conecte-se conosco


Meu Pet

Quando o seguro viagem para pets é necessário? Entenda

Publicado

source

Atualmente as  companhias aéreas oferecem passagens para animais de estimação e muitos hotéis ao redor do mundo se tornaram pet friendlies. O aumento na oferta desses produtos fez com que a inclusão do pet na viagem de férias se tornasse algo bastante comum – tanto em grandes, como em pequenos deslocamentos. 

O problema é que muitas vezes um ponto importante do planejamento é deixado de lado: a contratação do seguro viagem para pets . Ele funciona da mesma forma que para humanos (geralmente por reembolso) e garante que o animal receba todos os cuidados veterinários necessários em caso de emergência enquanto estiver viajando. 

cachorro na janela do carro arrow-options
Shuttersock

O seguro viagem para pets é indicado para todas as viagens a passeio, seja de carro, ônibus ou avião

“Um imprevisto com a saúde do cão ou gato de estimação pode sair muito caro. Por isso, contratar a cobertura de Despesas com Pets é uma forma de ser ressarcido por aquele gasto inesperado na viagem com atendimentos clínicos hospitalares emergenciais ou despesas com medicamentos prescritos nessas consultas”, explica Tais Mahalem, superintendente de Marketing e Digital da APRIL Brasil Seguro Viagem.

Leia Também:  Primeira rede social exclusiva para pets é lançada no Brasil

Leia também: 5 dicas que podem ajudar na hora de viajar com o cachorro

Mas, a contratação do seguro viagem para pets é recomendada para todos os tipos de viagem? Leonardo Dias, sócio proprietário da Pet Work Travel, explica que “ele assegura o animal por um período, o que ele está viajando, por isso é vantajoso para uma viagem a passeio, mas quando se trata de uma viagem de mudança não é recomendável porque no destino o dono vai buscar por um plano de saúde, por exemplo, não por um seguro viagem”. 

Agora, quando se trata de viagens a passeio , ter o seguro é indicado para todas elas, seja de carro, ônibus ou avião. Para que o contrato se concretize, o deslocamento deve ser superior ao determinado pela empresa de seguros. Na  APRIL Brasil, por exemplo, a distância mínima é de 70 Km. 

O que levar em conta na contratação do seguro viagem para pets? 

“Os viajantes devem averiguar se aquele produto atende às suas necessidades durante a viagem, se os valores das coberturas são adequados para o destino e quais procedimentos estão cobertos. Também é importante verificar quais documentos serão necessários para solicitar o reembolso ao retornar da viagem, como os comprovantes de pagamento das consultas e medicamentos, além dos relatórios de atendimento, entre outras exigências”, indica Tais Mahalem. 

Leia Também:  Os principais erros cometidos nos cuidados com filhotes de cachorro


Fonte: Canal do Pet
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Meu Pet

Fotógrafa conta como suas fotos ajudam na adoção de filhotes

Publicado

source

A fotógrafa Kacey Lynn Semler‎ dedica um pouco de seu tempo livre para ajudar sua tia com um abrigo de animais. O que Kacey faz parece simples, mas, segundo ela, tem um resultado incrível e acelera a adoção dos filhotes de gato . Ela faz fotos como se eles fossem recém-nascidos, deixando-os ainda mais fofos. 

Leia também: Mulher dá brinquedo adulto para cães e eles se divertem; veja

Gatinhos fotografados por Kacey arrow-options
Facebook/ Kacey Lynn Semler

Gatinhos fotografados por Kacey


“Sou fotógrafa de recém-nascidos e ajudo minha tia em seu abrigo de gatos quando posso. Essa foi a última ninhada que nasceu! As fotos parecem mágica quando se trata da adoção dos felinos”, escreveu em uma publicação no Facebook. Em sua postagem, Kacey disse que as fotos agem como um potencializador para a adoção dos pets, o que é ótimo na hora de encontrarem um novo lar.

filhote arrow-options
Facebook/ Kacey Lynn Semler

Filhote


Filhotes de gato arrow-options
Facebook/ Kacey Lynn Semler

Filhotes de gato



Filhotes fofos arrow-options
Facebook/ Kacey Lynn Semler

Filhotes fofos




Fonte: Canal do Pet
Continue lendo

Meu Pet

Buldogues aprendem a “ser cães” com professor improvável

Publicado

source

Dorothy e Blanche são dois buldogues que estão no lar temporário de Amanda Quick, moradora de Austin, no Texas. Como um dos outros pets de Amanda achou que os dois cães não estavam parecendo se comportar como cachorros, ele resolveu resolveu ensiná-los de forma porca – mas não “porca” de ruim, e sim porque o professor é o real porco de estimação de Amanda. 

Leia também: Dona encontra esconderijo de brinquedos feito por gato e ele não gosta

porco arrow-options
Facebook/ Amanda Quick

Carlton, o porco, e Amanda

O porco se chama Carlton e é um dos animais de estimação de Amanda. A norte-americana fez uma postagem no Facebook em que o pet e os dois buldogues estavam em seu sofá, com a legenda “como Dorothy e Blanche não sabiam muito bem como se comportar, Carlton resolveu ensinar como eles podiam subir no sofá”. 

Buldogues e professor porco arrow-options
Facebook/ Amanda Quick

Buldogues e professor porco


A história dos dois cachorros é triste, mas segundo o perfil de Amanda na rede social tudo está prestes a melhorar. Eles foram salvos de um canil em que seriam mortos, e a ideia é que sejam adotados juntos. Enquanto isso não acontece, o porco Carlton continuará ensinando como eles podem se comportar como cães de “verdade”.

Leia Também:  Mulher pede demissão para procurar cadela perdida e a encontra após 57 dias

Fonte: Canal do Pet
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana