conecte-se conosco


Mato Grosso

Quarta-feira (21): Mato Grosso registra 138.137 casos e 3.758 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (21.10), 138.137 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.758 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 850 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 138.137 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 14.164 estão em isolamento domiciliar e 119.661 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 182 internações em UTIs públicas e 187 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 45,50% para UTIs adulto e em 21% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (27.424), Rondonópolis (10.135), Várzea Grande (9.790), Sinop (6.626), Sorriso (6.136), Lucas do Rio Verde (5.836), Tangará da Serra (5.559), Primavera do Leste (4.739), Cáceres (3.404) e Campo Novo do Parecis (2.857).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 110.826 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 734 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última terça-feira (20), o Governo Federal confirmou o total de 5.273.954 casos da Covid-19 no Brasil e 154.837 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 5.235.344 casos da Covid-19 no Brasil e 153.905 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de quarta-feira (21).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Ações do programa Evasão Zero, Gestão 10 promovem a melhoria na educação pública

Publicado


Com o objetivo de melhorar os indicadores de aprendizagem, e incentivar que os alunos do ensino médio concluam os estudos, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) começou a implantar neste ano as ações do plano Evasão Zero, Gestão 10.

O objetivo é tornar o ambiente escolar mais atrativo para que os estudantes sigam o seu processo de formação rumo ao ensino profissional e superior. Outro objetivo é melhorar o conhecimento dos alunos e elevar o Índice de Desenvolvimento da Educação (Ibeb), cuja média estadual é de 5,6 para os anos finais do ensino fundamental e 3,4 no nível médio.

“Nosso projeto Evasão Zero, Gestão 10 visa melhorar a aprendizagem dos alunos. Nosso planejamento está baseado em evidências, diálogo com os profissionais da educação e, principalmente, com os alunos e professores, para execução dos trabalhos voltados para a área pedagógica”, afirma o secretário de Estado de Educação, Alan Porto.

O plano está dividido nos eixos pedagógico e operacional, cada um com dez elementos de atuação. “A partir de janeiro de 2021, teremos mais mudanças e uma série de investimentos na infraestrutura das escolas. A Seduc está trabalhando para remodelar o ensino, os investimentos vão garantir material didático de excelência aos alunos e chromebooks – computadores portáteis especifico para a educação”, destacou o secretário de educação.

O processo licitatório para a aquisição do material e das ferramentas tecnológicas já está em andamento para garantir que os alunos tenham acesso aos novos materiais no início do ano letivo de 2021.

Projeto em Execução

Uma das ações do projeto que já está sendo executada para combater a evasão escolar é o Pré-Enem Digital Gold. O projeto prepara estudantes da rede estadual de ensino para o Exame Nacional do Ensino Médio 2020.

São ofertadas aulas presenciais em quatro polos; Cuiabá, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra. Para expedir e alcançar o maior número de alunos, uma parceria entre a Seduc e a TV Assembleia transmite ao vivo às aulas pelo canal 30.1. Além disso, o conteúdo pode ser assistido pela página do Facebook e no canal do Youtube.

Atuação pedagógica e operacional

O programa prevê como ações pedagógicas a montagem do protocolo para volta às aulas, aplicação de programa sócio emocional, o incentivo ao protagonismo juvenil, o envio de mensagens por SMS aos pais para fomentar a proximidade das escolas e o novo sistema estruturado de ensino, Sistema de Avaliação Permanente, Sistema de Proficiência em Português e Matemática.

Na área operacional serão trabalhadas a reorganização Seduc e portal respective, otimização de escolas, diretores indicados por processo seletivo, ambiência digna/manutenção em toda a rede, escala nas compras da alimentação escolar e em serviços como apoios, Sistema de Matrículas/Diminuição de fraudes/turmas, revisão das normativas de matrículas, promoção e reprovação, municipalização dos anos iniciais do EF, aprofundar regime de colaboração com municípios, revisão e otimização do quadro de pessoal, mantendo efetivos e diminuindo PSS.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Concessão de rodovias abre caminho ao desenvolvimento

Publicado


Líder na produção do agronegócio nacional, Mato Grosso se tornou um gigante do setor. Mesmo com todas as adversidades existentes pela sua localização geográfica, o estado tem o maior PIB Agrícola do país. É o primeiro no Brasil na produção de soja (29,9% da safra nacional), além de milho, algodão, carne bovina e etanol de milho. Nos próximos cinco anos, Mato Grosso quer superar a marca de 100 milhões de toneladas produzidas no estado. Em dez anos, a meta é dobrar a produção. Tudo isso de maneira sustentável.

Contudo ainda há entraves que precisam ser solucionados. O estado tem oito mil quilômetros de estradas estaduais pavimentadas e outros 22,3 mil quilômetros de estradas não pavimentadas. É inviável econômica e estrategicamente que o poder público, sozinho, pavimente e fique responsável pela manutenção de dezenas de milhares de quilômetros de asfalto num estado com as dimensões do Mato Grosso.

É preciso focar em eficiência, economia e resultado, com a adoção de modelos que têm dado certo em outros cantos do Brasil e do mundo. A concessão de estradas à iniciativa privada é um deles e acreditamos nisso. As rodovias bem conservadas em estados como São Paulo e nos países da Europa, por exemplo, são majoritariamente frutos de concessão.

Esse é o caminho que os estados brasileiros precisam seguir. Investimentos em infraestrutura para melhorar e tornar mais eficiente o escoamento da produção estão em linha com a análise feita pelo Banco Mundial, que apontou serem necessários investimentos anuais de 4,25% do Produto Interno Bruto (PIB) nesta área para aprimorar a qualidade de vida dos brasileiros — atualmente esse investimento está na casa dos 2% do PIB.

No caso de Mato Grosso, a política de concessões já é uma realidade e tem sido uma das prioridades de investimentos desde o ano passado, com um ambiente jurídico seguro para as empresas, respeitando os editais e os processos legais. Isso é fundamental para a atração de investimentos em qualquer lugar.

Hoje, 26 de novembro, serão levadas a leilão 512,2 quilômetros de rodovias do estado. São três pontos distintos e que concentram boa parte do agronegócio da região. Áreas que não são apenas expectativas, mas realidade e celeiro da produção agrícola e da pecuária.

São concessões rentáveis e que deverão movimentar, nos próximos anos, R$ 5,9 bilhões, com retorno de 9,2% para os investidores, segundo o Grupo Houer, autor dos estudos dos projetos a serem leiloados.

Mato Grosso também desponta no processo de concessões de rodovias por meio das PPP Sociais, uma inovação criada no estado e que tem possibilitado a manutenção de centenas de quilômetros de estradas, com menor potencial de investimento para o setor privado. Também é um bom modelo a ser replicado em outros estados. Ao todo, são 310 quilômetros que estão sob a concessão de associações de produtores que investiram recursos e hoje cobram pedágios para manter as estradas em bom estado de conservação. Nessa modalidade, também foram lançados editais para a concessão de mais 419 quilômetros.

Além disso, o estado tem colocado em prática uma agenda robusta de investimentos, que soma R$ 9,5 bilhões, sendo mais da metade (R$ 4,73 bilhões) para o setor de infraestrutura, com verba própria e de financiamento.

Isso tem sido possível porque o estado mantém as contas e o equilíbrio financeiro em dia, por meio da adoção de medidas como reforma administrativa, corte de gastos, renegociação de dívidas, combate à sonegação e revisão de incentivos fiscais. O esforço gerou um superávit financeiro em 2019, além da previsão de mais de R$ 2 bilhões para este ano, uma situação que não ocorria desde 2008.

Investimentos e iniciativas como estas vão ajudar a manter Mato Grosso no topo da produção do agronegócio, não só no país, mas também entre os principais players mundiais, gerando emprego e oportunidades para todos os setores.

*Mauro Mendes é governador de Mato Grosso

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana