conecte-se conosco


Política MT

PTB quer repetir dobradinha e indicar vice de Emanuel Pinheiro; vereador deve migrar do PSDB para garantir a vaga

Publicado

O tucano Adevair Cabral sonha em ser indicado para a vaga e deve se filiar no PTB

O vereador Adevair Cabral (PSDB), que já tem convite de filiação do PTB, alimenta a possibilidade de fazer parte da composição majoritária para as eleições de 2020. Na solenidade de entrega de kits escolares para os profissionais da rede municipal de ensino, na segunda-feira (5), na Secretaria de Educação, o vereador tucano deixou explícita a sua intenção depois de anunciar que foi convidado para a solenidade pelo próprio prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

Ou seja, no PSDB ou no PTB, Adevair Cabral busca uma dobradinha com o prefeito cuiabano que ainda não definiu se vai disputar a reeleição, apesar dar demonstrações de que será candidato. O PTB, que hoje não tem um representante sequer entre os 25 vereadores cuiabanos, vai abrigar dois parlamentares a partir do ano que vem, o presidente da Câmara Municipal, vereador Misael Galvão, hoje no PSB, e o primeiro-secretário da Mesa, o tucano Adevair Cabral.

Ambos chegam na legenda petebista alimentados pela mesma perspectiva: entrar numa composição majoritária como vice da chapa do prefeito emedebista Emanuel Pinheiro. “Tenho um convite do PTB, mas estou no PSDB. Vou definir isso em março, com a janela partidária. Somente depois disso vou decidir se vou para reeleição de vereador ou não”, disse Cabral, que não esconde a intenção de uma dobradinha com Pinheiro.

“Uma dobradinha com Emanuel Pinheiro está na expectativa. A conversa de bastidores é que a eleição de prefeito passa pela Câmara Municipal. Uma parte dos vereadores quer que eu vá para a dobradinha com o Emanuel Pinheiro, isso liberaria uma cadeira da Câmara. A minha possível candidatura como vice pode ser no PSDB também. Tudo isso está sendo conversado, mas temos que aguardar para o próximo ano”, afirmou.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Governador anuncia 3 mil novas vagas em presídios e compra de 4 mil pistolas

Publicado

Anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes durante evento do Bope

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), irá criar pelo menos mais três mil vagas nos presídios estaduais até o final dessa gestão, em 2023.
A garantia foi dada pelo governador Mauro Mendes nesta quinta-feira (20), durante o evento que marcou os 32 anos do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) de Mato Grosso.

De acordo com o chefe do Executivo, a criação de novas vagas nas unidades prisionais faz parte do programa “Tolerância Zero”, que será lançado no próximo mês.

O programa prevê uma série de medidas de enfrentamento à criminalidade do Estado e de reforço às ações da Segurança Pública.

“O programa vai se chamar Tolerância Zero porque é assim que nós nos sentimos, já sem tolerância para a criminalidade. E estaremos com a tolerância ainda menor com quem desrespeita a lei e o cidadão de bem desse Estado”, afirmou o governador.

Atualmente, a população carcerária de Mato Grosso está em torno de 12 mil presos, mas a capacidade das unidades prisionais é de 6.669 vagas em 53 estabelecimentos.

Uma das unidades que irá contribuir para a ampliação das vagas é a Penitenciária de Jovens e Adultos em Várzea Grande, com 1008 vagas. A obra está em andamento e a entrega deve ocorrer neste semestre. Somente a reforma na Penitenciária de Mata Grande e a conclusão do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Peixoto de Azevedo devem gerar outras 600 vagas ainda neste ano.

“O Tolerância Zero fará investimentos relevantes nos presídios. Iremos abrir novas alas inclusive de segurança máxima para deter os criminosos de alta periculosidade”, ressaltou.

Mendes lembrou que, em 2019, a Sesp fez uma grande força-tarefa de vistoria na Penitenciária Central do Estado (PCE) e retomou o controle da unidade, cortando regalias e irregularidades.
Conforme o governador, ações como essas impedem o avanço das facções e promovem aumento da segurança e bem-estar social.

“O Tolerância Zero será também um grande programa de infraestrutura na Segurança Pública. Já autorizei a compra de quatro mil pistolas Glock, que são as mais modernas disponíveis. Também vamos adquirir viaturas, motocicletas e outras tecnologias, na medida das possibilidades diante da recuperação financeira, de modo a melhorar a eficiência do Estado na Segurança”, destacou.

O secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, explicou que o programa trata, principalmente, do endurecimento do Estado quanto ao crime organizado, estabelecendo novos padrões de reaparelhamento das Polícias Civil e Militar.

“O programa cumpre uma promessa de campanha do governador e está no plano de governo para esta gestão. Nosso principal objetivo é evitar que o crime organizado se instale de forma permanente no Estado e para isso, diversas medidas estão sendo tomadas. Posso citar a criação de delegacias especializadas, como a Delegacia de Combate à Corrupção, a compra de novas viaturas e armamentos, além da instalação do inquérito digital, que vai melhorar a atuação da Polícia Civil”, pontuou Bustamante.

Continue lendo

Política MT

Oposição em Rondonópolis deve definir nome de candidato até março

Publicado

De acordo com o deputado Thiago Silva, o grupo deverá contar com pesquisas internas para definir candidato

Os partidos tidos como oposição em Rondonópolis pretendem definir em março próximo um nome para disputar a sucessão do prefeito Zé do Pátio (Solidariedade). O grupo pretende tirar um nome entre os pré-candidatos Thiago Silva (MDB), deputado estadual, Rodrigo da Zaeli (PSDB), Thiago Muniz (DEM), Ibrahim Zaher (PSB), Luizão (Pros) e Adilton Sachetti (PRB).

A informação é do deputado estadual Thiago Silva. Conforme o parlamentar, para definir o candidato de consenso o grupo decidiu trabalhar com pesquisas eleitorais de uso interno. “A partir desta pesquisa, numa avaliação técnica, serão definidos os dois nomes melhores pontuados e, posteriormente, será definido quem será o pré-candidato a prefeito da oposição em Rondonópolis”

Para o deputado emedebista, “esse é o caminho mais justo e democrático possível”. Ele argumenta que o projeto do grupo é trabalhar pelo desenvolvimento da cidade, com ênfase na geração de emprego e renda para a população. “Até o começo de março teremos uma definição com base nos critérios técnicos”, disse.

O parlamentar peemedebista é tido como um dos favoritos para a disputa contra o atual prefeito. O grupo entende que Thiago Silva tem a capacidade de buscar votos em todas as classes sociais e uma das metas agora é buscar o apoio do ex-prefeito Percival Muniz (PDT), para fechar o arco de aliança.

No entendimento de Thiago Silva, somente uma candidatura unificada tem condições de disputar e vencer o pleito contra Zé do Pátio, uma vez que a divisão da oposição facilita a reeleição do atual prefeito. “Isso é uma constatação cristalizada no nosso grupo político”, disse.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana