoje conhecemos como guardanapo de tecido. 

Seguindo a regra do masculino x feminino, o guardanapo deve ser colocado à esquerda do prato, ou ainda, como exceção, sobre o prato. Existem à disposição no mercado diversos modelos de argolas ou porta guardanapos que podem ser usados em harmonia com a decoração escolhida. 

Leia Também:  “Amarraram meus tornozelos à mesa de parto”, diz vítima de violência obstétrica

Leia também: Como o hábito da mesa posta está mexendo com o mercado de utilidades domésticas

As dobraduras de guardanapo também constituem uma forma prática de decoração. 

Ao sentar-se à mesa, o convidado deve dobrar o guardanapo e colocá-lo sobre o colo. Na hora de se levantar, existem dúvidas entre os estudiosos de regras de etiqueta  sobre onde deve ser posto o guardanapo. A meu ver, deve ser colocado sobre a mesa, à esquerda do prato. Colocá-lo na cadeira pode gerar desconforto ao convidado que, de forma desavisada, venha a sentar-se novamente sem notar o guardanapo.

Na opção de serviço á americana, ou estilo buffet, os guardanapos devem ser colocados próximos às louças e talheres.

 Além dos tradicionais guardanapos de tecido, não podemos esquecer dos guardanapos coquetel. Fabricados em tamanhos menores, geralmente rentagulares ou quadrados, são usados para acompanhar bebidas e aperitivos. Podem ser dispostos em um aparador com welcome drinks. 

Os guardanapos de papel vem ganhando atenção do mercado de utilidades domésticas, com o surgimento de diversas estampas criativas e descoladas,  perfeitas para montar mesas temáticas. 

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 27 de junho de 2019

b) Toalha de mesa 

toalha de mesa arrow-options
Pinterest

Caso a recepção seja descontraída, utilize toalhas de mesa estampadas ou coloridas

Segundo Célia Ribeira, autora do livro “Etiqueta de Bolso”, as mesas de refeições passaram a ser cobertas a partir dos primeiros séculos da Era Cristã, mas foi na Idade Média que as toalhas tiveram seu destaque, sempre brancas, em cambraia bordada nos conventos. 

Para a consultora de etiqueta, só no início do século XX a cor, em seus mais variados estilos, foi incorporada à roupa de mesa mais sofisticada. 

Se a proposta for montar uma recepção mais formal, opte por toalhas de mesa com bordados delicados e tons neutros. Caso a recepção seja descontraída, utilize toalhas de mesa estampadas ou coloridas. 

Toalhas estampadas decoram lindamente a mesa. Nesse caso, as demais peças utilizadas devem ser escolhidas levando em consideração a estampa, de forma a harmonizá-las. Já imaginaram um belo brunch ou almoço em familia, com uma mesa comunitária forrada com toalha de estampa de limão siciliano, por exemplo? Um charme! 

A depender do tamanho da mesa, as toalhas devem possuir 20cm de caimento de tecido dos lados. 

Leia também: O hábito de montar mesas postas: o que isso significa para você?

Gostaram das dicas? Aguardem os próximos textos com curiosidades e dicas de utensílios para mesa posta .

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana