conecte-se conosco


Nacional

Quase 40 mil cargos comissionados foram entregues para partidos

Publicado


source
Brasília
Agência Brasil

Ano com maior número de repasses foi 2015, o primeiro do segundo governo de Dilma Rousseff.

Entre os anos de 2010 e 2019, quase 40 mil cargos comissionados – que não exigem concurso e são preenchidos por nomeação – foram entregues a partidos políticos. Os dados foram divulgados pelo Metrópoles nesta quarta-feira (23). As informações divulgadas pelo jornal mostram que, em média, 12% (39.950) dos comissionados eram filiados a partidos políticos.

Segundo os dados, o ano com mais nomeações de filiados foi 2015, o primeiro do segundo mandato de Dilma Rousseff (PT). Na ocasião, 4.558 vagas (13,1% do total) foram entregues para servidores filiados, sendo a maior parte para o próprio PT.

Em 2019, primeiro ano do governo Bolsonaro, a quantidade de vagas repassadas foi de 3.291 (10,08% do total). O PT seguia com o maior número de cargos comissionados, seguido pelo MDB e pelo PSDB. Ao mesmo tempo, filiados ao PSL e ao Novo dobraram a presença no poder público entre 2018 e 2019.

Dos cargos comissionados com salário bruto mais alto (R$ 16.994,90), 1.088 eram ligados a partidos. PT e MDB, juntos, somavam 649 destas vagas. Os partidos com menor quantidade de cargos são PSOL, PRTB e REDE. O primeiro não tem nenhum cargo nesse escalão e outros dois ganharam um cargo cada entre 2018 e 2019.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Empresário é preso após amarrar morador de rua em carro e arrastá-lo até a morte

Publicado


source
Empresário amarra morador de rua no carro e o arrasta até a morte
Reprodução

Empresário amarra morador de rua no carro e o arrasta até a morte

Um morador de rua foi amarrado por um empresário em seu veículo e arrastado por cerca de 1 km até a morte. O caso ocorreu em São Luís (MA). A Polícia Civil localizou o assassino, que foi preso.

O assassino é dono de um restaurante em São Luís (MA). Segundo ele, o morador de rua teria furtado por várias vezes quentinhas em seu estabelecimento. Além do dono do restaurante, um vigilante também foi preso.

O delegado Felipe César Mendonça, do Departamento de Proteção à Pessoa, informou que o crime ocorreu por volta das 2h do dia 17 de maio deste ano, mas o vídeo de câmera de segurança que mostra o crime só foi divulgado nesta quarta-feira (28).

As imagens obtidas pela polícia mostram o morador de rua, identificado como Carlos Alberto Santos, de 36 anos, amarrado na traseira de uma Hilux. Em um dos frames, o dono do restaurante aparece bebendo água enquanto a vítima pode ser vista no asfalto, atrás do carro. Na sequência, o vídeo mostra o motorista dando marcha-a-ré e passando com o carro sobre a vítima.

O delegado afirma que Carlos Alberto do Santos foi arrastado do centro da cidade até a avenida Beira Mar, próximo ao Terminal de Integração da Praia Grande.

“O corpo foi encontrado bastante machucado e com sinais de que foi arrastado. As imagens falam por si, o rapaz estava sofrendo, se debatendo e o motorista, com muita frieza, tranquilamente bebe água, e segue com o corpo por um percurso de um quilômetro. É um crime bárbaro com requinte de crueldade”, disse.

Continue lendo

Nacional

Polícia suspeita de violência sexual em morte de criança supostamente engasgada

Publicado


source
Violência sexual
Elza Fiuza/Agência Brasil

Polícia investiga marcas de violência sexual em morte de criança supostamente engasgada

Uma criança de dois anos de idade não resistiu a uma parada cardiorrespiratória em um hospital municipal em João Pessoa (PB) . Apesar de os familiares alegarem que a criança se engasgou comendo mingau, a polícia civil de João Pessoa e a equipe médica do hospital trabalham com a hipótese de que o menino tenha sido vítima de  violência sexual.

Para passar por investigação,o corpo da criança foi encaminhado para o IPC (Instituto de Polícia Científica) onde passa perícia para identificar a real causa da morte. As informações foram confirmadas pelo delegado seccional Pedro Ivo Soares Bezerra, da Primeira Delegacia da Polícia Civil da Paraíba .

De acordo com o delegado, a suspeita surgiu quando uma conselheira tutelar da região foi alertada pela equipe do hospital de que havia sinais de violência no corpo da criança, incluindo lacerações na região do ânus.

Pedro Ivo afirma ainda que o caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de João Pessoa e que a polícia vai intimar os familiares da criança, após o laudo ser emitido com a causa da morte.

“Segundo o que nos foi passado por uma conselheira tutelar, a criança apresentava sinais de violência pelo corpo e alterações na genitália. A polícia, então, pediu o exame cadavérico que vai apontar a causa da morte”, informou. “Vamos primeiro aguardar o laudo e em seguida buscar o total esclarecimento da situação”, completou.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana