conecte-se conosco


Saúde

Reabrir serviços agora é “receita para um desastre”, alerta microbiologista

Publicado


source
Natália
Reprodução/TV Cultura

Natália Pasternak é entrevista pelo programa Roda Viva

De acordo com a bióloga e microbiologista Natália Pasternak, que participou do programa Roda Vida desta segunda-feira (29), o momento de flexibilização do isolamento social nos municípios brasileiros foi precoce e representa um erro de gestão.

Em entrevista transmitida pela TV Cultura, ela destacou que “certamente o momento de reabrir não é o momento de uma curva ascendente, que acumula número de casos e de mortes”.

Pasternak, que é micribióloga e fundadora do Instituto Questão da Ciência – que incentiva as políticas públicas baseadas na ciência, opinou que “fazer uma reabertura depende de analisar os dados de uma maneira interdiciplinar”, destacando que o índice de ocupação de enfermarias e UTIs, por exemplo, não seria suficiente para determinar a segurança de um município.

A cientista ainda alertou para os riscos relacionados à falta de preparo da população em lidar com uma possível flexibilização . “A gente ainda tem pessoas nas ruas que não entenderam a gravidade da situação e não estão instruídas corretamente. (…)você reabrir com essas condições, com os números subindo, se comunicar com a sociedade, é receita para um desastre”, finaliza.

Fonte: IG SAÚDE

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Saúde

Levantamento aponta que Brasil chega a 65 mil óbitos por Covid-19

Publicado


source
dois auxiliares de enfermagem com roupas impermeáveis auxiliam paciente com respirador
AFP

Balanço é feito por consórcio de veículos de imprensa


De acordo com levantamento realizado junto às Secretarias Estaduais de Saúde, o Brasil alcançou nesta segunda-feira (6) a marca de 65 mil óbitos causados pela Covid-19 . O total de mortes seria de 65.120.


O balanço confirma também que, até o momento, o número de casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2) é de 1.613.351.

O levantamento foi feito por veículos de comunicação em parceria inédita. Participaram da apuração O Globo, Portal G1, Uol, Extra, Folha de S.Paulo e O Estado de S.Paulo.

Segundo a Universidade Johns Hopkins, o país é o segundo mais impactado pela pandemia, perdendo apenas para os Estados Unidos, que atingiram 3 milhões de casos . Os números do Brasil correspondem a 12% das mortes e 14% dos casos em todo mundo.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Saúde

SP tem segunda semana seguida de queda em óbitos pelo coronavírus

Publicado


.

Pela segunda semana consecutiva, o estado de São Paulo tem redução no número de óbitos provocados pelo novo coronavírus (covid-19). Segundo o governador de São Paulo, João Doria, na semana passada (a 27ª semana epidemiológica) o estado teve 36 menos mortes do que na semana anterior (26ª semana epidemiológica).

Na 27ª semana epidemiológica, o estado contabilizou 1.733 mortes por covid-19, enquanto na 26ª semana foram 1.769.

O estado já havia registrado queda de 144 óbitos na comparação da 26ª semana epidemiológica, com a semana anterior, a 25ª semana. “A queda  nos óbitos se apresentou na semana passada pela primeira vez. Já havia uma desaceleração ao longo dos períodos anteriores. Mas na semana passada, tivemos queda em números absolutos pela primeira vez e, nesta segunda semana, comparando a semana 27 com a semana 26, mais uma vez o registro de queda em número de óbitos. Com isso podemos verificar a consistência de queda [de óbitos] nesse período. Da semana 25 até a semana 27, tivemos queda de 9,5% no número de óbitos no estado de São Paulo”, disse Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional.

Taxa de letalidade

A taxa de letalidade, que aponta a gravidade da doença calculando a proporção de óbitos sobre o total de casos, também caiu em todo o estado, passando agora a 5%, a menor taxa desde o início da pandemia.

“Nesta última semana, atingimos 5% de letalidade em relação ao número de casos do coronavírus. É o índice mais baixo de toda a série história. São boas notícias, sim, mas elas não devem ser celebradas com emoção, mas moderação. Moderação para mantermos o foco nas medidas de controle da pandemia, no aumento da capacidade de atendimento do sistema de saúde em todo o estado de São Paulo e na obrigatoriedade do uso de máscaras, obediência à legislação e ao distanciamento social”, disse João Doria.

Testagem

Segundo o governador, o estado também vem ampliando a sua capacidade de testagem de casos de coronavírus. “Já realizamos, aqui em São Paulo, mais de 1 milhão de testes. Estatisticamente, teremos mais casos registrados, como já tem ocorrido nas últimas semanas. Mas isso porque já estamos testando mais”, explicou.

São Paulo soma, até o momento, 323.070 casos confirmados do novo coronavírus, com 16.134 óbitos pela doença.  Segundo Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, três quartos dos casos foram confirmados por meio de exames diagnósticos. O restante, por meio de testes sorológicos, ou seja, testes rápidos.

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana