conecte-se conosco


Mato Grosso

Quinta-feira (22): Mato Grosso registra 138.888 casos e 3.766 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (22.10), 138.888 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.766 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 751 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 138.888 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 14.101 estão em isolamento domiciliar e 120.469 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 178 internações em UTIs públicas e 182 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 44,50% para UTIs adulto e em 21% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (27.617), Rondonópolis (10.186), Várzea Grande (9.829), Sinop (6.752), Sorriso (6.140), Lucas do Rio Verde (5.835), Tangará da Serra (5.574), Primavera do Leste (4.787), Cáceres (3.423) e Campo Novo do Parecis (2.864).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 111.985 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 897 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última quarta-feira (21), o Governo Federal confirmou o total de 5.298.772 casos da Covid-19 no Brasil e 155.403 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 5.273.954 casos da Covid-19 no Brasil e 154.837 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de quinta-feira (22).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Governo de MT lamenta morte de coronel do Corpo de Bombeiros do Pará em acidente com helicóptero

Publicado


A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) confirma o acidente envolvendo o helicóptero PR-HEB, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), no Pantanal sul mato-grossense. O coronel do Corpo de Bombeiros do Pará, Mauro Tadeu, que pilotava a aeronave no momento, não resistiu e veio a óbito.

Assim que recebeu a confirmação do acidente, às 6h desta terça-feira (1°/12), o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, determinou que o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) prestasse apoio ao ocorrido. Imediatamente, uma equipe do Águia 02 se deslocou para a região e presta todo auxílio à ocorrência.

O contato com o helicóptero foi perdido por volta de 12h desta segunda-feira (30.11), quando começaram as buscas por informações e mobilização na região. Os destroços da aeronave e o corpo do comandante foram encontrados somente esta manhã.

O Governo do Estado, por meio do governador Mauro Mendes, e o secretário Alexandre Bustamante, lamenta o ocorrido e presta condolências aos familiares do coronel, que atuava em operações ambientais na região.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Produtoras realizam primeira feira para comercialização de produtos da agricultura familiar

Publicado


Agricultores familiares do Assentamento Rural Tibagi, localizado no município de Brasnorte (579 km a Noroeste de Cuiabá), realizaram no sábado (28.11), na Comunidade Vila Nova, a primeira feira da agricultura familiar e reunião para debater alternativas de renda e lucro, em especial para as mulheres rurais. O assentamento possui uma área de 115 mil hectares e 1.480 lotes, com no máximo 100 hectares por família. O evento contou com a participação de 80 produtores.

O engenheiro agrônomo da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural, Robson Vicente de Almeida Lobo, fala que no assentamento os agricultores trabalham com a pecuária de leite, corte, cultivo de soja, mandioca, maracujá e outros.  A produção de leite gira em torno de 15 mil litros por dia e o plantel bovino é de 90 mil cabeças. A cultura da soja ocupa uma área de plantio de 5 mil hectares.

O assentamento Tibagi possui uma população acima de mil famílias que estão divididas nas seguintes comunidades: Toca da Onça, Vila Boa Esperança, Vila Nova, Bom Futuro, Corgão e Novo Brasil (Santa Luzia). De acordo com Lobo, os técnicos da Empaer atuam nas comunidades há mais de 30 anos, prestando assistência técnica, levando novas tecnologias para aperfeiçoar os métodos de produção, e também com a extensão rural, que visa promover o desenvolvimento social e econômico do meio rural por meio da geração de renda e da agregação de valor aos produtos e serviços agrícolas.

Durante o evento, Robson proferiu palestra e abordou os temas: assistência técnica e extensão rural, associativismo, empreendedorismo, Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e mudas frutíferas. Conforme Robson, a produtora rural Cristiane Paixão procurou o escritório da Empaer pedindo apoio para um projeto de geração de renda para as mulheres e jovens rurais. Algumas reuniões foram feitas e decidiram pela criação de uma feira no assentamento.

A primeira feira trouxe diversos produtos para comercialização, tais como doces, queijos, ovos, frutas, verduras, bolos, requeijão, pimenta, picles, artesanato e outros. A produtora rural Cristiane fala que a mobilização para a criação da feira surgiu da necessidade de garantir renda extra as mulheres.

“Diante do primeiro evento já decidimos que a feira poderá ser realizada a cada 15 dias, aos sábados. No futuro faremos toda semana. Esse é o jeito que encontramos para comercializar nossos produtos e ter uma renda extra para ajudar em casa”, explica Cristiane.

Participaram do evento representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Gilberto Rodrigues Nogueira, do Sistema de Crédito Cooperativo (Sicredi), André Barreto e outros.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana