conecte-se conosco


Política Nacional

Rafael Tenório assume como senador durante licença de Renan Calheiros

Publicado

Rafael Tenório (MDB-AL), empresário e ex-presidente do Centro Sportivo Alagoano (CSA), tomou posse nesta quinta-feira (2) como senador pelo estado de Alagoas. Ele assumiu a cadeira em razão do pedido de licença do senador Renan Calheiros (MDB-AL), que ficará afastado da função por 120 dias. Em seu primeiro discurso, Tenório assumiu o compromisso de trabalhar pelo desenvolvimento econômico de Alagoas e defendeu o combate das desigualdades e da fome no país.

De acordo com o novo senador, Alagoas possui um modelo de desenvolvimento econômico alicerçado em três pilares estratégicos: infraestrutura logística, energética e no seu modelo hídrico. Ele disse que pretende apoiar projetos voltados a essas áreas para ampliar a produção no estado, gerando também mais emprego e renda.

Canal do Sertão

Como exemplo, Tenório citou a continuidade das obras do Canal do Sertão. Segundo ele, a obra é considerada a maior e a mais moderna infraestrutura hídrica do estado e tem o objetivo de atender a população do semiárido alagoano, beneficiando 42 municípios. 

— Vou ficar voltado, juntamente com os irmãos sertanejos, na busca para o avanço das obras desse canal. Além disso, assumo o compromisso de buscar o governo do estado e a Embrapa [Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária] no sentido de estruturar um plano diretor de produção agrícola voltado para o aproveitamento produtivo das áreas de influência do Canal do Sertão, visando ao desenvolvimento de produção de sementes de hortaliças, produção de uvas, produção de alimentos para o rebanho leiteiro do estado, entre outros, além de conceber políticas específicas de créditos visando beneficiar os agricultores familiares das áreas de influência.

Ações estruturantes

O senador também declarou seu apoio as obras e ações estruturantes realizadas pelo governo do estado, como a duplicação de corredores de transporte, a recuperação da malha rodoviária e a implantação de aeroportos regionais. Ele disse que quer contribuir para o apoio logístico no desenvolvimento do estado por meio da interligação dos polos comerciais e agroindustriais, a modernização da legislação tributária no tocante aos incentivos para a implantação de novos polos e a interiorização do gás natural para a região norte do estado e o semiárido alagoano.

Justiça social

Ainda como compromisso, Tenório disse que vai atuar a favor de iniciativas que busquem a redução de desigualdades e da pobreza no país e em Alagoas.  

— Ao combatermos a fome e promovermos o acesso à educação e à saúde pública, estamos promovendo a igualdade e a justiça social. Acredito, ainda, que, ao defender a promoção da renda e do emprego, nós estamos investindo na igualdade entre quem está empregado com carteira assinada e quem vive na incerteza da informalidade. Assim, diante dessas premissas por mim destacadas, assumo o compromisso, não apenas nesta função, como também já é um compromisso adotado na minha vida, de combater a desigualdade e promover a justiça social em nosso estado. 

Boas vindas

Os senadores Eduardo Girão (Podemos-CE), Carlos Portinho (PL-RJ) e Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), este último na condição de presidente da Casa durante a posse de Tenório, deram as boas vindas e se colocaram à disposição para colaborar com os trabalhados do novo senador.  

— Se o senhor fizer 20% do que o senhor fez lá no CSA, fazendo o time ascender, ganhar projeção nacional, com profissionalismo, com gestão, se o senhor fizer  isso neste mandato, o senhor vai chegar fazendo um golaço aqui — disse Girão. 

Rafael Tenório é empresário do segmento alimentício e agrícola há 40 anos, e também foi presidente do CSA. Ele é natural da cidade de Osasco, no estado de São Paulo, e reside em Alagoas desde 1962. Na política, ele chegou a assumir duas pastas durante o governo do ex-prefeito Cícero Almeida, exercendo os cargos de secretário de Abastecimento e coordenador de Finanças e Orçamento.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política Nacional

Projetos de irrigação

Publicado

A Comissão de Agricultura aprovou o PL 1.282/2019, que permite a construção de reservatórios para irrigação em áreas de preservação permanente às margens de rios. Se não houver recurso, a proposta segue para a Câmara.

Mais informações a seguir

Fonte: Agência Senado

Continue lendo

Política Nacional

Pedidos de CPIs são lidos, mas investigações ficam para depois das eleições

Publicado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, fez a leitura em Plenário, nesta quarta-feira (o), cinco pedidos de criação de CPIs. Pacheco unificou em uma só CPI os dois que tratam da atuação de ONGs na Amazônia e do desmatamento na região. Também foram criadas as comissões do crime organizado, de obras inacabadas na gestão do PT e das denúncias de corrupção envolvendo o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e pastores (CPI do MEC). Mas, por decisão da maioria dos líderes partidários, as quatro CPIs só serão instaladas efetivamente apenas após as eleições.

Fonte: Agência Senado

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana