conecte-se conosco


Policial

Proprietárias de empresa de créditos são investigadas por golpes contra idosos em MT

Publicado

No pedido de medidas cautelares são 12 vítimas idosas que tiveram empréstimos consignados contraídos, sem que usufruíssem dos valores ou tivessem dado permissão

Duas mulheres sócias proprietárias de uma empresa de créditos são investigadas por uma série de golpes de estelionatos praticados contra aposentados e pensionistas, no município de Poxoréu (251 km ao Sul). No pedido de medidas cautelares são 12 vítimas idosas que tiveram empréstimos consignados contraídos, sem que usufruíssem dos valores ou tivessem dado permissão. Outras vítimas também já procuraram à polícia.

Na segunda-feira (8), a Polícia Civil cumpriu quatro mandados de busca e apreensão, na empresa e em três endereços residenciais. As suspeitas C.P.S, 35, e C.S.M, 35   tiveram cumpridos medidas cautelares cumpridas de monitoramento eletrônico (tornozeleira), recolhimento domiciliar noturno, suspensão das atividades da empresa, e não se aproximar ou entrar em contato com as vítimas.

Na casa de uma das suspeitas foram apreendidas uma arma de fogo (revólver), além de documentos apreendidos nos locais das buscas.

As ocorrências foram registradas entre 2018 e 2019 e todas as vítimas informaram que tiveram os cadastros usados para empréstimos em folha realizados pela empresa, denominada Real Cred Soluções Financeira (razão social Morais e Santana LTDA), localizada na Rua São Paulo, 418, centro.

Segundo a apuração, os valores variam de R$ 1 mil a quantias acima de R$ 10 ou 14 mil. As vítimas são todas semi-analfabetas que narram terem sido procuradas pelas suspeitas para realizar cadastro para aprovação de empréstimos, casos necessitassem. Outras contam que chegaram a contrair o empréstimo em folha, as parcelas eram acima do acordado ou mesmo devolveram os valores, mas os débitos continuaram na folha.

O inquérito policial tramita na Delegacia da Polícia Civil de Poxoréu, presidido pelo delegado Bruno de Moraes.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Polícia Civil cumpre mandados e prende mais três suspeitos de furto de aeronave em Matupá

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Oito ordens judiciais, sendo três mandados de prisão e cinco de busca e apreensão domiciliar foram cumpridos pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (27.05), durante ação para esclarecer o furto de aeronave furto da aeronave Cessna Aircraft 182, ocorrido em Matupá (695 km ao Norte de Cuiabá).

Os mandados foram cumpridos nas cidades de Cuiabá e Matupá e resultaram na prisão de mais três pessoas suspeitas de envolvimento no crime. As diligências fazem parte das investigações conduzidas pela Delegacia de Matupá em parceria com as Delegacias Regional e Municipal de Guarantã Norte.

Entre os alvos presos em razão dos mandados judiciais, estavam um advogado e um estagiário do escritório de advocacia no município de Matupá e um oficial da Polícia Militar.

As investigações estão em andamento e devem continuar mais alguns dias para identificação de outros envolvidos no crime.

Furto e queda da aeronave

O furto da aeronave ocorreu no dia 21 de abril, no aeroporto na zona rural de Matupá. Inicialmente, foi verificado o furto de combustível, sendo observadas algumas mangueiras cortadas, porém, em seguida foi constatado o furto do avião que estava estacionado próximo ao escritório. Para praticar o furto, os criminosos cortaram o cadeado que segurava as hélices do avião.

A aeronave foi localizada após a queda em uma área de mata de menos de 5 mil hectares, entre os municípios de Terra Nova do Norte e Nova Guarita. O avião ficou danificado e caiu com o trem de pouso virado para cima.

As buscas pela aeronave contaram com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) de Sorriso. Durante os trabalhos, também foram localizados pertences da vítima que estavam no avião no momento do furto e também camisetas e uma corda utilizadas pelos envolvidos no crim

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

PRF prende 4 homens após assalto à fazenda, em Poconé/MT

Publicado


.

Criminosos renderam funcionário da fazenda e roubaram cerca de 37 cabeças de gado

Por volta das 23h45 de segunda-feira (25), a equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que fiscalizava na BR-070, em Poconé, deu ordem de parada ao veículo FIAT/PALIO, de cor branca e placas de Cáceres/MT.

O veículo era ocupado pelo motorista de 26 anos e três passageiros, todos do sexo masculino (21, 22 e 23 anos).

Durante a fiscalização, foi encontrado no porta-malas do veículo, uma sela para montar cavalos, um laço e uma lixadeira. Ao serem questionados sobre o motivo da viagem, os ocupantes afirmaram que estavam viajando no sentido à Cáceres/MT, mas haviam parado na fazenda do tio de um dos ocupantes, próximo de onde ocorreu a abordagem.

Os policiais verificaram a fazenda indicada e a versão declarada pelos ocupantes não se confirmou.

Diante da situação, o condutor admitiu que por volta das 4h30 do dia 25, juntamente com os ocupantes do veículo, assaltaram uma fazenda, às margens da BR-070, rendendo um funcionário que ali morava, utilizando uma arma de fogo.

Após dominarem o funcionário da fazenda, os indivíduos separaram cerca de 37 cabeças de gado que foram carregadas em dois caminhões. Além do gado, foi roubada também, uma motocicleta Honda CG 150 e os itens que estavam no veículo abordado. Não foi possível encontrar os caminhões carregados com os bovinos nem a motocicleta.

A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil de Poconé

SECOM PRF MT

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana